ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 132

Floresta a dentro

Publicado em 27/02/2021

Chega o momento de mais uma prova e qual será a surpresa que ela lhe reserva?

Continua depois da publicidade

Cena 1

Você estava ainda no carro tentando absorver a novidade de que já estaria indo para uma nova prova pois nem fazia muito tempo desde a última que tinha feito e já tinha que lidar com uma nova prova e principalmente com novas emoções e possíveis sofrimentos que viram juntos.

Será que todas a provas seriam assim uma atrás da outra? Pois se fosse dessa forma, seria ainda mais difícil para todos já que não haveria muito tempo para poder descansar e se preparar para a próxima prova. Você não conseguia decidir se tinha mais medo do que poderia acontecer com você ou com o que poderia acontecer com seus amigos já que todos estariam em perigo com essa nova dinâmica da competição.

Você e seus amigos estavam lidando com tudo o que acontecia na competição, sem contar que ainda tinha o problema de ter que lidar que todos já haviam passado por problemas que os levaram até o hospital. Suas preocupação era maior em relação a Eric pois ele sempre foi o que mais teve problemas nas provas, mas Sam e até mesmo Laura já haviam sofrido com problemas graves, então mesmo querendo evitar, era impossível não se preocupar com eles.

Você percebia que já estava começando a se preocupar mais do que deveria, então tentou limpar seus pensamentos para esquecer disso pois não queria correr o risco de ter que lidar novamente com o problema de perder o controle sobre seus poderes já que não fazia a menor ideia de qual tipo de prova lhe aguardava.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Você ainda tentava controlar suas preocupações quando seus pensamentos são interrompidos pela voz do representante.

- S/N? - Diz o representante.

- Oi - Você fala.

- Já pode tirar sua venda, estamos chegando - Ele diz.

- É sério? - Você pergunta.

- Sim, pode acordar - Ele responde.

- Onde estamos? - Você pergunta assim que tira a venda.

- Sempre ansioso(a) não é? - Ele pergunta rindo.

- Claro que sim, achei que você já tinha acostumado - Você responde rindo.

- Verdade, não sei o motivo de ainda me surpreender - Ele fala e ri.

- Estamos novamente na floresta? - Você pergunta olhando pela janela.

- Sim, essa floresta é um personagem importante em Eólia - Ele responde.

- Eu percebi, ela é tão misteriosa quanto o resto - Você diz.

- Para uma competição tão importante assim não poderia ser qualquer floresta - Ele fala rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Finalmente o carro estaciona e vocês saem para poder olhar melhor, a floresta era exatamente a mesma da última prova, o que lhe causa uma enorme confusão, será que teria uma nova prova no mesmo lugar?

- Outra prova aqui? - Você pergunta.

- Sim - Ele responde.

- Esperava um novo lugar - Você fala.

- O deus ou deusa responsável por essa prova ama esse lugar, não havia como ser em outro - Diz o representante.

- Você não pode falar quem é? - Você pergunta.

- Claro que não, tenho amor ao meu emprego - Ele responde rindo.

- Nem uma dica? - Você pergunta.

- Eu já dei a dica, ele ou ela ama a natureza - Ele responde rindo.

- Não pode nem dizer se é um homem ou mulher? - Você pergunta.

- Não, meus superiores foram bem claros que os alunos só vão descobrir o deus ou a deusa sozinhos - Ele responde.

- Que chato - Você fala.

- Sinto muito, mas são ordens - Ele diz.

- Tudo bem, eu entendo, não quero te prejudicar - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

- Vamos começar a prova? - O representante pergunta.

- Sim, vamos logo que estou ansioso(a) - Você responde.

- Ótimo, então vou te explicar - Ele diz.

- Certo - Você fala.

- Não é uma prova muito difícil e sei que você vai conseguir, então não se preocupe, mas cuidado para não se machucar - Ele diz.

- Pode deixar, vou me cuidar - Você fala.

- Certo, você irá entrar na floresta e terá que encontrar a rosa dourada e voltar aqui - Ele diz.

- Rosa dourada? - Você pergunta.

- Sim, por ser dourada, acredito que será fácil de ser encontrada, mas é preciso atenção pois mesmo sendo uma cor chamativa, não é algo muito grande - Ele responde.

- Tudo bem - Você fala.

- Tome muito cuidado, essa floresta é especial de formas bem únicas, então ela pode ser bem perigosa - Ele diz.

- Eu sei disso - Você fala.

- Vá e volte em segurança que estarei aqui te esperando - Ele diz.

- Certo, até depois - Você fala.

- Até e boa sorte - Ele diz.

- Obrigado(a) - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

Você se despede do representante e começa a caminhar para dentro da floresta, de longe a floresta parecia a mesma de sempre que você já estava acostumado(a), porém, quando você entrou, sentiu que havia algo de diferente. A floresta estava ainda mais densa e difícil de se passar, sem contar que parecia haver ainda mais plantas e árvores.

Enquanto caminhava floresta a dentro, você tinha que tomar muito cuidado pois além de ter alguns insetos que você nunca havia visto em toda a sua vida, também tinha que lidar com algumas plantas que tinham folhas tão afiadas quanto lâminas.

Ás vezes você escutava algo como se a floresta sussurrasse algo para você, que era impossível de entender, mas mesmo assim conseguia causar uma enorme agonia e principalmente um arrepio que percorria por todo o seu corpo.

Você já caminhava a um certo tempo porém já estava começando a se estressar com a situação pois mesmo andando a tanto tempo, parecia que apenas andava em círculos e não percebia nenhuma evolução em seu caminho, era frustrante ter que lidar com uma situação como aquela.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

Depois de andar por um tempo, você já estava se sentindo bem frustrado(a) por já ter tantos cortes em sua pele por causa das plantas e mesmo assim não ver nenhum sinal da tal rosa dourada que o representante já havia falado.

Outra coisa que já estava dando nos nervos era o tal sussurro estranho que não parava de nenhuma forma, aquilo lhe causava um sentimento tão ruim, mas infelizmente não havia nada a ser feito.

Enquanto caminha pela densa floresta, você começa a sentir um cheiro doce e você se sente tão atraído(a) com aquele perfume que vai em direção a ele. Parecia que você tinha perdido o controle sobre seu corpo e apenas queria seguir o aroma delicioso que estava sendo isolado.

Assim que começou a ir em direção ao perfume, você viu uma moça que estava sentada no chão e encostada em uma árvore enquanto preparava uma cesta de flores. Ela era muito bonita, tinha um enorme cabelo ruivo e olhos bem verdes, usava uma roupa como se fosse de folhas e pétalas de flores.

- Olá meu amor - Ela diz sorridente.

- O-oi - Você fala sem entender.

- Se aproxime, não vou lhe machucar - Ela diz fazendo um sinal com a mão para que você chegasse mais perto.

- Tudo bem - Você fala e começa a caminhar lentamente em direção a ela.

- Como você se chama? - Ela pergunta.

- Eu sou S/N - Você responde.

- Muito prazer S/N, eu sou Íris - Ela diz com um enorme sorriso.

- O prazer é meu - Você fala.

- A qual Casta pertence? - Ela pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Zeus
  • Poseidon
  • Ártemis
  • Ares
  • Afrodite
  • Atena
  • Apolo
  • Dionísio
  • Deméter
  • Hera
  • Hermes
  • Hefesto

Cena 7

- É uma Casta bem interessante - Íris diz enquanto ela te analisava.

- E qual é a sua? - Você pergunta.

- Você sabe muito bem que não posso falar - Ela responde.

- Entendo - Você fala.

- Você está aqui atrás da rosa? - Ela pergunta.

- Sim, você sabe como posso encontrá-la? - Você pergunta.

- Eu sei e estou aqui para te ajudar com isso - Ela responde.

- É sério? - Você pergunta sem acreditar.

- Sim, será um prazer - Ela responde.

- Então o que devo fazer para encontrar a rosa? - Você pergunta.

- Eu irei indicar dois caminhos para você chegar a flor - Ela responde.

- Dois caminhos? - Você pergunta sem entender.

- Sim, escolha um dos caminhos: Você prefere ir pelas árvores ou pelo solo? - Ela pergunta com uma expressão curiosa.

Continua depois da publicidade
  • Vou pelo solo
  • Vou pelas árvores

Cena 8

- É uma ótima escolha - Diz Íris.

- É a certa? - Você pergunta.

- Isso você irá descobrir sozinho(a) - Ela responde sorrindo.

- Você não pode dizer nada? - Você pergunta.

- Infelizmente não posso dar muitos detalhes, mas é só seguir o caminho que irá encontrar a bela e rara flor dourada - Ela responde.

- Certo - Você diz.

- Você irá seguir nessa direção - Ela diz apontando o caminho - Não importa o que aconteça, se mantenha nessa direção e vá reto, não pegue atalhos e não faça desvios.

- Sim senhora - Você fala.

- Mas tome muito cuidado, a floresta pode ser bem impiedosa - Ela diz.

- Certo, obrigado(a) por me ajudar - Você fala.

- Foi um prazer e espero que a benevolência dos deuses caia sobre você - Ela diz.

- Obrigado(a) - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

- É uma ótima escolha - Diz Íris.

- É a certa? - Você pergunta.

- Isso você irá descobrir sozinho(a) - Ela responde sorrindo.

- Você não pode dizer nada? - Você pergunta.

- Infelizmente não posso dar muitos detalhes, mas é só seguir o caminho que irá encontrar a bela e rara flor dourada - Ela responde.

- Certo - Você diz.

- Você irá subir nessa árvore - Ela diz apontando o para árvore a direita - Não importa o que aconteça, se mantenha nessa direção e vá reto, não pegue atalhos e não faça desvios.

- Não é muito perigoso? - Você pergunta enquanto olhava o tamanho da árvore.

- Pode parecer difícil escalar a árvore, mas depois que você subir, irá perceber que será mais fácil de pular entre uma árvore e outra do que pensa - Ela responde.

- Sim senhora - Você fala.

- Mas tome muito cuidado, a floresta pode ser bem impiedosa - Ela diz.

- Certo, obrigado(a) por me ajudar - Você fala.

- Foi um prazer e espero que a benevolência dos deuses caia sobre você - Ela diz.

- Obrigado(a) - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Você se despede da tal Ísis, respira bem fundo para unir sua coragem e então começa a caminhar na direção do caminho que ela havia mostrado, mesmo com um certo receio de estar sendo enganado(a), você começa a caminhar pois pelo menos iria sair do lugar já que estava sentindo que anda em círculos naquela floresta.

O caminho que ela sugeriu parecia muito com os outros que você já tinha passado, mas agora você olhava para todos os cantos com muito cuidado e também com muita atenção pois já imaginava que algo poderia acontecer a qualquer momento.

Seus braços e suas pernas já sangravam devido ao cortes que tinha sofrido devido as plantas cortantes, mas felizmente ainda estava bem com sua energia e se nada muito grave acontecesse, você iria conseguir terminar a prova sem muita dificuldade.

Enquanto caminhava pela floresta, você começa a ouvir um som muito forte como se fosse de algo bem pesado batendo contra o chão e assim que olha para trás, vê algo como se fosse um golem de madeira que corria em sua direção, o que lhe fez se desesperar.

O que você faz?

Continua depois da publicidade
  • Correr do golem
  • Enfrentar o golem

Cena 11

Você sabia que iria perder muito tempo se tivesse que enfrentar o golem, sem contar que seria um gasto de energia desnecessário, então apenas decide começar a correr dele, mas tendo muita atenção para não sair do caminho que Íris havia dito que era o certo.

O golem de madeira era bem mais rápido do que você imaginava e parecia que ele não iria desistir tão cedo de te pegar, então você tinha que acelerar ainda mais se não ele iria conseguir te esmagar como se fosse um mosquito.

Você já estava ficando bem cansado(a) de tanto correr, mas sabia que não podia parar, então durante a corrida, você percebe que começa a perder a força e que não estava mais saindo do lugar e sentia que estava AFUNDANDO?

Ao olhar para o baixo, você percebeu que o solo tinha ficado diferente e você estava em um tipo de areia movediça, o que lhe causava um enorme desespero para conseguir sair, porém quanto mais se movia, mais percebia que começava a se afundar.

Você olhou para trás e viu que o golem apenas te observava, ele sabia que não valia a pena entrar na areia pois teria um péssimo final já que por ser ainda mais pesado, ele iria afundar com uma enorme facilidade.

Conforme você afundava cada vez mais naquela areia movediça, mais o desespero aumentava e você se sentia sem saída já que não via nenhuma forma de conseguir sair daquele lugar. Você tinha lutado tanto durante essa competição, não conseguia acreditar que uma simples areia movediça iria destruir tudo o que você construiu, era humilhante.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

Você já estava começando a ficar sem forças de tanto tentar sair daquela pesada areia movediça onde seu corpo estava soterrado até o peito, seus braços já estavam perdendo a força para conseguir se mexer.

Ao olhar para trás, você percebe que o golem já tinha ido pois ele tinha desistido de tentar te pegar, até ele já sabia que o seu fim estava tão próximo que já nem valia mais a pena arriscar a vida dele para te pegar sendo que a areia movediça já tinha feito o trabalho.

Estar preso(a) naquela areia era muito frustrante pois cada movimento que você fazia acelerava ainda mais seu afundamento, porém se não se movesse, iria afundar de qualquer forma.

Quando já estava perdendo a esperanças e se dando por vencido, você viu algo como um tipo de cipó que estava em uma árvore, ele estava bem alto e não seria fácil conseguir pegá-lo, mas você resolveu tentar já que era sua última chance antes da derrota.

Você reúne todas as poucas forças que já tinha em seu corpo para conseguir se impulsionar e assim chegar ao cipó. Você respira bem fundo, ergue seus braços e se joga o mais forte que consegue e felizmente consegue se agarrar no cipó.

Assim que segurou o cipó, você começa a escalá-lo para tirar o resto de seu corpo que ainda estava dentro da areia movediça, então assim que consegue tirar todo o seu corpo, você começa a se forçar para conseguir pular para a parte do solo que parecia ser firme, não iria ser uma tarefa fácil, mas era a única forma de passar por aquilo.

Depois de pegar um bom impulso, você pula e consegue acertar o solo firme, a aterrissagem não foi uma das melhores e você acabou machucando seu braço na queda, mas pelo menos estava bem.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

Você já imaginava que aquele golem não iria te deixar em paz nem tão cedo e iria atrapalhar muito na realização da sua prova, então você decidiu enfrentá-lo para conseguir se livrar dele o mais rápido possível.

Infelizmente você estava sem nenhuma arma e tinha apenas uma pequena adaga que tinha conseguido levar escondido, ela não era a melhor escolha para enfrentar um golem de madeira tão alto e forte, mas era a única coisa que você tinha no momento.

Você respira fundo e espera ele se aproximar bem de você, então começa a brigar com ele, uma luta bem difícil já que ele era bem mais rápido do que você esperava.

A luta com o golem não estava sendo fácil e você nem fazia ideia qual seria o ponto fraco dele para conseguir acabar com a luta, será que seria arrancar a cabeça? Será que seria o coração? Será que poderia ser outra parte? As possibilidades eram tantas que lhe causava confusão, então a melhor forma era testar todas.

Você já estava bem cansado(a) por ter que fazer tanto esforço para lutar contra aquele ser que parecia ter o triplo de sua altura, sem contar que ele conseguia acertar golpes em você que causavam muitos machucados.

Finalmente, após uma luta bem difícil, você consegue acertar a adaga no golem fazendo com que ele perca a cabeça e no mesmo momento ele cai no chão. Você ficou um tempo sentado(a) no chão para descansar pois tinha machucado o braço na queda.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 14

Você se despede da tal Ísis, respira bem fundo para unir sua coragem e então começa a subir a tal árvore que ela havia mostrado, mesmo com um certo receio de estar sendo enganado(a), você começa a subir pois pelo menos iria sair do lugar já que estava sentindo que andava em círculos naquela floresta.

O caminho pelas árvores que ela sugeriu parecia muito com os outros que você já tinha passado, mas agora você olhava para todos os cantos com muito cuidado e também com muita atenção pois já imaginava que algo poderia acontecer a qualquer momento.

Seus braços e suas pernas já sangravam devido ao cortes que tinha sofrido devido as plantas cortantes, mas felizmente ainda estava bem com sua energia e se nada muito grave acontecesse, você iria conseguir terminar a prova sem muita dificuldade.

Enquanto pulava entre uma árvore e outra com a ajuda de alguns cipós que tinham nas árvores, você sofria um pouco devido a dificuldade e por nunca ter feito aquilo em sua vida, mas até que estava começando a pegar jeito na situação.

Porém durante os pulos que você dava, você viu uma enorme Harpia que estava em uma das árvores, no mesmo momento ela percebe sua presença e começa a voar em sua direção com muita velocidade, você se assusta com o ataque inesperado, mas sabia que tinha que fazer algo.

O que você faz?

Continua depois da publicidade
  • Enfrentar a Harpia
  • Fugir da Harpia

Cena 15

Você já imaginava que aquela harpia não iria te deixar em paz nem tão cedo e iria atrapalhar muito na realização da sua prova, então você decidiu enfrentá-la para conseguir se livrar dela o mais rápido possível.

Infelizmente você estava sem nenhuma arma e tinha apenas uma pequena adaga que tinha conseguido levar escondido, ela não era a melhor escolha para enfrentar uma harpia tão alta e forte, mas era a única coisa que você tinha no momento.

Você respira fundo e espera ela se aproximar bem de você, então começa a brigar com ela, uma luta bem difícil já que ela era bem mais rápido do que você esperava.

A luta com a harpia não estava sendo fácil e você nem fazia ideia qual seria o ponto fraco dela para conseguir acabar com a luta, será que seria arrancar a cabeça? Será que seria o coração? Será que poderia ser outra parte? As possibilidades eram tantas que lhe causava confusão, então a melhor forma era testar todas.

Você já estava bem cansado(a) por ter que fazer tanto esforço para lutar contra aquele ser inteligente e ágil, sem contar que ela conseguia acertar golpes em você que causavam muitos machucados.

Finalmente, após uma luta bem difícil, você consegue acertar a adaga na harpia fazendo com que ela perca a cabeça e no mesmo momento ela cai no chão. Você ficou um tempo sentado(a) no galho da árvore para descansar pois tinha se machucado por causa das garras da harpia.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 16

Você sabia que iria perder muito tempo se tivesse que enfrentar aquela harpia, sem contar que seria um gasto de energia desnecessário, então apenas decide começar a fugir dela, mas tendo muita atenção para não cair do caminho que Íris havia dito que era o certo.

A harpia era bem mais rápida do que você imaginava e parecia que ela não iria desistir tão cedo de te pegar, então você tinha que acelerar ainda mais, se não ela iria conseguir te esmagar como se fosse um mosquito.

Você já estava ficando bem cansado(a) de tanto pular entre as árvores, mas sabia que não podia parar, então durante a corrida, você percebe que começa a perder a força e que não estava mais saindo do lugar e sentia que estava sendo PRESO(A)?

Ao olhar para o baixo, você percebeu que os cipós começavam a te enrolar como uma cobra em todo o seu corpo, o que lhe causava um enorme desespero para conseguir sair, porém sem sucesso para fugir daquele cipó cheio de espinhos.

Você olhou para trás e viu que a harpia apenas te observava, ela sabia que não valia a pena se intrometer na situação pois teria um péssimo final já que ela também poderia ser pega pela mesma armadilha.

Conforme o cipó subia em seu corpo e lhe apertava com ainda mais força, mais o desespero aumentava e você se sentia sem saída já que não via nenhuma forma de conseguir sair daquela situação. Você tinha lutado tanto durante essa competição, não conseguia acreditar que um simples cipó iria destruir tudo o que você construiu, era humilhante.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 17

Você já estava começando a ficar sem forças de tanto tentar sair daquele cipó que já lhe prendia até o peito, seus braços já estavam perdendo a força para conseguir se mexer e a dor dos espinhos piorava tudo.

Ao olhar para trás, você percebe que a harpia já tinha ido pois ela tinha desistido de tentar te pegar, até ela já sabia que o seu fim estava tão próximo que já nem valia mais a pena arriscar a vida dela para te pegar sendo que o cipó já tinha feito o trabalho.

Estar preso(a) naquele cipó era muito desesperador pois além de prender seus movimentos, ela também lhe apertava, o que lhe causava uma enorme dificuldade para respirar.

Quando já estava perdendo a esperanças e se dando por vencido, você viu algo como uma presa de um animal bem grande que estava presa, ela estava um pouco longe e não seria fácil conseguir pegá-la, mas você resolveu tentar já que era sua última chance antes da derrota.

Você reúne todas as poucas forças que já tinha em seu corpo para conseguir se impulsionar e assim chegar a presa. Você respira bem fundo e estende os seus braços o mais longe que consegue, algo que doía muito pois sentia os espinhos arranharem toda a sua pele, mas felizmente consegue agarrar a presa.

Assim que agarra a presa, você começa a cortar o cipó já que ela bem afiada, não era algo fácil pois cipó era bem duro, mas depois de muito sofrimento, você consegue começar a cortá-lo, não iria ser uma tarefa fácil, mas era a única forma de sair daquilo.

Após um bom tempo, você finalmente consegue sair daquele cipó, claro com a pele cheia de gosma devido ao cipó e com o braço muito machucado por causa dos espinhos, mas pelo menos estava vivo(a)

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 18

Você estava bem machucado(a), mas não iria se dar por vencido e continuou caminhando em busca da tal flor dourada que cada vez mais parecia impossível de encontrar.

O parte de você já não aguentava mais aquela prova e estava com raiva por ter acreditado na tal Ísis pois tudo indicava que ela não te ajudou e sim resolveu fazer uma brincadeira já que antes de encontrá-la, você não tinha encontrado nada que colocasse sua vida em risco.

Você se movimentava com dificuldade devido aos machucados que tinha por todo o corpo, sem contar que lutava contra o cansaço até que viu algo que brilhava e chamava sua atenção em um arbusto, ao olhar melhor você percebe que era uma linda rosa dourada.

Você foi em direção a rosa e ficou a admirando pois nunca tinha visto algo do tipo, ela era realmente muito bonita e de deixar qualquer um encantado, você ficou tão feliz pois finalmente iria poder ir embora daquele lugar, então pegou a rosa com muito cuidado e colocou na pequena bolsa que carregava.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 19

Imagem da cena

Assim que você retira a rosa dourada do arbusto, você vê algo como um pó verde por todo o canto e no mesmo momento sente um gosto amargo em sua boca e então sente o solo tremer e você cai em algo que parecia um buraco que estava cheio de sanguessugas.

Você sentiu muita dor por ter caído de mal jeito naquele buraco, mas entrou em desespero ao ver que todas as sanguessugas estavam sobre o seu corpo e sugavam o seu sangue, além de sentir que seus poderes estavam ficando enfraquecidos.

Você sabia que tinha fazer algo para conseguir sair dali se não iria acabar morrendo por ter seu sangue e também o seu poder todo drenado, mas o que poderia fazer em uma situação como aquela onde estava tão machucado(a)?

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 20

Você sabia que não tinha muitas forças para conseguir lutar ou usar seus poderes, então se levanta com muita dificuldade e começa a sair do buraco com o corpo cheio de sanguessugas.

Assim que sai do buraco, você continua andando com muita dificuldade pela floresta indo em direção ao lugar que você achava que o representante estava. Caminhar se tornava cada vez mais difícil pois aquelas sanguessugas estavam se alimentando de você, era assustador que mesmo se mexendo e passando pelas plantas com folhas cortantes não eram o bastante para derrubá-las.

Você já estava quase desmaiando por ter toda a sua força sendo drenada e torcia muito para que mais nada acontecesse pois sabia que não iria conseguir se defender e iria acabar morrendo ali mesmo naquela floresta.

Quando já estava começando a perder as esperanças de sair daquele lugar, você viu uma luz clara e percebe que era o carro do representante. Ele tinha uma expressão de espanto ao ver sua situação.

- S/N! - Ele diz correndo em sua direção.

- Oi - Você fala.

- Eu vou te ajudar - Ele diz tirando do bolso um spray.

- O que é isso? - Você pergunta.

- Ele vai tirar elas do seu corpo - Ele responde e aplica o produto em você que causa um alívio imediato quando elas começam a cair de seu corpo.

- Muito obrigado(a), precisava disso - Você fala.

- Não há de que, agora vamos embora - Ele diz te ajudando a levantar.

- É, eu realmente preciso ir embora - Você fala.

- Você precisa de um banho e um médico - Ele diz rindo.

- Com certeza - Você fala.

- Agora descanse um pouco - Ele diz te ajudando a entrar no carro.

- Eu vou, me acorde quando chegarmos - Você fala.

- Pode deixar - Ele diz.

O representante te ajuda a colocar a venda nos olhos e logo sente o carro se movendo, então você começa a relaxar para dormir pois tudo o que queria era descansar já que nem conseguia acreditar que tinha saído vivo(a) daquele lugar. Agora o jeito era dormir um pouco enquanto esperava chegar em Eólia para descobrir como seus amigos tinham se saído.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Isah Taconiツ

Isah Taconiツ Deixa eu adivinhar

a prova é da Hera?(ou da própria Íris)

Não sei mais acho que o representante esta fazendo mais do que devia, ( como ligar a luz do carro, os sprays) e me deixa com uma duvida o trabalho deixa ele fazer isso?

Amei o ep

27/02/21 24 ResponderMais
LeBlanc_Fox

LeBlanc_Fox Eu espero que nada de ruim tenha acontecido com Sam, Eric e Laura. Principalmente com o Eric

Eu acho que só o fato de estar com sanguessugas no corpo eu já teria morrido de nojo

Amei Miss

27/02/21 11 ResponderMais
Melissa

Melissa meudeusss que episodio doooidoo,imagina a agonia de estar toda cortada e ainda cair em um buraco com sangue sugas KKK S/N so se ferra,eu amo tanto um representante sem nome KAKAKA medo de me ferrar por levar a adaga escondido,mas um guerreiro s empre tem que estar preparado entãaao,obg por mais um ep perfeito miss

27/02/21 8 ResponderMais
conta desativada

conta desativada COMO VC CONSEGUE ESCREVER 136 CAPÍTULOS!!!!!

28/02/21 4 ResponderMais
Bebelly

Bebelly Maravilhoso 👏🏻👏🏻👏🏻

27/02/21 2 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Perfeitoooo como sempreeee ♥️♥️♥️♥️♥️ aiai amo o representante, se eu pudesse eu chegava nele e falava vem cá meu anjo deixa eu te abraçar 🥺 aiai representante merece o mundo mas o mundo não merece ele. Ok eu pensava que a íris era tipo a sereia q canta para atrair pescador para matar eles, mas por sorte estava errada kkkkkk

27/02/21 2 ResponderMais
João Alex Pinheiro

João Alex Pinheiro eu tenho uma teoria eu acho que o representante de sn possa ser o pai dele/dela pois ele sempre ajuda a sn de alguma forma depois da prova e es sempre protetor com a sn ou seja ele tem o cuidado de pai eu acho que ele não se tornou guerreiro pois ele surtou igual a sn e machucou o ítalo que na época era um dos concorrentes para ser guerreiro ai o pai de sn foi levado pro mesmo hospital de sn para tratar dos poderes dele ai os deuses derão uma segunda chance para ele só que ele não pode falar a mãe de sn pois os deuses mandão ele fingir a morte dele ai no final ele vai se revelar pai da sn como sempre arrasando nos caps nu que perfeito sua fic ta de parabéns espero que tenha gostado da minha teoria

1/03/21 2 ResponderMais
karla schechtel

karla schechtel Ai Ai o representante é um amorzinho, amei o cap de hoje e espero que a S/n receba o envelope do(a) deus(a).

28/02/21 2 ResponderMais
Isah Taconiツ

Isah Taconiツ 1 lugar aqui estou eu

27/02/21 1 ResponderMais
Viih Moon

Viih Moon Miss, o capítulo está magnífico!

16/05/21 1 ResponderMais
Cancelar