ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 123

"Quando o momento chegar, a verdade virá a tona"

Publicado em 09/02/2021

S/N ainda tenta descobrir o que está acontecendo e qual será o seu destino após perder o controle sob seus poderes.

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

Você caminhava por uma estranha floresta que estava com uma neblina muito forte que lhe impedia de ver muito a sua frente, você estava tão confuso(a) que nem sabia distinguir se aquilo era real ou apenas um sonho.

Será que você estava sonhando por causa daquilo que um do médicos tinha aplicado em seu corpo ou será que eles tinham lhe abandonado em algum lugar distante de Eólia? Será que havia alguma chance daquela floresta ser na prisão que o representante havia falado?

Você preferia acreditar que tudo era um delírio da sua mente por causa das medicações que te deram, mas ao mesmo tempo, tudo parecia ser tão crível pois você conseguia sentir o frio que fazia naquele lugar, sem contar que o seu corpo estava exausto e dolorido, se fosse um sonho, seria um dos mais reais que você já havia tido em muito tempo.

Enquanto caminhava pela aquela floresta tentando encontrar algum lugar ou alguém, você vê algo como uma pessoa sentada em um banco, no início você sente um pouco de medo, mas depois resolve ir até a pessoa para tentar pedir algum tipo de informação para conseguir descobrir onde estava.

Conforme você chegava mais perto, percebia que era um homem, ele não se movia nem um pouco e isso lhe causava calafrios, quando estava bem perto dele, você reuniu toda a sua coragem, respirou fundo e então se aproximou perto dele, mas seus olhos não conseguiram acreditar no que estavam vendo, era ele, depois de tantos anos, você estava revendo seu pai e ele continuava exatamente do jeito que você se lembrava.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

- P-pai? - Você pergunta ainda sem acreditar no que estava vendo.

- S/N! Que bom te ver - Ele diz dando um sorriso.

- O que você está fazendo aqui? - Você pergunta.

- Estou aqui a tanto tempo, mas tinha certeza que um dia você iria me encontrar - Ele responde.

- Como assim? - Você pergunta sem entender.

- Eu sabia que você era especial, que iria conseguir me encontrar - Ele responde.

- Eu não estou entendendo nada - Você fala.

- Eu entendo, ninguém iria conseguir entender - Ele diz fazendo um sinal no banco para que você sentasse ao lado dele.

- Eu morri? - Você pergunta com os olhos marejados.

- Claro que não - Ele responde.

- E como estou te vendo? - Você pergunta.

- Sua mãe nunca vai aceitar isso, mas nós temos uma conexão muito forte - Ele responde.

- Conexão? - Você pergunta.

- Sim, é através dessa conexão que estamos conversando - Ele responde.

- Mas o que aconteceu? - Você pergunta.

- Você está sob um tipo de coma, então acho que seus poderes estão bem aflorados - Ele responde.

- Meus poderes? - Você pergunta.

- Sim, seus poderes não são iguais os dos outros - Ele responde.

- Como assim? - Você pergunta.

- Sabe por que é tão difícil controlar seus poderes? - Ele pergunta.

- Não faço a menor ideia - Você responde.

- Por que eles são mais fortes do que os da maioria - Ele responde.

- O quê? Mas por que? - Você pergunta.

- Sinto muito, mas você puxou isso de mim, sua mãe sempre conseguiu se controlar bem, mas eu não - Ele responde.

- Nossa pai, tudo o que menos queria era puxar um problema seu - Você fala rindo.

- É, sinto muito - Ele ri - Mas qual Casta você escolheu? - Ele pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Zeus
  • Poseidon
  • Atena
  • Ártemis
  • Afrodite
  • Apolo
  • Ares
  • Dionísio
  • Deméter
  • Hera
  • Hermes
  • Hefesto

Cena 3

- É uma ótima Casta - Diz seu pai.

- Então você acha que eu fiz uma boa escolha? - Você pergunta.

- Não importa qual Casta você escolhe, eu estaria orgulhoso - Ele responde.

- Sério? - Você pergunta.

- Sim pois sei que você é muito inteligente para aceitar qualquer coisa - Ele responde.

- Espero que você esteja certo - Você fala.

- Você acha que não fez a escolha certa? - Ele pergunta.

- Não sei - Você responde.

- É normal ter dúvidas sobre escolhas tão importantes, mas não se preocupe, um dia chegará a resposta que você tanto quer - Ele diz.

- Mas me diz, como você conseguiu controlar seus poderes? - Você pergunta.

- Não existe algo como um manual de instruções a ser seguido - Ele responde.

- Mas ninguém nunca me falou que você se descontrolou, então significa que você conseguiu controlar bem seus poderes - Você fala.

- Eu só seguia aquilo que todo mundo falava, tentava me manter controlado sem sentir raiva ou tristeza - Ele diz com uma expressão triste.

- E por que parece que você não é feliz com isso? - Você pergunta.

- Não é nada, bobagem, mas o que importa é que você não pode ficar se estressando por qualquer coisa e muito menos deixar a tristeza te dominar - Ele responde.

- Mas como faço isso? É impossível não sentir nada nessas competições - Você fala.

- Eu sei disso, mas tente não sentir tanto, você se sente mal por causa de seus amigos e por causa do que os outros fazem com você - Ele diz.

- É, você tem razão - Você fala.

- Você só está aqui pois deixou aquele cara entrar na sua cabeça e te provocar a ponto de perder a paciência - Ele diz.

- É, eu sempre sou uma pessoa tão tranquila, não sei o que aconteceu - Você fala.

- Não se culpe pois não foi sua culpa, eles fazem isso com as pessoas - Ele diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Sinto muito, mas não posso falar mais que isso - Ele responde.

- Mas só está nós aqui, não tem como eles descobrirem - Você fala.

- É para o seu bem S/N, quanto mais você saber, mais pode ter influência em suas atitudes - Ele diz.

- Não estou entendendo - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

- Chegou o momento de ir - Diz seu pai.

- Não, eu ainda tenho tantas perguntas - Você fala.

- Sinto muito, mas não posso mais ficar aqui com você - Ele diz.

- São tantos anos que não nos vemos e nosso encontro é tão curto assim? - Você pergunta com os olhos marejados.

- Me desculpe - Ele diz te abraçando.

- Só me responde algo - Você fala.

- O quê? - Ele pergunta.

- O que aconteceu com você? Você morreu ou está vivo? - Você pergunta.

- Você vai descobrir a verdade - Ele responde.

- Por que você não pode me contar? - Você pergunta.

- Quando o momento chegar, toda a verdade virá a tona - Ele responde.

- Eu não entendo - Você fala.

- Eu tenho muito orgulho de você e sei que irá entender, saiba que eu te amo - Ele diz.

- Pai - Você fala agora chorando.

- Até quem sabe um dia filho(a) - Ele diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

Imagem da cena

- Pai - Você grita e percebe que ainda estava preso(a) naquela maca naquela sala com os aparelhos cirúrgicos e com a luz forte sobre você, mas estava sozinho(a), apenas ouvia o som do computador que estava ao seu lado.

Lágrimas de tristeza caem de seus olhos pois tudo não tinha passado de um sonho e você não tinha visto seu pai, era de se imaginar que era apenas um sonho pois ele continuava exatamente igual como você se lembrava de tantos anos atrás, mas mesmo assim queria se apegar a pequena chance daquilo ser verdade.

Uma parte de você estava tão confusa com tudo aquilo pois mesmo parecendo apenas um sonho, seu pai falou coisas tão reais que estavam acontecendo exatamente, seria que ele realmente tinha morrido e você recebeu um conselho do além ou será que ele tinha entrado em contato com você de alguma forma bem diferente?

Mas se ele estivesse vivo, você veria uma versão mais velha ou até mesmo machucada, mas ele era exatamente como você se lembrava e até mesmo usava as antigas roupas de um guerreiro, será que o remédio que você tinha tomado estava lhe fazendo delirar tanto assim? Ou será que existia realmente a possibilidade de você ter visto uma projeção astral de seu pai?

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

- Acordou? - Pergunta Carmem assim que entra na sala.

- Carmem, o que está acontecendo? - Você pergunta.

- Eu que deveria perguntar o que está acontecendo - Ela diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Me chamaram porque você tinha gritado por seu pai - Ela responde.

- Ah, foi um pesadelo que tive - Você fala.

- Tudo bem, é normal delirar por causa dos medicamentos - Ela diz.

- Quais medicamentos vocês estão me dando? Por que me sinto tão dolorido(a) e exausto(a) - Você pergunta.

- Não se preocupe, estamos fazendo apenas alguns exames para saber como está a sua saúde - Ela responde.

- Mas eu estou bem, não tem motivos para tanto exame - Você diz.

- É, eu percebi, seus exames tiveram ótimos resultados - Ela fala.

- Então por que estou aqui? - Você pergunta.

- Não se preocupe, os remédios são apenas para te deixar um pouco mais fraco(a) para que seus poderes não destruam nosso hospital - Ela responde.

- Esse lugar é realmente um hospital ou é um laboratório? - Você pergunta.

- Como assim? - Ela pergunta.

- Eu não me sinto um(a) paciente, me sinto como se fosse algum tipo de cobaia - Você responde.

- Não se preocupe, não é isso - Ela diz.

- Sinto muito, mas não consigo confiar em você - Você fala.

- Não posso te julga, acho que também não confiaria em mim se estivesse na sua posição - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

- Você vai me contar o que está acontecendo ou não? - Você pergunta já sem paciência.

- Se eu te contar, promete não se estressar? - Ela pergunta.

- Mas é claro - Você responde.

- Essa máquina está avaliando os seus poderes, para saber o quanto de força você emana e qual a potência da sua força - Ela diz.

- E por que vocês estão fazendo isso? - Você pergunta.

- Você perdeu o controle, o que é algo bem perigoso e pode ser fatal para algumas pessoas - Ela responde.

- Eu prometo que isso não irá se repetir, eu tomarei muito cuidado - Você fala.

- Eu sei que isso não é culpa sua, não há nem como te culpar - Ela diz.

- Você entende? - Você pergunta.

- Sim, a máquina detectou mais energia do que o normal para um aluno que recebeu poderes a tão pouco tempo como você - Ela responde.

- Isso é bom ou ruim? - Você pergunta.

- É muito bom, porém perigoso - Ela responde.

- Pode explicar? - Você pergunta.

- Você pode se tornar a maior arma da sua Casta e ao mesmo tempo o motivo da destruição dela - Ela responde.

- Isso é sério? - Você pergunta.

- Sim, normalmente as pessoas desenvolvem tantos poderes assim depois, mas você já adquiriu tão rápido, dessa forma você ficará muito mais forte no futuro - Ela responde.

- Então o que vocês vão fazer comigo? - Você pergunta.

- Por agora, você será levado(a) de volta aquela sala branca e vamos decidir o seu destino - Ela responde.

- Eu não posso falar com minha mãe e meus amigos? - Você pergunta.

- Por enquanto não S/N - Ela responde.

- Isso é tão frustrante - Você fala.

- Sinto muito - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

Imagem da cena

Depois que Carmem se despede de você, logo os dois homens de antes entram na sala e te tiram da maca para ir em direção aquela mesma sala branca assustadora, você nem tenta lutar pois já sabia que não valia a pena, sem contar que tinha que se mostrar mais tranquilo(a) para que eles pudessem confiar em você.

Enquanto estava só naquela sala branca e acolchoada, você só pensava no que estava acontecendo com aqueles que gostava pois não havia janelas na sala, então não fazia a menor ideia de que horas seriam e muito menos sabia quanto tempo estava naquele lugar.

Será que seus amigos já haviam terminado a prova? Será que eles estavam todos bem? Será que algo havia acontecido com eles? Será que todos conseguiram ir bem na prova? O que será que eles sabiam sobre a sua ausência? Será que alguém teria contado para eles o que tinha acontecido com você e onde estava?

Haviam tantas perguntas em sua mente, mas infelizmente nenhum desses questionamentos eram respondidos e para piorar, a cada momento, novas perguntas eram formadas em sua cabeça, o que lhe deixava cada vez mais confuso(a), ficar tanto tempo sem saber o que estava acontecendo iria acabar te enlouquecendo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

Você passou um bom tempo criando tantas teorias e também dormindo um pouco quando finalmente escuta a porta abrir e sente uma mistura de medo e alívio ao ver que era Carmem que entrava.

- Olá S/N - Diz Carmem.

- Oi - Você fala.

- Acredito que você já deve imaginar o motivo da minha visita - Ela diz.

- Não faço a menor ideia, mas sei que não será algo bom já que você nunca vem com boas notícias - Você fala.

- Sei que você está com raiva por ninguém te explicar nada, mas agora vou te explicar o que aconteceu - Ela diz.

- O que aconteceu? - Você pergunta.

- Estou aqui para dar o seu diagnóstico após tanto investigar - Ela responde.

- E qual foi o resultado? - Você pergunta.

- Eu e meus superiores analisamos muito toda a sua situação, não podemos negar que estamos muito preocupados com você pois não é comum um aluno ter desenvolvido tanto poder em tão pouco tempo - Ela responde.

- Então o diagnóstico é que eu sou um perigo para a sociedade? - Você pergunta.

- Claro que não, você é um achado, uma joia rara - Ela responde.

- Você realmente me deixa muito confuso(a) - Você fala.

- Sinto muito, vou explicar melhor - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

- S/N, nós fizemos alguns testes que mostram que você é uma pessoa muito forte e também muito inteligente, por isso, nós chegamos a conclusão que você merece voltar para Eólia e continuar na competição - Diz Carmem.

- Isso é sério? - Você pergunta sem acreditar no que ouvia.

- Sim, por mais que seu descontrole tenha sido o motivo de muita preocupação, nós percebemos que seria errado te julgar por um ato isolado, sem contar que você estava em uma prova de combate, então finalizar um oponente não é totalmente errado - Ela responde.

- Eu não consigo acreditar - Você fala ainda em choque.

- Meus parabéns, você irá ser liberado(a) - Ela diz.

- Eu estou tão feliz - Você fala.

- Mas eu peço para que você tome cuidado a partir de agora pois finalizar um oponente não é errado, mas machucar um superior é totalmente errado e se isso se repetir, você terá uma dura punição - Ela diz.

- Não se preocupe, prometo que tomarei muito cuidado a partir de agora e serei um bom exemplo - Você fala.

- É bom mesmo, os deuses são muito bondosos e não perdoam facilmente - Ela diz.

- Certo, então isso significa que eu não vou ser eliminado(a) da competição? - Você pergunta.

- Disso eu não sei, os meus superiores decidiram que você não será punido(a), mas não temos direito de opinar na competição, então os seus superiores que irão decidir se você será eliminado(a) ou não - Ela responde.

- Então ainda corro risco? - Você pergunta.

- Sim, não há nada que posso ajudar nisso - Ela responde.

- Tudo bem, uma preocupação por vez, agora tenho que aproveitar minha liberdade - Você fala.

- Eu concordo, apenas aproveite o momento e deixe para se preocupar quando a Selena anunciar - Ela diz.

- Certo, muito obrigado(a) - Você fala.

- Foi um prazer te conhecer e não espero te encontrar aqui novamente por causa desse motivo - Ela diz.

- Pode deixar, isso não irá se repetir - Você fala.

- Vá e boa sorte - Ela diz abrindo a porta.

- Tchau Carmem - Você fala.

- Tchau S/N, seja um(a) grande guerreiro(a) - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 11

Assim que você sai da sala, se surpreende ao ver que o representante já te esperava sentado em uma cadeira.

- Você por aqui? - Você pergunta.

- É claro, eu sou responsável por você - Ele responde.

- Mas você me prendeu, então achei que nossa amizade estava estremecida - Você fala.

- Claro que não, eu não guardo ressentimentos e você? - Ele pergunta.

- Também não - Você responde.

- Então vamos embora desse lugar assustador? - Ele pergunta.

- Por favor - Você responde.

- Mas antes troque de roupa para não assustar os outros alunos - Ele diz rindo.

- É uma boa ideia - Você fala.

Você vai até um dos banheiros do hospital para colocar sua roupa de combate que felizmente estava limpa e não tinha mais o sangue de Heitor, então você se arrumou rápido e logo seguiu o representante. Vocês pegaram um elevador que levava até a garagem onde estava o carro dele e logo vocês entraram para poder ir para Eólia.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

- Agora podemos ir - Diz o representante assim que sai da garagem.

- Finalmente, não via a hora de sair desse lugar - Você fala.

- Como foi? - Ele pergunta.

- Foi péssimo, ainda estou fraco(a) - Você responde.

- Achei que você estava em um spa - Ele diz rindo.

- Você é tão engraçadinho - Você fala colocando a venda.

- Estou brincando, só queria fazer uma piada para melhorar o clima - Ele diz.

- Está tudo bem, nada como suas piadas sem graça para me fazer esquecer do que acabei de passar - Você fala.

- Eu imagino que deve ter sido bem difícil - Ele diz.

- Você não faz ideia, parecia que eu estava em um manicômio - Você fala.

- Isso é normal, esse tipo de sala é para que seus poderes sejam reduzidos - Ele diz.

- É horrível, não tem janelas, me faz com que eu me sinta mal - Você fala.

- Eu sei, todo mundo fica mal quando via para aquele lugar - Ele diz.

- Mas felizmente consegui sair daquele lugar - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

- Mas tome muito cuidado - Ele diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Só vou te dizer porque gosto de você e me preocupo com você - Ele diz.

- O que você está falando? - Você pergunta.

- Talvez eles tenham te soltado apenas porque viram que você é forte - Ele responde.

- E o que tem de errado nisso? - Você pergunta.

- Eles só não te deram um fim porque querem te usar a favor deles, então tome muito cuidado pois a partir de agora tudo o que você fizer, eles estarão de olho - Ele responde.

- Eu nem tinha pensado nisso - Você fala.

- É S/N, se tem uma coisa que eu sei é que os deuses não são tão bondosos como todos dizem - Ele diz.

- Disso eu já imaginava - Você fala.

- É, mas é bem pior do que você imagina - Ele diz.

Você conversa mais um pouco com o representante, mas nem conseguia prestar atenção no assunto pois sua mente não conseguia parar de pensar no que ele havia dito, agora mais uma pergunta dominava sua mente: Qual o motivo deles terem te liberado?

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
mah 🦋 | offzona

mah 🦋 | offzona Miss, que capítulos perfeitos. Só tiro, porrada e bomba, adorei!

Tenho a teoria de que o Representante e o Pai de S/N fossem melhores amigos, e agora, pelo pai de S/N estar ausente (vivo em segredo ou simplesmente morto), ele agora começou a se apegar demais à S/N e tá criando laço paternal com ela(e), confesso que amo. Mas ainda espero que o pai esteja vivo, tenho certeza que está na verdade. Esse "sonho", foi muito suspeito, e tô com umas teorias, mas só vou deixar pra falar depois porque acho que agora tá cedo pra falar sobre elas, porque vai que né kkkkkkkk.

Arrasou, Miss! Ansiosa para o próximo capítulo 🥂💖

10/02/21 25 ResponderMais
Ana Priscila

Ana Priscila Mano, tô agoniada pra saber o resto! E a parte com o pai? Só faltou eu chorar! De tristeza? Não! De raiva pq acabou muito rápido e com muitas dúvidas. Será que o pai da S/n desenvolveu uma técnica pra não envelhecer por isso ele tava do mesmo jeito de antes? Não sei tô pensando alto kkkkkk

Capítulo perfeito como sempre💜

10/02/21 15 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Aii Miss mulher! Pelo amor de Deus que perfeição é essa? Kkkkkk amo o jeito q o representante (Enzo pq para mim ele tem cara kkkkk) fala mal dos deuses mesmo trabalhando para eles kkkkk.Beleza eu encontrei meu pai e descobri que não puxei só o talento e sim o descontrole mas ok eu encontrei meu pai! Mas é claro q os Deuses não me mataram pq querem nós como armas para eles, aiai se eu encontrasse o Ítalo na vida real eu ia correndo ia abraçar ele e pedir mil desculpas para ele ( pois é eu acho ele legal e não merecia isso). Só imagino como vamos contar isso para a Laura, Eric, Sam e Taylor, tenho certeza que a Laura irá nos matar.

10/02/21 13 ResponderMais
Yasmin Almeida

Yasmin Almeida Ahh que bom que a s/n vai poder vê os amigos dela de novo😢✊

10/02/21 8 ResponderMais
NicF

NicF TEORIA MAIS CERTA DE TODAs

O pai de s/n deve está escondido em algum lugar que ele fez com os poderes dele e acabou se predendo e por isso ninguém sabe onde ele táa, ou os deuses prenderam ele pelo poder dele ser tão forte, mas agora ele estão com meio medo de s/n pois a força dele é maior que a do pai dele

10/02/21 6 ResponderMais
mona

mona Me emocionei na cena a S/n com pai dela 😔

Tá perfeito!!!

10/02/21 6 ResponderMais
LeBlanc_Fox

LeBlanc_Fox Ihh... surtei geral!
Eu acredito que não foi apenas um sonho, que o pai dela está vivo e se comunicou com S/n

Vocês não sabem o alívio que estou sentindo agora

Apesar de ter quase mim matado ameiiiiiii Miss

10/02/21 6 ResponderMais
•Leona•

•Leona• Miss como você consegue fazer um capítulo tão maravilhoso?

Hoje eu tava fazendo umas coisas e lembrei que hoje saía capítulo novo na hora bateu uma ansiedade misturada com medo que apareceu de novo quando eu comecei a ler, mas passou porque se tornou felicidade de ter encontrado o nosso pai apesar de que ele não tenha explicado muito, me deu um alívio saber mais o que estava acontecendo, eu realmente não consigo acreditar que aquilo era um sonho. A cada frase que se passava naquele hospital/manicômio eu só rezava pra sair de lá, e só agora que eu fui perceber que tem lugar pior que Olympia.

Eu acho que não se passou muito tempo, pois a Carmem disse que era para se preocupar se S/N foi eliminadx quando a Selena der o anúncio, e a Selena geralmente dá o anúncio um ou dois dias depois da prova. Então eu acho que S/N terminou a prova mais rápido porque os poderes delx aumentaram na hora desacordando Heitor. Depois eles prenderam e colocaram uma camisa de força nelx e levaram para o hospital. Nesse tempo eu imagino que os nossos amigos conseguiram terminar a prova e ir para cabana (eu espero) ou foram para o hospital. O capítulo passado e esse eu acho que se passa no mesmo dia então o dia inteiro, e S/N vai chegar em Eólia ou de manhã ou até mesmo bem de noite, tipo meia noite ou uma hora. Porque a Selena faz o anúncio antes do treino ou prova e geralmente eles começam ou de manhã ou lá para meio dia na minha cabeça. Eu imagino que ninguém contou o que a aconteceu com a gente para os nossos amigos porque eles são impedidos de falar sobre os outros competidores e principalmente sobre uma coisa como o que aconteceu com S/N que é mais séria, eles no mínimo podem ter dado uma dica. Mas acho que nossos amigos estão muito preocupados, devem ter ido no hospital para ver se a gente estava lá perguntado para Suzana (que eu acho que é a única pessoa que pode ter dado uma dica).

E quando eu chegar lá eu vou bater no Eric porque a macumba dele deu certo! Alguns capítulos atrás ele falou que não sabia o que ia acontecer com ele se algo acontece com S/N, mas a gente falou que isso não ia acontecer até a Laura falou, mas aconteceu, a gente pode não ter machucado apesar de ter tido risco de morte, mas acho que sumir do nada e ninguém falar o que aconteceu com a gente é uma coisa um tanto desesperadora. Já que não é exatamente a primeira vez que a gente desaparece sem avisar nossos amigos e ainda foi por menos tempo e Eric e Sam já desesperaram imagina como eles estão? Kkkk viajei na maionese.

10/02/21 4 ResponderMais
Luck C 😜👽🖖

Luck C 😜👽🖖 Ameiiiiii ♥️♥️♥️, ainda tô confuso, mais vou descobrir nós próximos episódios então é só esperar
🙃
Quer dizer ficar maluco esperando🤪

10/02/21 4 ResponderMais
Koku the Beginning

Koku the Beginning Perfeito

10/02/21 3 ResponderMais
Cancelar