ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 124

Incessável Inquietação

Publicado em 11/02/2021

Finalmente chega o momento de rever os amigos e descobrir se está tudo bem ou se há uma nova surpresa.

Continua depois da publicidade

Cena 1

Você estava dormindo tranquilamente quando acorda ao ouvir o som da voz do representante que chamava por seu nome.

- S/N! - Diz o representante.

- O que foi? - Você pergunta assustado(a) devido ao chamado repentino.

- Que sono pesado você tem, faz tanto tempo que estou te chamando - Ele diz.

- Meu corpo ainda está muito cansado por cauda dos remédios de diminuição de força - Você fala.

- Eu entendo, você vai passar um tempo se sentindo assim - Ele diz.

- Quanto tempo mais ou menos? - Você pergunta.

- Eu não faço a menor ideia pois isso difere por pessoa - Ele responde.

- Qual foi o período mais curto e o mais longo que você já viu? - Você pergunta.

- Já vi uma pessoa passar alguns dias com essa exaustão, mas também já vi uma pessoa passar meses com os poderes afetados - Ele responde.

- O quê? - Você pergunta sem acreditar na resposta.

- Sinto muito, não deveria ter falado - Ele responde.

- Não sei o motivo de eu ainda insistir em te perguntar as coisas, parece que você sempre tem uma resposta bem pessimista - Você fala.

- Eu sou sincero, você sabe disso, não faça perguntas que você não quer saber a resposta - Ele diz.

- É, acho que o problema é a minha curiosidade - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

- Mas qual é o motivo de você ter me acordado? - Você pergunta.

- Nós já chegamos, pode tirar sua venda - Ele responde.

- Que bom, já não aguentava mais - Você fala.

- Deve estar com saudades de seus amigos não é? - Ele pergunta.

- Sim, não vejo a hora de revê-los, preciso saber como eles estão - Você responde.

- Eu entendo, se distanciar durante uma prova abre espaço para pensar em tanta coisa - Ele diz.

- Você não faz ideia, estou tão preocupado(a) com eles - Você fala.

- Não se preocupe, tenho certeza que eles estão bem - Ele diz.

- Espero que sim, mas só vou ficar calmo(a) quando ter certeza que eles estão bem - Você fala.

- Os representantes que cuidam deles já me falaram que eles são ótimos - Ele diz.

- Então os representantes conversam entre si sobre os alunos? - Você pergunta.

- Mas é claro, mesmo sendo um trabalho, ainda somos humanos - Ele responde rindo.

- Espero que você diga coisas boas sobre mim - Você fala.

- Mas é claro - Ele diz rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

- Agora posso ir? - Você pergunta.

- Ainda não - O representante responde.

- Por que? - Você pergunta.

- Antes de você ir, temos que fazer algo - Ele responde.

- Como assim? - Você pergunta.

- Vamos comigo no hospital e lá irei te explicar mais - Ele responde.

- Não estou entendendo - Você fala.

- Você vai entender quando chegarmos aqui - Ele diz.

- Você está me assustando - Você fala.

- Não se preocupe, não é nada demais - Ele diz.

- Mas se não é nada demais, por que você não me diz logo? - Você pergunta.

- Porque não sou eu que tenho que falar - Ele responde.

- Tem alguém me esperando? - Você pergunta confuso(a).

- Tenha paciência que você vai descobrir - Ele responde rindo.

- Você e seus mistérios - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

Você e o representante saem do carro e caminham em direção ao hospital, você percebe que já era noite e a grande maioria dos alunos já estavam nas cabanas, você não conseguia parar de pensar em seus amigos, o que será que eles estavam pensando por causa da sua ausência? Será que tinha passado muito tempo desde a prova?

Seus pensamentos são interrompidos quando você chega no hospital e vê que uma enfermeira já os esperava.

- Boa noite - Diz a enfermeira.

- Boa noite - Vocês falam.

- Me acompanhem por favor - Ela diz e começa a andar.

Você e o representante seguem a enfermeira pelo corredor até finalmente chegar em um quarto comum de hospital, ela pede para que você se sente na maca e o representante se senta em uma poltrona ao lado da cama, depois de um tempo, a enfermeira se despede e sai.

- O que estamos fazendo aqui? - Você pergunta confuso(a).

- Calma, você já vai descobrir - Ele responde.

- Vou fazer mais exames? - Você pergunta.

- Eu acho que não - Ele responde.

- Acha? - Você pergunta.

- Eu não tenho certeza e não quero mentir - Ele responde.

- Tá bom então - Você dá um suspiro de impaciência.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

Alguns minutos depois, finalmente a porta se abre e você se surpreende ao ver Suzana entrando, ela sorria, mas parecia ter uma expressão preocupada.

- Olá S/N - Diz Suzana.

- Suzana? - Você pergunta sem acreditar - Você responde.

- Como você está? - Ela pergunta.

- Estou bem e você? - Você pergunta.

- Estou bem e muito feliz em te ver - Ela responde.

- Não esperava te ver - Você fala.

- Você está sentindo algo? - Ela pergunta enquanto examinava seu braço.

- Apenas cansaço - Você responde.

- O representante já explicou que isso é normal? - Ela pergunta.

- Sim, mas você sabe quanto tempo isso vai durar? - Você pergunta.

- Isso depende de cada pessoa, mas recebi a informação que você tem muita força, então não deve demorar muito - Ela responde.

- Espero que não demore - Você fala.

- Não se preocupe, você é forte por natureza, não é o poder que te define - Ela diz.

- É, mas eles são de grande ajuda - Você fala.

- Eu sei, quando você menos esperar, eles estarão de volta - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

- Suzana, o que estou fazendo aqui? - Você pergunta.

- Os superiores pediram para que eu falasse com você - Suzana responde.

- Sobre o que? - Você pergunta.

- Você sabe que foi para um lugar que não é comum - Ela responde.

- Eu sei disso - Você fala.

- E você sabe que foi para um tipo de julgamento né? - Ela pergunta.

- Eu sei - Você responde.

- É um tipo mais leve de julgamento, mas não deixa de ser um - Ela diz.

- Existe uma forma ainda pior? - Você pergunta.

- Você não faz ideia - O representante responde.

- E nem tenho vontade de saber - Você fala.

- É bom mesmo não querer saber pois o outro julgamento não tem a benevolência dos deuses - Suzana diz.

- Eu imagino - Você fala.

- O que você passou ainda é leve para o julgamento verdadeiro - O representante diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

- Mas sobre o que você quer falar comigo? - Você pergunta.

- Primeiro, eu quero que você tome muito cuidado, não faça nada que possa ser mal entendido e tente não se estressar por qualquer coisa - Suzana responde.

- É difícil não me estressar nesse lugar, mas prometo que vou tentar - Você fala.

- Você não pode simplesmente tentar, tem que conseguir pois eles vão estar de olho em você e não sei se eles vão perdoar um novo erro - Ela diz.

- Eu sei disso - Você fala.

- Tente não se estressar e nem ficar muito triste, assim não terá tantas alterações em seus poderes, o medo também pode ser perigoso - Ela diz.

- Certo, vou me controlar - Você fala.

- Também é preciso falar de algo importante sobre o que aconteceu - Ela diz.

- O quê? - Você pergunta.

- Você pode contar para as pessoas que você teve um descontrole de seus poderes e que foi levado(a) para que eles fossem controlados, mas nada mais que isso - Ela responde.

- Isso é sério? Eu não posso falar tudo o que passei? - Você pergunta.

- Não, esse é o tipo de informação que não pode ser compartilhada - Ela responde.

- Mas tem um motivo para isso? - Você pergunta.

- São regras, se você falar mais do que deveria, haverá consequências - Ela responde.

- Isso é uma ameaça? - Você pergunta.

- Não da minha parte, mas é uma ameaça dos superiores - Ela responde.

- Isso é ridículo - Você fala.

- São ordens, eu apenas sigo, agora me deixe colocar curativos nessas marcas em seu braço para que seus amigos não desconfiem de nada - Ela diz.

- Certo, se é o jeito, vou ter que seguir - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

Depois de passar algum tipo de medicamentos e colocar curativos em seus machucados por causa das agulhas, Suzana se despede de você e você é liberado(a) para ir embora para sua cabana.

O representante te acompanha até a saída do hospital, totalmente em silêncio, algo que não era comum.

- Você não vai me falar nada sobre o que aconteceu? - Você pergunta.

- Sinto muito S/N, como a Suzana disse, são ordens que devem ser seguidas - Ele responde.

- Mas há um motivo para que os alunos não saibam daquele lugar? - Você pergunta.

- É uma área restrita que deve se manter em segredo - Ele responde.

- Mas por que tem que ser segredo? - Você pergunta.

- Pode insistir o quanto quiser, eu não posso falar - Ele responde.

- Certo, vou aceitar isso - Você fala.

- Obrigado por entender - Ele diz.

- Mas e sobre o tal julgamento? Pode falar algo? - Você pergunta.

- Também não posso falar nada - Ele responde.

- Nossa, hoje você está cheio de enigmas - Você fala frustrado(a).

- São ordens, sinto que já falo mais com você do que deveria - Ele diz.

- É, acho que você me acostumou mal - Você fala rindo.

- Sim, agora você quer explicação para tudo - Ele diz.

- A culpa é sua - Você fala rindo.

- Mas agora, até a próxima prova - Ele diz.

- Até - Você fala.

- Tente não se meter em nenhuma confusão - Diz o representante.

- Não se preocupe, eu vou me controlar - Você fala.

- É bom mesmo, não quero te levar para o seu julgamento - Ele diz rindo.

- Isso nunca vai acontecer - Você fala.

- Eu espero que não, mas não se preocupe, estarei ao seu lado em qualquer situação - Ele diz.

- Obrigado(a), isso significa muito para mim - Você fala.

- Se cuida criança - Ele diz.

- Você também - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

Assim que você se despede do representante, começa a caminhar até a cabana para encontrar seus amigos, infelizmente, devido a exaustão, não podia correr, então apenas caminhou o mais rápido que podia para chegar lá.

Você já tinha passado por tanta coisa, tanto sofrimento, não queria ter que lidar com mais nenhuma tristeza por agora, então tudo o que mais torcia era para que todos os seus amigos estivessem na cabana e em bom estado.

Assim que chega na porta da cabana, você respira fundo e então cria coragem para abrir a porta e no mesmo instante é surpreendido(a) por Laura que pula em seus braços com muita alegria.

- S/N, que felicidade - Ela diz ainda te abraçando.

- Que bom te ver - Você fala.

- Eu estava com tanto medo de algo acontecer com você - Ela diz e você percebe que a voz dela parecia embargada como se estivesse segurando o choro.

- Não se preocupe, está tudo bem - Você fala.

- Laura, deixa eu abraçar S/N também - Você ouve a voz de Sam.

- Ai Sam desculpa, estava tão preocupada - Ela diz se afastando e secando as lágrimas do rosto.

- Como você está? - Sam pergunta assim que te abraça.

- Estou bem e você? - Você pergunta.

- Bem, mas melhor agora em saber que você está bem - Sam responde e te abraça ainda mais forte.

- Também me sinto melhor em ver que vocês estão bem - Você diz.

- Como foi a prova? - Sam pergunta assim que se solta do abraço.

Continua depois da publicidade
  • Até que foi fácil
  • Bem difícil
  • Foi divertida

Cena 10

- E o que vocês acharam? - Você pergunta.

- Eu achei horrível, achei que iria morrer - Sam responde.

- Eu amei porque estava com saudade de usar meus poderes - Laura responde.

- Foi o que você precisava para melhorar sua confiança? - Você pergunta.

- Sim, até mais do que eu precisava - Laura responde.

- Que notícia boa - Você fala.

- Mas onde está o Eric? - Você pergunta olhando ao redor.

- Ele está no hospital - Laura responde.

- O quê? O que aconteceu? - Você pergunta já em desespero.

- Calma, não é nada, não se preocupe - Sam responde.

- Como assim? - Você pergunta.

- O Eric está bem e conseguiu ir bem na prova - Sam responde.

- E por que ele está no hospital? - Você pergunta.

- Ele vai dormir no hospital para fazer companhia a Maitê - Laura responde.

- Por que? - Você pergunta.

- A Maitê se machucou feio durante a prova - Laura responde.

- Isso é sério? - Você pergunta.

- Sim, o Eric resolveu fazer companhia para ela para que ela não ficasse sozinha - Laura responde.

- Não querendo ser pessimista, mas acho que talvez ela seja eliminada - Sam diz.

- Não acredito - Você fala.

- Sim, já se passaram dois dias depois da prova e acho que a Selena já deve falar as eliminações amanhã - Sam diz.

- Dois dias? - Você pergunta.

- Sim, se você não aparecesse até amanhã, nós iríamos achar que você iria ser eliminado(a) - Laura responde.

- Nossa, não sabia que fazia tanto tempo - Você fala.

- Mas onde você estava? - Sam pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Nem eu sei
  • Não posso falar

Cena 11

- O que aconteceu? - Sam pergunta.

- Ninguém falou nada? - Você pergunta.

- Não, nós procuramos por informações, mas ninguém nos disse nada - Laura responde.

- O Eric ficou tão mal, ele está dormindo no hospital não só por causa da Maitê, mas também porque está esperando por notícias suas - Sam diz.

- Não queria fazer vocês passarem por isso - Você fala.

- Nós ficamos desesperados, mas ver que você está bem está fazendo tudo valer a pena - Laura diz.

- Laura, chega de choro, você já foi mais forte - Você fala rindo.

- Desculpa, mas eu não consigo, estava tão preocupada, não sabia se você tinha sido eliminado(a) ou se você tinha se machucado gravemente - Laura diz.

- Eu entendo, dois dias é muita coisa - Você fala.

- Mas você não vai nos explicar nada? - Sam pergunta.

- Durante a prova, eu acabei perdendo o controle dos meus poderes, então eles tiveram que me retirar para conseguir me controlar para que eu não destruísse tudo ao meu redor - Você responde.

- Não acredito - Diz Sam com uma expressão surpresa.

- É, nem eu acredito até agora - Você fala.

- Mas isso te afetou na prova? - Laura pergunta.

- Eu não faço ideia - Você responde.

- Então você ainda corre risco? - Sam pergunta.

- Sim, eu posso ser eliminado(a) amanhã - Você responde.

- Não é possível - Laura fala.

- É, pelo jeito amanhã teremos que lidar com muitas eliminações - Sam diz

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
ѕєяgιинο🏳️‍🌈

ѕєяgιинο🏳️‍🌈 Capítulo maravilhoso💗💗💗💗💗

Eu amo uma de S/N com um certo representante!!! Eles tem que ter algum tipo de ligação além da de aluno/representante!!!

Gente... Eu me iludi com um abraço! UM ABRAÇO!!! Tá, o que o Sam falou também ajudou a né iludir, mas po*ra! É impossível não se iludir com o Sam!

Nesse reencontro só faltou o Eric, mas dá pra entender. Acho que S/N faria o mesmo que o Eric tá fazendo pela Maitê. E do jeito que ele é, vai fazer uma festa quando ver S/N de volta na cabana e depois vai encher ele de perguntas.

11/02/21 22 ResponderMais
Karla ♡

Karla ♡ A relação da S/n com o representante é tão boa,a curiosidade dela(e) de saber as coisas,e ele as vezes respondendo com uma resposta "negativa" ou falando que não pode por causa dos Deuses

É bom saber que os representantes gostam de se reunir no fim do dia e fofocar sobre os alunos

Acho que os superiores poderia deixar ela apenas falar a verdade pras pessoas que "moram" com ela na cabana(Eric,Laura e Sam)

Finalmente rolou o reencontro(só faltou o Eric),e tô toda iludida aqui por causa de UM abraço

Não vejo a hora do Eric se reencontrar com a S/n e a Selena anunciando os eliminados(onde provavelmente Maitê irá sair)e S/N ficando(já que os Deuses vão aproveitar já que ela(e) é a mais forte de todos)

11/02/21 13 ResponderMais
LeBlanc_Fox

LeBlanc_Fox Ai que emoção!
Quando Sam abraçou S/n eu fiquei, e ainda estou com um sorrisinho no rosto.

Quero ver o reencontro com Eric.

E será que Taylor está preocupado(a)? Só pra saber mesmo...

Amei Miss

11/02/21 8 ResponderMais
Luck C 😜👽🖖

Luck C 😜👽🖖 Espero não ser eliminado, mas se eu for, REBELIÃO REBELIÃO REBELIÃO REBELIÃO REBELIÃO, REBELDE EM AÇÃO REBELDE EN AÇÃO!!!!

11/02/21 7 ResponderMais
Lynn

Lynn É triste não poder contar para meus amigos a verdade do que aconteceu mas fazer oq neh agora a conversa que tive com meu pai me fez lembrar numa teoria que pensei no início dessa web fic que tanto meu pai como os guerreiros que lutaram com ele naquela última batalha não morreram(no caso alguns) e moram em algum lugar escondido pelos deuses para não contarem o motivo real da guerra mas também serem usados como um tipo de "arma" caso seja preciso

11/02/21 6 ResponderMais
Juliaッ

Juliaッ Pftooo ah é tão linda a relação s/n e representante e tô curiosa pra saber sobre o(a) Taylor se ficou preocupado(a)

11/02/21 6 ResponderMais
iGhoul Kaneki

iGhoul Kaneki Capítulo Perfect Moça ✨,amei,te amo e amo sua fic moça :3

11/02/21 4 ResponderMais
Koku the Beginning

Koku the Beginning Perfeito

11/02/21 3 ResponderMais
NicF

NicF Cheguei kkk vou ler agr

11/02/21 3 ResponderMais
Solar

Solar Eu tô chateada com o Taylor porém não surpresa

11/02/21 2 ResponderMais
Cancelar