ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 163

De volta a realidade

Publicado em 20/04/2021

Algum tempo se passa e chega o momento de S/N ir embora da Casta de Hefesto para encarar uma nova etapa.

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

Você ainda dormia quando escuta o som de celular tocando com o som de notificações que chegavam, então logo procurou pelo seu celular na cama para descobrir o que era.

Mesmo com uma certa dificuldade em enxergar, conseguiu achar seu celular e logo viu que eram mensagens de Eric e Laura.

Laura: Bom dia amigos
Laura: Como vocês estão?
Laura: Estão acordados?
Laura: ME RESPONDAM!!!
Eric: Bom dia
Eric: Acabei de acordar
Eric: Eu estou bem e você?
Laura: Eu estou ótima
Laura: Onde está S/N?
Laura: Será que ainda dorme?
Eric: Deve estar dormindo, não julgo
Você: Oi
Você: Acordei agora
Laura: Está tudo bem S/N?
Você: Estou sim
Laura: Que bom saber que vocês estão bem
Eric: Algo aconteceu Laura?
Laura: O óbvio né?
Eric: Como assim?
Laura: Hoje iremos ir embora da Casta de Hefesto
Você: Verdade, tinha esquecido disso
Eric: A vida estava tão boa e tão tranquila
Laura: Nos vemos mais tarde?
Você: Sim
Eric: Eu passo na casa da Laura e depois passo na sua casa S/N
Você: Combinado
Laura: Então nos vemos mais tarde
Eric: Ok, beijos para vocês
Laura: Beijos

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Após se despedir de Eric e Laura, você ficou mais um tempo em sua cama pois ainda estava com preguiça de se levantar já que ainda estava com um pouco de sono.

Os últimos dias estavam sendo tão bons para conseguir alinhar seus pensamentos e até mesmo para lidar com todos os sentimentos que estava vivenciando naquele momento. Era como se esse momento viesse na situação certa pois estava podendo recarregar suas energias, cuidar de seus machucados e principalmente trabalhar com suas dores pois ainda estava tentando absorver tudo o que tinha acontecido durante as competições e principalmente com o que tinha acontecido com Sam.

Infelizmente esse momento tinha chegado ao fim e agora após alguns dias bons de paz e tranquilidade, chegava o momento de voltar a vida real e encará-la pois iria começar uma nova etapa em sua vida, uma ainda mais complicada pois agora finalmente teria que ser guerreiro(a).

Depois de passar mais um tempo pensando sobre tudo o que havia acontecido nos últimos dias, você finalmente juntou toda a coragem que tinha para se levantar da cama e ir em direção ao banheiro para fazer sua higiene pessoal e se preparar para o último dia com sua família.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Após terminar de tomar seu banho e se arrumar, você vai em direção a cozinha onde estava sua mãe e seu irmão que tomavam café da manhã.

- Bom dia - Diz sua mãe.

- Bom dia - Você fala.

- Dormiu bem? - Ela pergunta.

- Sim e vocês? - Você pergunta.

- Dormimos bem também - Ela responde.

- Como vocês estão? - Você pergunta.

- Estamos bem e você? - Ela pergunta.

- Eu estou bem - Você responde.

- Está ansioso(a)? - Seu irmão pergunta.

- Por que? - Você pergunta.

- Amanhã você irá acordar como guerreiro(a) - Ele responde sorridente.

- Ah, verdade - Você fala.

- Como está se sentindo amor? - Sua mãe pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Estou animado(a)
  • Estou ansioso(a)
  • Não sei o que sinto

Cena 4

- Eu iria adorar estar na sua situação - Diz seu irmão.

- O seu dia vai chegar, tenha calma - Sua mãe fala rindo.

- Espero que sim - Ele diz animado.

- Você parece mais animado que eu - Você fala rindo.

- Verdade, até parece que é ele que está indo mais tarde - Sua mãe diz.

- Seria um sonho, mas não posso adiantar pois ainda tenho muito o que aprender até chegar o meu momento - Ele fala.

- Ainda bem que você sabe disso, por mais que você seja muito forte, não está pronto - Você diz.

- Mas você vai ver S/N, dá próxima vez que você voltar aqui, eu estarei tão forte que irei te derrotar - Ele fala.

- Vou deixar você sonhar pois irá precisar de muitos treinos para conseguir me derrotar - Você diz.

- Pois pode acreditar que da próxima vez você não terá a menor chance contra mim - Ele fala.

- Vamos ver - Você diz rindo.

- Vocês dois não tem jeito mesmo, estamos tentando ter um momento bom em família e vocês ficam competindo - Sua mãe fala.

- Perdão mãe - Você diz rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

- Então S/N, qual é o seu plano hoje? - Sua mãe pergunta.

- Como assim? - Você pergunta sem entender.

- Hoje é o seu último dia com a gente, não dá para ficar aqui só em casa - Sua mãe responde.

- Nem tinha pensado nisso - Você fala.

- Precisamos fazer algo em família para marcar o dia - Sua mãe diz.

- É uma boa ideia - Você fala.

- Queremos celebrar que vamos ficar livres de você - Seu irmão diz rindo.

- Duvido, sei que vocês dois irão ficar chorando por ter que se despedir de mim - Você fala rindo.

- Quem vê pensa - Ele diz revirando os olhos.

- Mas pense em algo para fazermos - Sua mãe fala.

- Eu não faço a menor ideia - Você diz.

- Acho que poderíamos ir na praia - Seu irmão fala.

- É uma boa ideia - Você diz.

- Também gostei - Sua mãe fala animada.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

Imagem da cena

Você, seu irmão e sua mãe passaram mais um tempo conversando enquanto tomavam o café da manhã até que terminaram e decidiram se arrumar para ir para a praia como haviam combinado.

Você não estava com muita vontade de sair, queria apenas aproveitar o dia de paz, mas como sabia que aquele era seu último dia na Casta de Hefesto, então decidiu fazer esse esforço para animar sua mãe e seu irmão pois sabia que aquilo significava muito para eles.

Seria bom visitar a praia uma vez antes de ir já que sempre gostou tanto daquele lugar desde criança, então talvez aquele lugar que sempre te dava boas lembranças lhe fizesse tão bem como das outras vezes.

Depois de um bom tempo de demora, finalmente vocês terminam de se arrumar e vão em direção ao carro onde sua mãe iria levá-los até a praia, então logo vocês partiram em direção a praia pois o caminho eram bem longo, mas valia muito a pena.

Durante todo o caminho, vocês conversavam sobre vários assuntos, principalmente sua mãe e seu irmão pois você só conseguia pensar no que lhe aguardava assim que se despedisse deles. Era muito assustador e ao mesmo tempo curioso pensar que iria para um novo lugar que não fazia a menor ideia como seria.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

Imagem da cena

Finalmente vocês chegam na praia e para felicidade de vocês, o lugar estava com bem poucas pessoas, o que fazia ficar ainda mais silencioso e tranquilo, era perfeito para passar a tarde naquele lugar.

Seu irmão logo foi direto para dentro do mar, já você e sua mãe ficaram um tempo nas cadeiras debaixo do guarda-sol.

- Você está bem? - Sua mãe pergunta.

- Estou sim e você? - Você pergunta.

- Eu estou bem na medida do possível - Ela responde.

- Como assim? - Você pergunta.

- É muito estranho saber que daqui a algumas horas você irá embora novamente - Ela responde.

- Eu imagino que deve ser difícil, mas não se preocupe, eu vou voltar - Você fala.

- Eu sei que você é forte e confio totalmente em você, mas ao mesmo tempo é impossível não ficar com medo - Ela diz.

- Eu entendo - Você fala.

- Eu encontrei com a mãe do Eric a um tempo e ela estava tão mal, disse que chegou um momento em que ela perdeu as esperanças e que quase achou que realmente iria perder o filho - Ela diz.

- Eu sei que deve ser horrível, mas isso não vai acontecer comigo, não se preocupe - Você fala.

- Eu já perdi alguém que me disse essas mesmas palavras, então é impossível não me preocupar - Diz sua mãe.

- Acho que não importa o que eu diga, você irá se sentir preocupada, então o máximo que posso te dizer é que vou fazer tudo o que está ao meu alcance para voltar em segurança - Você fala.

- Eu realmente espero que sim, não sei nem o que seria da minha vida se algo diferente acontecesse - Ela diz.

- Eu entendo - Você fala.

- Mas me diga algo - Ela diz.

- O quê? - Você pergunta.

- Você realmente quer isso? - Ela pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Claro que sim
  • Eu ainda não tenho certeza
  • Não sei

Cena 8

- Por que você me pergunta isso? - Você pergunta.

- Não sei, tenho tanto medo que você apenas esteja fazendo tudo isso por causa do seu pai - Sua mãe responde.

- Não é apenas por causa dele, é também por minha causa. Todos falam tanto sobre os guerreiros, quero saber como é ser um - Você fala.

- Eu realmente espero que você goste e que se encontre lá - Ela diz.

- Eu também espero - Você fala.

- Mas caso isso não aconteça, não tenha medo e muito menos vergonha de desistir, faça o que você quer e não o que os outros dizem que é o que deveria ser feito - Ela diz.

- Não esperava esse tipo de conselho da sua parte - Você fala.

- Eu prefiro ter um(a) filho(a) que pode ser considerado(a) uma vergonha ou uma falha do que perde-lo(a) - Ela diz.

- Entendo o que você diz - Você fala.

- Então mantenha isso em mente, não há nada que você faça que possa me decepcionar ou te odiar, isso é impossível - Ela diz.

- Obrigado(a) mãe, ouvir isso significa muito de você - Você fala.

- Eu quero sua felicidade acima de qualquer coisa - Ela diz com os olhos marejados.

- Eu estou indo em busca do que me faz feliz - Você fala.

- Eu realmente espero que você encontre isso - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

Imagem da cena

Você e sua mãe conversaram por mais um tempo, uma conversa bem mais sincera do que você esperava pois mesmo ela não revelando nada demais para todas as perguntas que você tinha. Foi como mesmo sem saber, ela te aconselhava sobre o que você deveria fazer em seu futuro, ela tinha razão, você deveria sempre buscar aquilo que te alegrava acima de qualquer outra situação, não poderia deixar que ninguém tivesse controle sobre isso.

Tanto se escolhesse ser um(a) guerreiro(a) fiel aos superiores e aos deuses, quanto se escolhesse ser um(a) rebelde lutando por seus direitos, você tinha que fazer aquilo por si e por mais ninguém, tudo tinha que ser baseado no que você acreditava ser o certo pois ambas as situações haviam coisas boas e coisas ruins a serem consideradas.

Essa decisão é uma decisão bem difícil a ser feita e ela estava cada vez se tornando mais próxima e como Ágatha já havia dito da última vez, ela não iria mais adiar, então seria sua última chance de decidir.

Você teve todo o tempo que passou na Casta de Hefesto para lidar com o sofrimento de ter perdido Sam, de ter que se despedir do representante e até mesmo de lidar com a quase morte de Eric, mas agora não dava mais para ficar vivendo apenas desses sentimentos ruins, agora era a vez de voltar a sua vida e se colocar em primeiro lugar pois seria apenas você por você.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Imagem da cena

Vocês passaram a tarde inteira na praia, mas infelizmente o sol começava a se por, um sinal que estava na hora de voltarem para casa pois logo chegaria o momento de você partir.

O clima durante o caminho de volta para casa foi bem diferente do de ida, dessa vez não conversaram sobre assuntos aleatórios e bobos enquanto riam, agora era um clima estranho, que não chegava a ser pesado, mas também não era leve. Todos os assuntos pareciam de lembranças e até mesmo promessas de quando você voltasse para visitá-los. Era algo muito estranho pois parecia que vocês estavam se despedindo de forma indireta, aquilo só fazia seu coração apertar ainda mais pois após viver tudo o que viveu nos últimos dias na competição, parecia que estava sempre com a sensação de que a qualquer momento nunca mais veria as pessoas que amava, não havia sentimento pior que esse.

Finalmente vocês chegaram em casa, então foram direto para o chuveiro para poder tomar um bom banho já que estava cheio da areia da praia. Você teve o direito de tomar banho primeiro pois ainda precisava terminar de arrumar suas malas para que pudesse ir embora.

Fazer as malas nunca havia sido tão dolorido como estava sendo dessa vez pois agora a sua despedida estava sendo concretizada, não era apenas uma brincadeira ou algo do tipo.

Se despedir de sua mãe e seu irmão realmente seria bem difícil dessa vez pois seja lá qual fosse a decisão que tomasse quando saísse de lá, ambas proporcionariam uma enorme chance de não ter um final tão bonito pois agora sua vida estaria sempre em risco.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 11

Depois de terminar de arrumar suas malas, você as colocou ao lado da porta para ficar mais fácil de pegar quando Eric e Laura chegassem. Então foi em direção a cozinha para jantar com sua mãe e seu irmão antes de ir.

- Vamos comer? - Você pergunta entrando na cozinha.

- Sim, fiz seu prato favorito - Sua mãe responde.

- Assim fica mais difícil de ir embora - Você fala rindo.

- Eu iria amar se você desistisse de ir, mas sei que não existe essa opção - Ela diz rindo.

- S/N seria louco(a) de desistir - Seu irmão fala.

- Não se preocupe, eu não vou desistir - Você diz para ele.

- É bom mesmo pois iria ser uma vergonha para nossa família - Ele fala.

- Eu sou o maior orgulho dessa família - Você fala se sentando na mesa.

- Por enquanto né? Pois logo eu irei passar você - Ele diz.

- Vamos ver - Você fala.

- Vocês não conseguem ter uma conversa normal né? Estão sempre competindo ou se desafiando ou até mesmo brigando - Diz sua mãe enquanto balançava a cabeça em negação.

- Irmãos são assim mesmo mãe - Você fala rindo.

- Concordo, qual é a graça de ter irmã(a) e não poder competir? - Seu irmão pergunta rindo.

- Onde eu errei na criação de vocês? - Ela pergunta rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

Vocês passaram um bom tempo conversando durante e após o jantar até que escutam o som da campainha, então logo você se levanta para ir em direção a porta pois já sabia exatamente o que estava acontecendo.

- Oi gente - Você diz ao abrir a porta.

- Oi - Laura e Eric falam.

- Como vocês estão? - Você pergunta.

- Estamos ótimos e você? - Eric pergunta.

- Estou bem - Você responde.

- Já está pronto(a)? - Laura pergunta.

- Sim, só vou me despedir da minha mãe e do meu irmão e podemos ir - Você responde.

- Certo, se despeça deles enquanto levo suas malas - Ela diz.

- Ok, já estou indo - Você fala abrindo mais a porta para que ela pudesse pegar suas malas.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

- Mãe, estou indo - Você fala.

- Eu sei - Ela diz caminhando em sua direção.

- Não chore - Você fala indo até ela.

- É impossível, estou cansada de tantas vezes que me despedi de você - Diz sua mãe te abraçando.

- Eu sei que é difícil, mas faz todo reencontro ser ainda melhor - Você fala retribuindo o abraço.

- Tem razão - Ela diz.

- Sem contar que nunca é despedida e sim um "até logo" - Você fala.

- Eu sei, mas dói tanto quanto um "adeus" - Ela diz.

- Não se preocupe comigo, prometo que irei me cuidar e vou voltar para te visitar - Você fala.

- É bom mesmo, senão eu vou enlouquecer. Se cuide, fique em segurança e não confie em estranhos - Ela diz.

- Pode deixar - Você fala rindo.

- Estou falando sério, você está indo para um lugar com pessoas com intenções duvidosas, sem contar que agora vai participar de missões reais e não apenas de provas - Ela diz.

- Eu sei, não sou criança, sei me cuidar - Você fala se soltando do abraço.

- Eu realmente espero que você esteja sabendo o que faz - Ela diz.

- Tchau seu moleque chato - Você fala para seu irmão.

- Tchau S/N, se divirta por nós e volte logo para me ajudar a treinar mais - Ele diz.

- Eu vou, e vê se cuida da nossa mãe enquanto eu não estiver por perto - Você fala.

- Não se preocupe, ela sempre estará em segurança comigo - Ele diz confiante.

- Eu estou sob ótimos cuidados, não se preocupe - Sua mãe fala.

- Tchau, nos vemos em breve - Você diz.

- Tchau amor, não esqueça de me ligar e de nos visitar - Sua mãe fala.

- Pode deixar, assim que tiver chance, farei isso - Você diz.

- Se cuida S/N - Seu irmão fala.

- Pode deixar - Você diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 14

Imagem da cena

Você se despede de sua mãe e de seu irmão e vai em direção ao carro onde Eric e Laura já estavam. Você olha para eles mais uma vez e acena, sua mãe estava aos prantos como sempre e seu irmão acenava alegre, depois de acenar por mais um tempo, você entra no carro, abaixa a janela e fica acenando para eles até que o carro se distancie a ponto de não conseguir mais vê-los.

- Como está se sentindo? - Laura pergunta.

- Me despedir deles é sempre dolorido, principalmente porque minha mãe sempre chora, mas estou bem - Você responde.

- Logo você os verá novamente - Eric fala.

- Eu sei, por isso que não fico tão mal - Você diz.

- Sei que é difícil se despedir deles, principalmente depois de tudo o que aconteceu, mas tenha em mente que é apenas um "até logo" e que eles vão ficar bem - Laura fala.

- Tem razão - Você diz.

- Doeu muito me despedir da minha família, mas eu sei que estou indo para um lugar que sempre sonhei e isso me conforta - Ela fala.

- Não é algo fácil de se fazer - Você diz.

- Não mesmo, minha mãe me implorou tanto para que eu não fosse, mas não poderia fazer isso - Eric fala.

- E como está sua perna? - Você pergunta.

- Está quase boa, sinto que logo vou sair da cadeira de rodas - Ele responde.

- Que boa notícia - Você fala.

- Amigos, sei que ainda é tudo muito recente, mas chega de tristeza, vamos para uma nova etapa em nossa vida - Laura diz animada.

- Tem razão - Você fala.

- Sinto que estou tendo um deja-vu pois voltou a ser nós três indo para uma nova aventura - Diz Eric.

- Verdade, estamos indo encarar uma nova aventura em nossa vida, isso é muito especial - Laura fala.

- É, serão novas alegrias e novas tristezas a serem vividas - Você diz.

- Esse é o espírito S/N - Eric fala rindo.

- Nem acredito que isso está acontecendo, parece até mentira - Laura diz.

- Pois pode acreditar, estamos indo para uma nova etapa - Eric fala.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
𝙴𝚞𝚣𝚒𝚗𝚑𝚊_𝙱𝚛

𝙴𝚞𝚣𝚒𝚗𝚑𝚊_𝙱𝚛 Capítulo Perfeito!

Chega caiu uma lagrima quando eles tavam se despedindo💧👄💧

Outra etapa começa na vida de S/n, o que será que irá acontecer? (aquelas kkkk)

Simbora cambada, bora ser guerreiro e ser fiel as normas dos Deuses, pra depois ganha os poderes deles e vira rebelde e acabar com esse governo absolutista corrupto e hipócrita! kk

Capítulo Perfeito!

20/04/21 32 ResponderMais
Maria Luiza Martins Diniz

Maria Luiza Martins Diniz Eu ainda não desisti de Sam, tá me ouvindo miss? to esperando ele voltar do além

20/04/21 12 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Miss está maravilhosoooooo (imagina isso sendo falado cantado sabe?) Aiai S/n criaturaaaaa conta pra Laura e pro Eric da bendita carta que me deixa triste até hj infernoooooooooooooooooooooooooooo!
A criatura é pior aue eu, guarda as coisas bemmmm lá no fundo e nem demonstra nada, sonho kkkkkk
Aaaaaaaa eu quero o meu representante de voltaaaaaaaaaaaaaaaaa, volta pra mim representante pufavô🥺?

20/04/21 12 ResponderMais
conta desativada

conta desativada capítulo incrível, Miss, parabéns.

Só tô em dúvida com uma coisa: como o(a) S/N vai fazer para encontrar o Erik e a Laura, sendo que ambos estão em castas diferentes?

20/04/21 10 ResponderMais
gabs2454

gabs2454 capítulo incrível, eu amei, mas eu espero que eu possa escolher não ser rebelde por que eu quero ser fiel aos deuses e depois pensar nisso

20/04/21 5 ResponderMais
Luck C 😜👽🖖

Luck C 😜👽🖖 Ameiiiiii 😍♥️, despidas são sempre tristes 😢, agora a nova etapa começa! Simbora cambada!

20/04/21 4 ResponderMais
Nothing

Nothing final que eu acho que pode acontecer: um ser ataca a casta de Hefesto, mata todo mundo, S/N e Laura vão tentar matar o ser (o Erik nunca mais vai conseguir andar), Laura e S/n estão brigando com o ser, Laura é atacada e fica mt machucada, ela morre nos braços de S/N, dps de mt luta, S/n tbm morre, ele vai pro mundo dos mortos (eu nn sei como eles falam o nome: inferno, etc), e lá, encontra Sam, Laura, Erik, e sua família, e eles vivem felizes para sempre klkkkkkkkk, fim. (Deu pra entender? ;-;)

20/04/21 4 ResponderMais
Maria Luiza Martins Diniz

Maria Luiza Martins Diniz P E R F E I T O

20/04/21 4 ResponderMais
𝑭𝒆𝒍𝒊𝒙 𝒍𝒆𝒆 💖🌈✨

𝑭𝒆𝒍𝒊𝒙 𝒍𝒆𝒆 💖🌈✨ MIss , P E R F E I T O
revive Sam ai , rapidao , so pra eu testar um negocio . Teoria do dia: Depende mt da sua casta ,ou nao , eu tava na de Poseido e continuei , emfim , o quarto que o/a sam e a/o sn dividiam na casta ,lembram? , nesse quarto , assim que ela chega na casta , ele ve todas as coisas do/da sam ali , e ela deixa suas coisas e msm sendo contra sua vontade a curiosidade fala mais alto e ela abre a gaveta do/da sam , e tem uma carta , com seu nome oque voce realmente estranha , mas abre , e la sam conta tudo sobre com realmente era , e que ele/ela estava vivo , oque deixou voce surpresa/o pois achava que era uma carta velha e quando olha data era do dia que ele/ela "morreu" .

Ta cedo ainda , nao liga pras teorias sem sentidos , essa fic e tao boa que eu , assistindo serie , do nada bate a brisa , e imagino 300 possibilidades do/da Sam estar vivo/a ....

Miss , sua fic e M A R A V I L H O S A , serio sem palavras
*CLAP CLAP*

20/04/21 3 ResponderMais
LeBlanc_Fox

LeBlanc_Fox Mais rapaz Miss. Eu estava contando quantos dias tinha feito que Sam morreu e agora não sei mais.

Amei Miss

20/04/21 3 ResponderMais
Cancelar