Crazy Life – ITZY
14

Crazy Life – ITZY Capítulo 2

A aposta

Publicado em 21/07/2021

E vamos de segundo capítulo, espero que gostem e boa leitura 🦋💕

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

🌹 Ryujin 🌹

Chegamos em casa, escutando pela a trigésima vez mais uma discussão entre Yuna e Yeji, as duas não se davam bem de jeito nenhum. Por isso peguei Yeji pelo o pulso e a arrastei para o meu quarto, querendo evitar mais brigas.
E novamente quando fui subir os degraus da escada tropecei e caí. Yeji deu uma risada, antes de me ajudar a levantar.



- Yeji: Você devia ver um médium ou sei lá. Vai que algum espírito está te perseguindo

- Ryujin: O que garante ser algo sobrenatural? Talvez eu seja só desastrada e azarada mesmo

- Yeji: Ryu, você caiu umas 10 vezes hoje, sem contar os outros dias

- Ryujin: Acontece – dei de ombros



Entramos no meu quarto e fui logo pegando os materiais que iríamos precisar para o trabalho.



- Yeji: Aigoo, não vai nem ter uma conversa fiada antes? – Yeji perguntou divertida

- Ryujin: Não. Senta e começa a me ajudar

- Yeji: Sim, senhora!


(...)


Passamos horas fazendo o trabalho felizmente terminamos antes das 15h da tarde, apesar que eu quebrei três lápis e ter rasgado umas dez folhas do meu caderno para refazer, conseguimos terminar antes da festa do pijama. Yeji se levantou e se jogou na minha cama.



- Ryujin: Você já vai dormir? – perguntei guardando os materiais

- Yeji: Sim. Acorde-me quando as meninas chegarem ou quando a Lisa fizer o jantar o que vier primeiro



Assenti e sentei sobre a escrivaninha abrindo meu notebook, liguei o aparelho e abri um sorriso de orelha a orelha ao lembrar que iria jogar um dos meus jogos favoritos. Era uma das poucas coisas que meu azar não atrapalhava tanto, de vez em quando eu perdia mas nada que chegasse a me abalar. Só que hoje o dia realmente não estava sendo agradável comigo. Perdi três vezes seguidas para jogadores que julguei serem piores que eu. Fiquei irritada demais com aquele jogo que parei de jogar. Ouvi alguém bater na porta...


"Suas amigas chegaram!" – era a voz da Lisa


- Ryujin: Já vou descer – soltei um longo suspiro, desligando o notebook e fui acordar a Yeji – Acorda Yeji, as meninas chegaram – falei balançando seu ombro

- Yeji: Hã, o quê? Unicórnios? – murmurou sonolenta

- Ryujin: Acorda dorminhoca!



Yeji mal escutou o que falei, apenas sentou-se na cama com a cara toda amassada.



- Yeji: Não acho legal você descer as escadas de novo

- Ryujin: Não posso fugir dela – dei de ombros, e saí do quarto pronta para enfrentar minha inimiga mortal

Continua depois da publicidade
  • Próximo...

Cena 2

Imagem da cena

Ao chegar no penúltimo degrau, olhei fixamente para o último degrau, acabei tendo uma ideia. Pulei do penúltimo direto para o piso. Pensando ter conseguido enganar meu azar, só que me desiquilibrei no chão e caí como uma fruta madura.



- Ryujin: É, não funcionou – sussurrei me levantando e indo até a sala onde a Lia e Chaeryeong conversavam com a Lisa

- Chaeryeong: Ryujin! – ela veio me abraçar, dessa vez não caímos

- Ryujin: Oi meninas, Yeji está lá em cima vamos?

- Lia : Ok

- Lisa: Ryujin, o jantar estará pronto daqui a pouco – avisou antes de sairmos

- Ryujin: Tudo bem. Não esqueça de nos chamar

- Lisa: Está certo

- Lia: O que você e a Yeji estavam fazendo lá em cima? – me perguntou, abri a boca pra responder, mas tropecei na escada outra vez

- Ryujin: Yeji estava dormindo e eu estava jogando

- Chaeryeong: O que nós vamos fazer durante à noite toda? – Chaeryeong perguntou pulando nos degraus e senti um pouco de inveja por ela não cair enquanto pulava

- Ryujin: Não sei, vocês pensaram em algo?

- Chaeryeong: Achamos que vocês tinham pensado



Ri e neguei com a cabeça, abrindo a porta do meu quarto.



- Lia: Nós podemos jogar verdade ou desafio

- Ryujin: Não é hora pra isso, Lia

- Lia: Sempre é hora pra isso, Ryu – ela riu, pegando uma garrafa de água que Yeji havia deixado jogada no chão

- Yeji : É hora pra quê? – ela perguntou confusa por ter escutado apenas uma parte da conversa

- Ryujin: Verdade ou desafio – sentei no chão e acenei com a mão chamando para que elas sentassem junto comigo

- Chaeryeong: Tampa será a pergunta e a outra parte será a resposta – girou a garrafa, cuja tampa apontou para Lia e a outra parte para mim

- Lia: Verdade ou desafio?

- Ryujin: Verdade

- Lia: Qual o nome da garota que você gosta?



Acabei levando um susto com a pergunta, olhei para Yeji que deu de ombros, ela era a única das minhas amigas que sabia que eu gostava da Rosé. E conhecendo a Lia muito bem, eu tinha a absoluta certeza de que ela faria algum plano mirabolante para eu ficar com a Rosé de alguma forma.



- Lia: Qual o nome Ryu? Fala logo! – ordenou curiosa

- Ryujin: Roseanne Park – falei bem rápido, e ouvi um gritinho da Yeji, enquanto a Chaeryeong ria

- Lia: Hum, eu já sabia, gira essa garrafa!



Olhei pra ela confusa, mas como ela já sabia? Será que eu era tão boba pra esconder meus sentimentos? Aish!
Então fiz o que ela pediu, girei a garrafa que parou em Chaeryeong e eu. Ela iria perguntar e eu teria que responder.



- Chaeryeong: Ya! – exclamou animada – Verdade ou desafio?

- Ryujin: Desafio



Olhei para Chaeryeong a expressão de animação no rosto dela chegava a ser assustadora.



- Chaeryeong: É o seguinte Ryu. Você tem um mês para se declarar e beijar a Rosé. Se você não conseguir, terá que ir em um rolê comigo e as nossas namoradas



Eu achei mega estranho esse desafio, sabia muito bem que esses rolês que Chaeryeong falou não era um rolê normal. Está mais pra anormal se é que me entendem.



- Ryujin: Podem até marcar o dia. Impossível minha vida colaborar o suficiente para eu beijar a Rosé

- Chaeryeong: Você terá um mês, talvez consiga. Agora gira essa garrafa de novo!



"Garotas o jantar!" – Lisa chamou fora do quarto, fazendo com que parassemos de jogar



Saímos do quarto com Lia já iniciando uma outra conversa sobre algo totalmente diferente. No meio disso esqueci da escada, tropecei e caí outra vez. Todas me olharam assustadas, me levantei calmamente e disse:



- Ryujin: Tô pensando em dormir na sala agora

Continua depois da publicidade
  • Próximo...

Cena 3

Imagem da cena

~ Dia Seguinte...

Eu não tinha esperança alguma de que iria conseguir me declarar para a Rosé, mas qual era o problema de tentar? Pensando nisso, até consegui sentir um pouco de animação. A aposta era apenas um impulso para eu ter coragem e falar dos meus sentimentos de uma vez. De fato, sobrava apenas um problema, meu azar! E o infeliz fez questão de me lembrar no momento em que fui chutada para fora da minha própria cama por Lia. Suspirei me levantando de uma vez, olhei para as belas adormecidas Yeji e Chaeryeong, que dormiram nos colchões postos no chão depois de perderem para Lia num jogo de cartas.
Fui até o banheiro fiz minhas higienes como sempre. Depois de pronta desci as escadas, passei a segurar firmemente no corrimão e para minha surpresa não caí. Consegui chegar tranquilamente na cozinha. Apenas Yuna estava lá, virada de costas pra mim encarando o celular.



- Yuna: Aish, a idiota deve estar dormindo – murmurou parecendo um pouco triste e com raiva

- Ryujin: Que idiota? – perguntei não prevendo que ela iria levar um susto

- Yuna: Santa Imaculada, unnie! Não me assusta assim! – falou respirando fundo

- Ryujin: Desculpe Yuna, mas quem é a idiota?



A mais nova ficou vermelha, me intrigando nada deixava Yuna envergonhada.



- Yuna: Você promete que não vai contar pra ninguém? Nunca, nunquinha mesmo?



Franzi a testa por conta do pedido, mas assenti.



- Ryujin: Prometo Yuna, o que é?

- Yuna: Eu tenho uma webnamorada

- Ryujin: Oh! – fitei o rosto vermelho de Yuna – Que legal, qual é o nome dela?

- Yuna: Não sei ainda. Decidimos não falar de primeira por segurança e para não apressar as coisas. Tudo o que eu sei é que ela mora em Seul e está no primeiro ano do ensino médio – ela disse com tanta animação e felicidade que fiquei imaginando por quanto tempo ela estaria querendo dizer isso

- Ryujin: Entendi. Tome cuidado! Ah, e me fale o nome dela quando decidirem se encontrar. Fale para a Lisa também, tenho certeza que ela te apoiará

- Yuna: Pode deixar. Obrigada unnie



Chaeryeong e Lia apareceram na cozinha minutos depois com expressões de quem acabara de acordar.



- Ryujin: Bom dia meninas – falei enquanto as duas sentavam sobre a mesa

- Chaeryeong: Bom dia, Ryu. O que tem pra comer?

- Lia: Se a gente tiver sorte, ela... – disse apontando para Yuna e dando uma risada maliciosa

- Ryujin: Oho! Olha lá o que você fala perto da minha irmã hein! – repreendi Lia, cobrindo os olhos de Yuna

- Lia: Ah, qual é Ryujin! Olha a idade dela. Essa menina já deve ter ouvido pior, ou lido pior, ou visto pior, ou os três – ela rebateu dando de ombros – Mas desculpa. Só estou com isso na cabeça porque acordei no meio da noite e passei pelo o quarto da Lisa e no caminho para o banheiro a trilha sonora estava ótima, a Jisoo tem uma voz bonita até gemendo – nesse momento Chaeryeong deu um tapa no braço dela

- Chaeryeong: Chega né?

- Lia: Tá, desculpa – desculpou-se abaixando a cabeça e fazendo um bico

- Yuna: A praga adormecida da Yeji ainda está em seu estado natural de sono eterno? – Yuna questionou assim que eu tirei minhas mãos de seus olhos, fui cortar algumas verduras

- Chaeryeong: Acho que sim. Ela estava sonhando algo sobre rosas e hello kitty – respondeu e Yuna riu batendo palmas

- Yuna: Ótimo motivo para zoar com ela mais tarde



Enquanto eu cortava as verduras acabei cortando um dos meus dedos.



- Ryujin: Aigoo, me cortei! – choraminguei assoprando o dedo indicador

- Lia: Só você mesmo – disse chegando perto para ver o corte

- Ryujin: É, só eu mesmo – concordei dando um sorriso

- Lia: Como você sorrir assim depois se cortar com uma faca de cozinha?

- Ryujin: Ah sei lá. Apenas acho engraçado como as coisas sempre acontecem comigo. Tipo, de alguma forma, eu me sinto imune. As vezes, acho que se algo bom acontecer comigo irei acreditar que é alguma pegadinha

- Lia: Você pode ser azarada e desastrada, mas algo bom sempre acontece. Você só precisa prestar atenção

- Ryujin: Obrigada Lia

- Lia: Por nada bebê. Viu? Eu consigo ser fofa quando quero



Nos abraçamos e senti uma mão na minha bunda.



- Ryujin: Lia você está apalpando minha bunda

- Lia: Uhum, eu sei

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Tarada a Lia não é??? 😯😅

Tchauzinho e até o próximo capítulo ❤

- ᴸᴬᴺᴺᴬ
Não perca o próximo capítulo!

ᴸᴬᴺᴺᴬ ainda não publicou o próximo capítulo.


Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

Anterior
O que você achou deste capítulo?
вrunα💫

вrunα💫 Oshi Yuna se tu soubesse quem é tua webnamorada tu iria era arrancar teus cabelos 🤣🤣🤣

21/07/21 4 ResponderMais
Blinkpink

Blinkpink Só quem leu a primeira versão sabe quem é a webnamorada da Yuna😜

21/07/21 2 ResponderMais
Kim Danielle

Kim Danielle Já quero o 3 kkkkk

21/07/21 2 ResponderMais
Marlia Lima

Marlia Lima Vai na fé que vc consegue Ryujin 😄

21/07/21 1 ResponderMais
Mah Beatriz

Mah Beatriz Ñ sei se é bom mais eu fico aqui rindo da Ryujin igual uma condenada 😜😂

21/07/21 1 ResponderMais
•🍑love is not real🍑•

•🍑love is not real🍑• Meu Deus tá perfeitaaaa 😍 virei cadelinha dessa fic

2d 1 ResponderMais
Naomi🌸

Naomi🌸 Vai dar td certo Ryujin!😁

2d 1 ResponderMais
Juliane Flores

Juliane Flores Melhor fic do Itzy q eu já li 👏👏👏😘

22/07/21 1 ResponderMais
Alexia

Alexia Ameii continua ❤❤

21/07/21 1 ResponderMais
Giovana

Giovana Amei tá incrível continua continua

2d 1 ResponderMais
Cancelar