ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 141

Consciência Pesada

Publicado em 13/03/2021

Depois da última prova, os alunos ainda lidam com o peso na consciência por certas escolhas, mas será que essa escolhas irão trazer benefícios?

1 final alternativo

Continua depois da publicidade

Cena 1

Você não conseguia parar de pensar e relembrar todos os momentos da última prova que tinha feito pois mais uma vez havia sido uma prova que servia apenas para afetar seu lado emocional.

Você ainda estava lidando com o peso na consciência de ter feito mal com aquela família e agora teria que também lidar com o peso de ter que denunciar uma pessoa que parecia ser uma pessoa normal como qualquer outra, mesmo sabendo que sua decisão foi baseada no que você tinha julgado como o melhor para Denis.

Não dava para entender qual era a intenção dos superiores com esse tipo de prova pois apenas causava um sentimento de revolta por eles serem tão injustos já que os rebeldes pensavam diferente e apenas queriam ter mais direitos.

Ainda era muito difícil de aceitar o modo como os rebeldes não queriam nada demais e mesmo assim eram tão julgados, além de serem muito mal vistos por todos, tanto que ninguém julgava como errado as decisões que os superiores tinham.

Além de tudo isso, você ainda pensava também sobre a enigmática frase de Denis sobre sua escolha, aquilo estava lhe corroendo por dentro e você não fazia a menor ideia do que ele queria dizer com aquilo, seu maior medo era se fosse em relação ao convite dos rebeldes pois tinha uma grande chance de você estar em perigo caso alguém descobrisse sobre isso.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Sua mente estava tão cheia de pensamentos e teorias que você nem tinha conseguido dormir, mesmo ainda estando cansado(a) pela noite mal dormida, mas pelo dessa vez não tinha se machucado já que não teve nenhum embate.

- S/N? - Você escuta a voz do representante que lhe tira de seus pensamentos.

- Oi - Você fala.

- Está tudo bem? - Ele pergunta.

- Está sim, por que a pergunta? - Você pergunta.

- Você parece tão inquieto(a) - Ele responde.

- Ah, só estou pensando, não é nada - Você fala.

- Achei que você iria conseguir dormir na volta - Ele diz rindo.

- Eu também, mas minha mente não consegue me dar um descanso - Você fala.

- Essa é a parte engraçada em você, qualquer outra pessoa consegue apenas ignorar tudo o que está acontecendo, já você precisa repensar cada movimento que deu - Ele diz.

- Eu realmente não queria ser assim, dessa forma eu sofreria menos - Você fala.

- Mas assim não seria você - Ele diz.

- Eu gostaria de ser menos eu - Você fala e faz ele rir alto.

- Pra mim essa é uma das suas melhores qualidades - Ele diz.

- Sério? Agradeço por isso, mas não sei se é uma qualidade - Você fala.

- Eu realmente espero que você mantenha essa qualidade, poucos conseguem manter a humanidade e a empatia em um mundo como esse - Ele diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Após passar por Olympia e a competição para ser guerreiro, muitos alunos começam a adquirir uma frieza e as vidas que são perdidas não tem mais impacto para eles - Ele responde.

- Nossa, acho que nunca conseguiria ser assim - Você fala.

- Eu espero - Ele diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

- Como você está se sentindo? - O representante pergunta.

- Até que estou bem - Você responde.

- Sério mesmo? - Ele pergunta.

- Sim, na medida do possível - Você responde.

- Espero que você não absorva muito - Ele diz.

- Em que sentido? - Você pergunta.

- Sei que é impossível não pensar, mas tente não ter mágoas sobre isso. Esse é um tipo de prova bem comum tanto aqui, quanto na vida dos guerreiros - Ele responde.

- É, eu imagino - Você fala.

- Acho que é importante você tentar filtrar tudo para não se machucar tanto com essas provas pois isso pode lhe afetar muito e não quero te ver mal - Ele diz.

- Eu entendo e vou tentar fazer isso - Você fala.

- Tente, é para o seu bem que digo isso - Ele diz.

- Eu sei, você sempre dá bons conselhos para mim - Você fala.

- E eles sempre são bons né? - Ele pergunta rindo.

- Alguns são - Você responde rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

Você e o representante foram conversando por um tempo até que você sente o carro estacionar e já imaginava que finalmente tinham chegado em Eólia.

- Agora pode tirar sua venda - Diz o representante.

- Nossa, até que foi rápido - Você fala.

- O caminho é rápido quando você está com muito sono ou quando a conversa é muito boa - Ele diz rindo.

- É, acho que sim - Você fala.

- Acha? Que desrespeito - Ele diz rindo.

- Estou brincando, você é uma ótima companhia - Você fala.

- É bom mesmo, senão vou trocar de aluno - Ele diz rindo.

- Você não teria essa coragem - Você fala.

- Brincadeira, mas agora vá conversar com seus amigos, relaxe sua mente, tome um bom banho e tenha uma boa noite de sono - Ele diz.

- Vou fazer isso - Você fala.

- Quero te ver melhor na próxima vez que nos vermos - Ele diz.

- Vou dar o máximo para isso - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

Depois de se despedir do representante, você sai do carro e vai em direção a cabana para encontrar com seus amigos. Sua mente estava tão cheia de pensamentos que até mesmo tinha se esquecido de se preocupar com eles, mas sabia que eles iriam se sair bem nessa prova.

Enquanto caminhava pelo campo de Eólia, você andava tranquilamente pois finalmente tinha chegado de uma prova sem tantos machucados, então podia aproveitar mais o momento do que das outras vezes.

Você tinha achado a prova bem demorada, mas pelo jeito foi apenas impressão pois ainda era dia e os alunos ainda estavam começando a chegar em Eólia após a prova.

Durante o caminho, você vê Taylor, Melissa e Marina que estavam conversando em um local, então você vai em direção a eles para saber como eles tinham ido na prova já que tinha uma grande chance de seus amigos ainda não tiverem chegado.

- Oi gente - Você diz.

- Oi - Marina fala.

- Que surpresa boa - Diz Taylor.

- Quanto tempo que não nos vemos - Você fala.

- Verdade, agora que a competição está mais acelerada não temos chance de conversar tanto - Marina diz.

- Sim - Você fala.

- Como você está? - Taylor pergunta.

- Estou bem e você? - Você pergunta.

- Estou bem também, o que achou da prova? - Taylor pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Foi legal
  • Até que foi fácil
  • Difícil

Cena 6

- E o que você achou? - Você pergunta.

- Foi difícil em algumas partes, mas em geral achei mais fácil do que eu estava esperando - Taylor responde.

- Entendo - Você fala.

- Eu achei que essa foi uma prova bem fácil - Melissa diz.

- Sério? - Você pergunta.

- Sim, se eu pudesse denunciaria todos os rebeldes - Melissa responde.

- Nossa, quer trabalhar como justiceira? - Taylor pergunta.

- Sim, eu iria acabar com todos esses ingratos que desrespeitam os deuses - Melissa responde.

- Melissa, o carrasco dos rebeldes - Marina fala rindo.

- Exatamente, assim eu seria respeitada por todos e também muito temida - Melissa diz.

- Mas você também iria viver correndo perigo né? - Taylor pergunta.

- Como assim? - Você pergunta.

- Dizem que pessoas que se envolvem com rebeldes é bem complicado, eles matam - Taylor responde.

- É sério? - Você pergunta.

- Não tenho certeza, há muitas fofocas sobre os rebeldes - Taylor responde.

- É verdade, os rebeldes são violentos e agem como loucos - Diz Melissa.

- Mas que visão distorcida é essa que você tem dos rebeldes? - Taylor pergunta rindo.

- É sério Taylor, dizem que os bandos que tinham antigamente eram sanguinários e agressivos - Ela responde.

- Eu concordo com a Melissa, esses rebeldes não são de confiança - Marina fala.

- Eu também não acho que eles são de confiança, mas não acho que é para tanto - Taylor diz.

- O que você acha dos rebeldes? - Melissa te pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Não tenho opinião formada
  • Não gosto deles

Cena 7

- Eu não gosto deles, mas acho que eles não são assim como vocês pensam - Diz Taylor.

- Como assim? - Marina pergunta.

- Eu acho que eles são muito mais inteligentes do que pensamos, que cada passo é extremamente calculado - Taylor responde.

- Faz sentido - Você fala.

- Acho que essa sua opinião ganha ainda mais força com essa prova porque foi bem difícil encontrar a rebelde que eu tinha que encontrar - Marina fala.

- Exatamente, acho que quando vocês pararem de achar que os rebeldes são muito diferente de nós, melhor terão uma visão de como capturá-los - Taylor diz.

- Você tem razão, mas é difícil de conseguir vê-los dessa forma - Melissa fala.

- Estou falando isso para o seu próprio bem - Taylor diz.

- Eu sei, mas não consigo vê-los como nos vejo - Melissa fala.

- Você fica procurando essa imagem de vilão nos rebeldes quando na verdade eles são mais parecidos com a gente do que pensamos - Taylor diz.

- Será? - Marina pergunta.

- Não duvido nada que não tenha algum entre os alunos - Taylor responde.

- Claro que não, isso é impossível, os superiores iriam descobrir - Melissa fala.

- Eu não teria tanta certeza - Taylor diz.

Enquanto eles(as) ainda continuavam conversando sobre os rebeldes, você nem conseguia mais prestar atenção pois sua mente só conseguia pensar que eles estavam falando de Ágatha ou até mesmo de você, o que fazia com que seu desespero só aumentasse ainda mais.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

- Seus amigos ainda não chegaram? - Taylor pergunta.

- Não sei, ainda não fui na cabana - Você responde.

- Sério? Não foi nem beber uma água? - Taylor pergunta rindo.

- Pior que não, vi vocês aqui e como ainda é cedo, sei que deve estar faltando algum - Você responde.

- Que é isso S/N? Me ame menos - Taylor ri.

- Como assim? O que isso tem a ver com você? - Você pergunta.

- Você trocou seus amigos pela minha companhia, por mais que me sinta lisonjeado(a), também me sinto mal por eles - Taylor responde rindo.

- Claro que não, isso não tem nada a ver. Como é cedo, sei que meus amigos ainda não devem ter chegado - Você fala.

- Tá bom, vou fingir que acredito - Taylor diz.

- E fala mais baixo sobre isso se não elas vão ouvir - Você fala.

- Elas não escutam, quando entram nessa história sobre os rebeldes, elas viajam muito - Taylor diz.

- Não sei não - Você fala.

- Não estou falando nada demais também - Taylor diz.

- O problema é que você conta suas ilusões e tem a possibilidade das pessoas acreditarem - Você fala.

- Ilusão? Que desrespeito comigo - Taylor diz colocando a mão no peito para fingir que tinha se ofendido.

- São ilusões Taylor, sinto muito, mas já digo logo para você acordar para a realidade - Você fala rindo.

- Não são ilusões, você sabe disso, tanto que nem consegue falar isso de uma forma séria - Taylor diz lhe encarando.

- Você realmente não tem jeito - Você fala rindo e olhando para o mundo ao seu redor.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

- Mas tenho que confessar algo - Diz Taylor.

- O quê? - Você pergunta.

- Minha confiança é muito grande, mas tenho que confessar que achei bem estranha a cena de ontem - Taylor responde.

- Que cena? - Você pergunta sem entender.

- A cena romântica enquanto estava treinando ontem - Taylor responde.

- O quê? Meu treino com Sam? - Você pergunta.

- Se lembrou rápido - Taylor diz.

- Aquilo não foi nada demais, apenas um treino normal - Você fala.

- Tudo bem, eu acredito - Taylor diz.

- Olha, nem sei o motivo de te dar satisfações. Sua ilusão está me afetando - Você fala.

- Você realmente não precisa me dar satisfações, mas se deu é porque se sentiu mal, mas não se preocupe, não me abalei por isso - Taylor diz rindo.

- Não sei porque ainda insisto em conversar com você - Você fala.

- A verdade é que você gosta de conversar comigo - Taylor diz sorrindo.

- Não é para tanto - Você fala.

- Você prefere outra coisa? - Taylor pergunta com um sorriso malicioso que lhe faz lembrar logo o que aconteceu na festa.

- Você é impossível - Você fala sem acreditar no que tinha ouvido.

- Foi sem querer, não queria te deixar sem jeito - Taylor diz rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Você ainda conversa com Taylor, Melissa e Marina quando vê Sam, Laura e Eric indo em direção a cabana, então se despede deles(as) para ir até seus amigos.

- Oi gente - Você fala se aproximando.

- S/N, que bom ver que você está bem - Diz Eric.

- Vocês também parecem bem - Você fala.

- Sim, acho que fisicamente estamos bem - Sam diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Sam e Eric estão com muito peso na consciência do que aconteceu - Laura responde.

- Por favor S/N, me diga que você também acha que essa prova foi uma ilusão dos superiores - Eric diz.

- Eric, eu não tenho tanta certeza sobre isso - Você fala.

- Você também pensa como Laura e Sam? - Ele diz triste.

- Eu disse para você Eric, a missão foi a mesma, mas foram com pessoas diferentes em Castas diferentes - Sam responde.

- Que horror, esse lugar ás vezes consegue ser tão desnecessário - Eric fala.

- Calma, vamos para a cabana e lá podemos falar sobre o que quisermos - Sam diz.

- Sim, é uma boa ideia - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 11

Você e seus amigos foram em direção a cabana para poderem conversar com mais privacidade.

- Para quais Castas vocês foram? - Você pergunta.

- Eu fui para a de Deméter - Laura responde.

- Eu fui para a de Hera - Eric responde.

- Eu fui para a de Hefesto, foi bem interessante saber que todos vocês são de lá - Sam responde sorridente.

- Sério? Estou com tanta saudade daquele lugar - Laura fala.

- Verdade, nunca em minha vida pensei que sentiria falta da Casta de Hefesto - Eric diz.

- O que você achou? - Você pergunta.

- É realmente bem simples como você falou, mas parece ser um bom lugar, pena que fui a missão e não pude admirar tanto - Sam responde.

- Sam, você nasceu na Casta de Poseidon, não há como você gostar muito da Casta de Hefesto - Diz Eric.

- Não é verdade - Sam fala rindo.

- E o que vocês acharam das Castas que foram? - Você pergunta.

- Eu adorei a de Deméter, era tão bonita com uma natureza tão bem preservada - Laura responde.

- Imagino que deve ser incrível, a de Hera também era muito linda, mas não esperava menos dela - Eric responde.

- E para qual você foi? - Sam pergunta.

- A Casta de Hermes, também é simples, mas bem bonita - Você responde.

- Pra mim, a pior parte de ir em outras Castas me faz perceber que a de Hefesto é realmente a pior - Eric fala.

- Verdade, todas tem bem mais recursos - Laura diz.

- É mesmo - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

- Mas e a prova? O que acharam? - Sam pergunta.

- Achei até que fácil, mas a decisão final que me machucou - Laura responde.

- Verdade, tudo estava indo tão bem - Você fala.

- Pra mim já foi horrível do início, vocês sabem que eu não tenho nenhum problema com os rebeldes, então nem queria denunciar - Eric diz.

- Verdade, já que tínhamos que levar um gravador, era meio que obrigatório denunciar - Sam fala.

- Eu também não gosto de denunciar um rebelde, mas fiquei com medo de não fazer isso e me expulsarem - Laura diz.

- Nem tinha pensado nisso, acredito que não encontrar o rebelde vai ser o motivo das eliminações - Sam fala.

- É o que eu também acho - Você diz.

- Então, acho que pelo menos nenhum de nós será eliminado - Eric fala dando um leve sorriso.

- Verdade, pelo menos uma notícia boa em meio há tantas tristezas - Laura diz rindo.

- Mas falando em tristeza, o que vocês escolheram? - Eric pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Prisão perpétua
  • Pena de morte

Cena 13

- Eu escolhi a pena de morte, acho que seria um sofrimento mais rápido - Laura responde.

- Também pensei o mesmo, por mais que morte fosse algo horrível, assim a chance de tortura seria bem menor - Sam responde.

- Exatamente, prisão perpétua iria perpetuar o sofrimento em busca de mais informações sobre os rebeldes - Laura diz.

- Tem razão - Você fala.

- Ouvindo vocês falarem faz muito sentido, mas eu não consegui, isso é contra tudo o que eu acredito - Eric diz.

- Tudo bem Eric, não existe uma decisão certa, existe a decisão que os superiores querem que você tome - Sam fala.

- Concordo com Sam, infelizmente nossa opinião própria não tem nenhum valor nesse lugar - Laura diz.

- Verdade, o melhor jeito de ir bem nessas provas é pensar o que os deuses achariam melhor e seguir - Sam fala.

- Também acho - Você diz.

- Mas isso só funciona na teoria, porque na prática é muito difícil conseguir fazer isso já que eles iriam sempre escolher a decisão mais racional que também é a mais fria - Eric fala.

- Exatamente, esse é o nosso principal problema - Sam diz.

- Mas infelizmente, pensar igual aos superiores é o que vai nos manter nesse lugar - Laura fala.

- Mas vale a pena anular tudo aquilo que você acredita para vencer isso? - Eric pergunta.

- Isso fica a escolha de cada um - Sam responde.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 14

Depois de passarem mais um bom tempo conversando, vocês resolveram ir dormir cedo pois todos estavam muito cansados por não terem dormido bem na noite anterior.

Você estava com muito cansaço, mas mesmo assim não conseguia dormir devido a sua mente não parar de pensar em tudo o que tinha acontecido nesses últimos dias.

O representante realmente tinha razão naquele conselho que você precisava filtrar as situações nessa competição pois senão iria acabar sofrendo mais do que deveria e isso iria se tonar um grande problema não apenas na competição como também em sua vida como um todo.

Enquanto ainda pensava sobre a vida, você escuta o som na porta e já imaginava o que seria, então se levanta da cama com muita animação pois iria receber finalmente a recompensa que merecia após tanto sofrimento.

"Querido(a) S/N,

Venho através dessa carta lhe parabenizar por seu êxito durante a prova que criei, seu desempenho chamou muito a minha atenção e me deixou admirada. Você sempre chamou a minha atenção, mas agora irei acompanhar seu desempenho com ainda mais atenção e seria um prazer que você se tornasse o/a guerreiro(a) que representasse a minha Casta.

Que as bênçãos caiam sobre você, Afrodite"

Essa carta realmente tinha lhe pego de surpresa pois não imaginava que aquela prova seria da deusa Afrodite, se ela tinha feito uma prova como aquela o que esperar dos deuses mais bravos e vingativos?

Continua depois da publicidade
Você encontrou um final alternativo!
Jogue novamente pare ler os outros finais 😀

Cena 15

Depois de passarem mais um bom tempo conversando, vocês resolveram ir dormir cedo pois todos estavam muito cansados por não terem dormido bem na noite anterior.

Você estava com muito cansaço, mas mesmo assim não conseguia dormir devido a sua mente não parar de pensar em tudo o que tinha acontecido nesses últimos dias.

O representante realmente tinha razão naquele conselho que você precisava filtrar as situações nessa competição pois senão iria acabar sofrendo mais do que deveria e isso iria se tonar um grande problema não apenas na competição como também em sua vida como um todo.

Seria bem difícil dormir essa noite novamente por causa de tantos problemas que pensava já que além de ter que lidar com o peso na consciência por ter influenciado na vida de tantas pessoas, agora também tinha que lidar com o medo de que alguém descobrisse do seu envolvimento com os rebeldes. Será que existia a possibilidade de alguém descobrir algo sobre você?

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
࿌ʟᴀɪꜱ ᴄᴀʀʀᴇɢᴀʀɪ࿌

࿌ʟᴀɪꜱ ᴄᴀʀʀᴇɢᴀʀɪ࿌ Eu AMEI q taylor viu a cena cm Sam kkkkkkk fiquei imaginando se s/n tivesse beijado Sam, Taylor ia chegar batendo palminha e fazendo barraco kkkkkkkkkkkkkk

Uma coisa q eu fiquei meio pa foi a hr q eles tavam conversando sobre os rebeldes e Taylor disse q acha q tem aluno infiltrado, ctz q ele acha q Sam é rebelde

13/03/21 32 ResponderMais
gregorio_breno

gregorio_breno Taylor diz: "Me ame menos". Como amar menos, minha gente? Por enquanto guardaria Taylor num pote (mas por enquanto ne?)
Repito a pergunta: Será q existe a possibilidade de Taylor ficar do lado dos rebeldes? Pq as vezes a pessoa fala umas coisas que pra mim dá a esperança de q algum dia possa ficar a favor dos rebeldes. Bom, eu não sei... me amarro em deixar coisas no ar.

13/03/21 18 ResponderMais
Fabi_

Fabi_ O/A Taylor com ciúmes foi tudo que eu precisava, e até q S/N lembrou rápido né?! Não imaginava que esda prova séria de Afrodite. Tudo perfeito

13/03/21 16 ResponderMais
Trio Maravilha

Trio Maravilha Afrodite?! Por essa eu não esperava. Mais uma vez um capítulo fantástico foi postado, seu capítulos são simplesmente incríveis eu os adoro

13/03/21 12 ResponderMais
Isah Taconiツ

Isah Taconiツ Afrodite????
Como assim?
Será que todos desta casta são assim?

13/03/21 5 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Incrível como sempreeee Miss ❤️❤️❤️❤️❤️ por mais que eu não goste muito de pessoas com uma iper confiança em si mesmo (acho q eu não gosto porque du não tenho a confiança que eles tem kkkkkk) eu adoro o jeito de Taylor kkkkkk deve ser porque a confiança dele não é aquelas de eu tô certo e vc errado, aquelas confianças que tem certeza de algo, é uma confiança engraçada kkkkkkkk

13/03/21 5 ResponderMais
Juliaッ

Juliaッ Eu nao esperava ser da afrodite kksksk perfeito miss como sempre s2

14/03/21 4 ResponderMais
@;;𝙠𝙖𝙤𝙧𝙤𝙠𝙖𝙩𝙞𝙚

@;;𝙠𝙖𝙤𝙧𝙤𝙠𝙖𝙩𝙞𝙚 Eu realmente não esperava que a prova fosse de Afrodite, achei que a dela poderia ser algo relacionado ao amor ou alguma coisa assim-
O Denis parecia ser gente boa, acho completamente injusto prenderem ou matarem uma pessoa por apenas pensar diferente das outras.

Mano, Taylor com ciúmes foi o auge kkkkkk Eu não fazia ideia de que ele(a) tinha visto a cena de S/N treinando com Sam.

Capítulo maravilhoso 🤍✨

14/03/21 4 ResponderMais
Kana

Kana perfect

13/03/21 3 ResponderMais
AnnaBlack

AnnaBlack Incrível

13/03/21 2 ResponderMais
Cancelar