O Filho Do Meu Chefe
18

O Filho Do Meu Chefe Capítulo 9

Ep 09 — Casamento Surpresa

Publicado em 12/11/2022

Deixe nos comentários oque estão achando da Fanfic

Continua depois da publicidade

Verificação de idade

Esta WebFic não é recomendada para menores de 18 anos, se você não tem a idade mínima clique no botão abaixo para retornar à página inicial.

Cena 1

Assim que íamos subir, Vimos Raquel chegando acompanhada de 2 homens.

Alex na mesma hora, Fechou a cara e foi até a Raquel.

Alex - Que porra e essa?

Raquel - Oque amor? *Sua voz já mostrou que está muito bebada*

Homem - Só viemos trazer ela aqui.

Alex - Quem são vcs?

Homem - Somos da Boate, Sua esposa estava começando a tirar a roupa, Então trouxemos ela pra cá. Relaxa mano.

Alex - Ta. Deixa ela aí então.

Raquel - Eu vou subindo amorzinho.

Os homens soltaram ela, E ela entrou no elevador cambaleando.


- Não vai ajudar ela?

Alex - Não, Ela que se vire. Temos coisas pendentes

- Não podemos, Sua querida esposa está lá em cima.

Alex - Isso não é problema, Tem um escritório aqui. E só fechar a porta.

- Ta maluco? Vamos ser pegos!

Alex - Vamos não.

- Não, Não Alex. Péssima ideia

Alex - Nao é, Vamos lá.

- Merda!


Fomos até esse escritório, Era um corrido deserto, Com varias portas e pouca iluminação

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

*Narração Alex ON*

Assim que entramos no escritório, Eu tranquei a porta.

Melanie - Não estamos fazendo o certo..

- O certo? Vc por acaso transa com meu pai?

Melanie - Shiu Alex.. Não fala assim também

- Me responde!

Melanie - Não Alex! Não!

- Então porra, Vc vai ficar se prendendo por causa disso, Eu já sei que esse casamento é uma fraude, E tudo mentira. Não precisa mentir.

Melanie - Nao é, Eu gosto do seu pai.

- Uhum. acredito. A Raquel e sem graça na cama, Não sabe transar direito.

Melanie - Vc disse que não transava com ela.

- Todos nós mentimos ne. *Afundei meus lábios no dela, agarrando sua cintura fazendo seu pequeno corpo frágil envolver o meu.

Melanie gemeu entre meus lábios e eu a beijei ainda mais intensamente, envolvendo minha língua na dela. Desci meus lábios pelo seu pescoço lambendo e sugando cada centímetro de sua pele quente. A virei bruscamente de costa e abri o zíper de seu vestido. Melanie ofegou meu nome.


Melanie - Por favor... Alex... pare... — Ela disse fracamente e eu sabia que não ia conseguir parar eu queria e precisava estar dentro dela depois de tanto tempo. Abaixei todo seu vestido e me agachei lentamente lambendo suas costas, beijando suavemente sua pele até encontrar sua bunda carnuda, dei uma mordida de leve sugando em seguida e ela gemeu se apoiando na mesa.


Abaixei sua calcinha e retirei. A virei de frente e depositei beijos em seus seios, sugando seus bicos com vontade, com saudade... desci meus lábios pelo seu ventre e finalmente encontrei sua boceta cheirosa e depilada.

Olhei para Melanie que estava com os olhos fechados e os dentes cravados em seus lábios. Me ergui e a coloquei sentada sobre a mesa, ela me olhou assustada. Afastei suas pernas e afundei minha língua em sua boceta chupando seu clitóris com volúpia. Melanie gemeu se contorcendo, enquanto eu trabalhava minha língua sem parar naquela fenda completamente macia e molhada.

Melanie rebolava contra meu rosto esfregando sua boceta em minha cara, e eu afundava ainda mais minha língua, mordiscava seus pequenos e grandes lábios, lambia até sua entrada a fodendo com minha língua, depois voltava ao seu pequeno clitóris sugando, mamando com vontade. Até sentir ela se liberar sobre meus lábios.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Quando Melanie se contorceu soltando um gemido extremamente alto eu sabia, ela havia gozado em meus lábios.

Sem esperar mais, eu desfivelei meu cinto, abri a braguilha da calça e apenas a abaixei junto com a cueca, deitei Melanie na mesa abrindo bem suas pernas e a penetrei fundo, sem aviso e rápido. Melanie se contorceu.

Melanie - Alex..

— Que saudade dessa boceta apertada... — Comecei a dar leve estocadas, fazendo-a se acostumar com meu cacete longo e grosso. Melanie gemia com os olhos semicerrados enquanto eu começava a estocar firme dentro dela, agarrando seu quadril fazendo nossos corpos se chocarem bruscamente.

Melanie - Oh... Nós não devíamos.... Alex... *Melanie dizia em meio sua respiração ofegante e eu a penetrava.

— Vc é minha — Estoquei firme fazendo-a sacudir na mesa.

— Só minha... — Dei outra estocada firme.

— Essa boceta gostosa e apertada me pertence... — Estoquei forte e fundo a arrancando puro e delicioso gemido.

Continuei no ritmo acelerado, ela gemia, se contorcia, e eu dizia palavras desconexas, sentindo sua carne úmida apertar meu cacete. Não ia demorar para eu me liberar daquele orgasmo prazeroso.

Continuei a estocar firme, encarando os olhos dela que me olhava com prazer, esfreguei meu dedo em seu clitóris enquanto enfiava fundo dentro dela.

Melanie - Oh Alex... eu vou... assim... Não pare... — Eu não parei e continuei a estimulando.

— Isso... goza pra mim, minha gostosa... goza no meu pau agora... — Implorei intensificando o movimento do meu dedo em seu clitóris e senti os espasmos de Melanie ao redor do meu cacete que latejou doido para se libertar.

Melanie gozou dessa vez ao meu redor e eu estoquei com urgência saindo rápido de dentro dela e gozando em cima de sua barriga. Melnie e eu ficamos trocando longo olhares sentindo nossas respirações ofegantes aos poucos acalmarem...

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

*Narração Melanie ON*

Fui pro meu quarto, Tomei um banho gelado, E logo escuto Henrique chegando na porta do banheiro

Henrique - Oque houve amor?

- Nada amor *Gritei do Box*


Depois do banho, Coloquei um pijama. E quando sai do banheiro Henrique estava dormindo de novo. Fui até a minha bolsinha de remédios, E tomei logo meu anticoncepcional. E um outro remédio pra dor de cabeça. E fui dormir.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

*De Manhã*

Acordei e Henrique já estava se arrumando

- Bom dia

Henrique - Bom dia meu amor. Dormiu bem?

- Dormi sim amor. Vai sair?

Henrique - Tomar café primeiro, E depois queria te levar num lugar

- Hum.. Aonde amor?

Henrique - Surpresa. Se arruma e estarei te esperando lá embaixo.

- Ta bom amor.


Tomei um banho, Fiz uma make básica, Peguei minha bolsa e logo desci pra tomar café logo.

Continua depois da publicidade

Cena 6

No café só tinha eu e Henrique.

Henrique - Ontem vc demorou pra ir pro quarto. Estava aonde?

- Eu dei uma saída. A cidade a noite e muito bonita.

Henrique - Ata. Cuidado tá, Aqui também é perigoso..

- Eu sei amor.

Henrique - Podemos ir?

- Podemos.

Alex - Vão aonde?

Na mesma hora eu tomo um susto.

Henrique - Vou sair com a minha noiva, Não posso?

Alex - Claro que pode pai, Só perguntei

Henrique - Um lugar filho. Se vemos depois.

Alex - Ta

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

Imagem da cena

Chegando lá, era uma praia fechada. Um lugar lindo demais.


Henrique - Eu andei pensando.. Em nos casarmos no civil logo..

- Mas Porq amor?

Henrique - Porq eu estou com câncer.

Na mesma hora eu gelei. Passou um filme de tudo que eu vivi com a minha mãe no início. Lembrei dela..


- E sério?

Henrique - Sim, Descobri semana passada. Só a sofia que sabe, O Alex ainda não sabe.

- Meu Deus.. E agora?

Henrique - Eu to me cuidando, Mas ele já está avançado. Terei 2 anos só

- Henrique!! Seus filhos precisam saber disso com urgência!

Henrique - Eu irei explicar melhor pra eles. Eu só preciso que vc se case comigo, E tenha todos os meus bens, Pra quando eu morrer vc ser a “madrasta” deles e ajudar eles

- Mas assim do nada..

Henrique - Só esse favor que eu te peso.

- Ta bom..

Henrique - Obrigado. Muito obrigado.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

Imagem da cena

Eu e ele fomos direto pro Cartório. Já estava tudo pronto lá. Liguei pro Alex pra nos encontrar lá.


Antes passei num salão, Pra fazer cabelo e maquiagem. Comprei um vestido branco, Simples. E me arrumei no banheiro do cartório mesmo.


Chegando lá Alex e Raquel estavam nos espetando ao lado do juiz. Alex com um semblante sério.


Alex - Que porra e essa pai!

Henrique - Vamos nos casar agora.

Raquel - Serio?

Alex - Mais que porra!



O juiz começou a falar, Fez a cerimônia. E Alex não parava de me olhar com olhar de decepção. Não sei o motivo. mas eu também não queria estar me casando com ele, E sim com k filho dele. Meu coração já decidiu de quente gostou. E infelizmente o Alex virou dono.

Continua depois da publicidade

Cena 9

Imagem da cena

*Narração Alex ON*

Eu fui pego de surpresa, Todos já sabiam que meu pai Ian casar, Mas só daqui 2 meses. E ele ter casado aqui do nada, E sem o resto da família. Foi algo suspeito.


Melanie não trocou uma palavra comigo, Desde a nossa última foda. Eu não consigo tirar ela da cabeça, Mas ninguém pode saber disso.

Raquel tem suspeitado, Mas eu só digo que não é nada. Que primeiramente a Melanie e minha secretária, E que estou tentando ter uma boa amizade com a futura esposa do meu pai, Apenas isso.


O Juiz perguntou se a Melanie aceitava meu pai, Como esposo dela. E eu vi que em seu rosto estava ficando pálido. Ela não respondia, E parecia fora de si


Raquel - Ela está bem?

Henrique - Melanie!! *Meu pai chama ela*

Ela continua em pé, Mais distante, Seus lábios rosados, Agora estão brancos. E seus olhos começam a fechar lentamente


- Ela vai desmaiar

Na mesma hora eu falo e seguro ela.

Raquel - Chama a Ambulância

Juiz - Oque houve com ela?

Henrique - Não sei. To ligando pra Ambulância.


Enquanto esperávamos a ambulância, Eu tentava acorda ela, Mas não conseguia.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Imagem da cena

Peguei ela no colo, E levei até meu carro. Não podia ficar esperando esse tempo todo a ambulância vim.


Henrique - Vai levar ela aonde?

- No Hospital ne pai, Ela tá desacordada.

Raquel - Leva ela amor, Eu e seu pai vamos resolver o negocio aqui, E depois vamos pro Hospital

- Ok


Deitei a Melanie no banco de trás, E fui até o hospital mais próximo.


Chegando lá já gritei um Enfermeiro que já veio com a maca e Oxigênio

Continua depois da publicidade

Cena 11

Imagem da cena

Os médicos levaram ela é eu fiquei esperando na recepção.

Raquel ligou, Dizendo que o meu pai já estava vindo pra cá. E que ela ia pro Hotel.

Uns 40 minutos depois veio o médico


Médico - Sr Alex Rodrigues?

- Eu. *Levantei na mesma hora*

Médico - Prazer, Doutor Zyan. Estou cuidando da sua, Esposa? Irmã?

- Amiga..

Médico - Ah sim, Amiga. A senhorita Melanie, Está estável agora, Foi apenas um mal estar mesmo. Mas iremos transferi-la pra um hospital maior, Para fazer alguns exames nela.

- Porq? Oque ela tem doutor?

Médico - Não sabemos, Aparentemente nada. Mas só pra ter certeza que não foi nada grave, E só alguns exames de sangue, De rotina mesmo..

- Ata. E quando vão levá-la?

Médico - Queríamos hoje mesmo, Mas precisamos acertar as contas com um responsável

- Eu, Aonde posso acertar as contas?

Médico - Ok. Na recepção mesmo Sr.

- Ta bom. Obrigado.


Fui até a recepção. Paguei o hospital, E já paguei a transferência para o outro hospital.

Meu pai iria já esperá-la no outro hospital. S eu aproveitei pra vê-la.

Ela estava acordada, Deitada e bem quietinha. Seu rosto ainda estava um pouco abatido, Tinha olheiras e seus cabelos estavam bagunçados


- Como vc está?

Melanie - Morta.

- Não fala assim..

Melanie - To cansada, Mas to bem. Quando vou embora?

- Talveu amanhã, Vc vai fazer uns exames primeiro

Melanie - Exames? Mas eu estou bem!

- Shiu.. Vc não sabe de nada, Vc desmaiou do nada! Vc vai fazer esses exames e pronto!

Melanie - Para de querer mandar em mim, Eu já disse que to bem!

O médico entrou

Médico - Podemos ir?

- Podem sim.

Melanie - Já disse que não precisa!

Médico - E necessário senhorita! Conselho de médico.

- Escuta o médico, E deixa de ser teimosa garotinha!

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Cancelar