Miss Chanandler Bong

Miss Chanandler Bong

78
ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 171

Grandes Descobertas

Ainda na festa, todos os alunos estão curiosos para descobrir o que pode acontecer, principalmente S/N que recebe informações inesperadas.

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

Vocês estavam na festa ainda esperando o que poderia acontecer e principalmente se a teoria de Laura realmente iria se concretizar ou não, mas por enquanto nada de especial tinha acontecido.

Você continuou mais um tempo sentado(a) observando a festa enquanto Laura, Eric e Taylor foram em direção a pista de dança para dançar mais um pouco e aproveitar a festa que estava bem animada por sinal.

Mesmo não querendo se iludir, você não conseguia parar de sentir uma enorme ansiedade para saber se realmente haveria a escolha de quem iria receber todos os poderes. Nem você sabia que tinha um lado tão ambicioso, mas realmente queria receber todos os poderes, aquilo iria lhe ajudar tanto para viver como guerreiro(a), como também lhe ajudaria para se tornar um(a) rebelde e o mais importante, você poderia usar aquilo não apenas para se proteger como também para proteger aqueles que ama.

Já que estava só naquele momento, aproveitou o momento para observar as pessoas que estavam na festa, eles pareciam todos tão felizes e dançavam animados como se não houvesse um amanhã, nem pareciam que eles trabalhavam em algo que colocava suas vidas em risco.

A grande maioria dos que dançavam pareciam muito jovens, então você já conseguia imaginar que eram pessoas que tinham se tornado guerreiros a pouco tempo, já aqueles que aparentavam serem mais velhos, estavam em grupos e conversavam com os treinadores. Eles podiam não estar dançando, mas pareciam tão feliz quanto aqueles que dançavam, realmente era um clima muito bom naquele momento.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

- O que faz aqui só? - Diz uma voz feminina lhe tirando de seus pensamentos.

- Ágatha? - Você pergunta surpreso(a).

- Eu mesma - Ela responde rindo.

- Não tinha lhe visto chegar - Você fala.

- Espero não ter lhe assustado - Ela diz.

- Não - Você fala sorrindo para ela.

- O que aconteceu? Não gosta de festa? - Ela pergunta.

- Não muito, não sou essa pessoa de ir em festas e ficar dançando o tempo todo - Você responde.

- Entendo, isso exige muita energia - Ela diz rindo.

- Exato, não sei como eles conseguem passar tanto tempo assim - Você fala rindo.

- Acho que é mais que isso - Ela diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Eu acho que eles querem aproveitar pois tem medo de demorar até a próxima festa e principalmente devem ter medo de que possam morrer na próxima missão, então querem aproveitar - Ela responde.

- É, isso faz sentido - Você diz.

- Nunca se sabe o que pode acontecer - Ela diz.

- Verdade - Você fala.

- Você está gostando de ser guerreiro(a)? - Ela pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Sim
  • Até que sim
  • Ainda não sei

Cena 3

- E você? - Você pergunta.

- Ainda está bem no início para ter uma opinião formada, mas está sendo mais interessante do que eu pensava - Ágatha responde.

- Verdade - Você diz.

- Mas quem sabe né? Nunca se sabe quando tudo pode mudar e se tornar um circo de horrores - Ela fala.

- Como assim? - Você pergunta.

- Sei lá, vai que um dia eles começam a nos fazer tomar decisões assustadoras ou algo do tipo - Ela responde.

- Entendo - Você diz pensando nas competições que passaram.

- Eu sou uma pessoa desconfiada, sinto muito, não queria lhe causar preocupações - Ela fala.

- Está tudo bem, sua desconfiança é válida - Você diz.

- Ainda bem que você entende - Ela fala sorrindo.

- Posso te fazer uma pergunta? - Você pergunta.

- Claro que sim - Ela responde.

- Você conheceu Sam? - Você pergunta.

- Qual o motivo dessa pergunta? - Ela pergunta.

- Você sabe - Você responde.

- Todos nós que participamos de um mesmo propósito nos conhecemos, se é que você me entende - Ela diz.

- Entendo, mas o quão próxima você era de Sam? - Você pergunta.

- Não precisa ter ciúmes, não era uma relação tão próxima assim - Ela responde rindo.

- Não é isso que estou falando - Você fala.

- Você já imaginava que Sam era como eu? - Ágatha pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Sim
  • Tinha algumas suspeitas
  • Não tinha ideia

Cena 4

- Mas qual o motivo dessa pergunta? - Você pergunta.

- Eu não sei se esse é o melhor lugar para conversarmos sobre Sam, há tantas pessoas por aqui - Ágatha responde.

- Entendo, acredito que você tem medo - Você fala.

- Claro que tenho medo, a qualquer momento posso ser descoberta e ter o mesmo fim - Ela diz.

- Eu entendo - Você fala.

- Sam era uma pessoa incrível, muito inteligente, com muita determinação e com alma de alguém que queria mudar o mundo - Ela diz.

- É, Sam era realmente incrível - Você fala dando um profundo suspiro.

- Mas Sam era alguém que carregava muitos machucados e cicatrizes, precisava de ajuda - Ela diz.

- Como assim? - Você pergunta sem entender.

- Sam teve problemas pessoais que fez com que guardasse muito rancor e muitas desconfianças no coração - Ela responde.

- Eu realmente não estou te entendendo - Você fala.

- Sam queria ser igual aquelas pessoas da missão que você conheceu hoje - Diz Ágatha.

- O quê? - Você pergunta sem acreditar no que tinha acabado de ouvir.

- É, Sam queria fazer parte daquelas pessoas, mas felizmente conseguimos impedir antes do pior - Ela responde.

- Eu não imaginava isso, não tem nada a ver com Sam - Você fala.

- Eu sei, é surpreendente mesmo. Como eu disse, Sam tinha muitas mágoas e machucados, então queria tomar atitudes extremas - Ela diz.

- Eu não esperava por isso - Você fala.

- Sam tinha finalmente melhorado, então achamos que tudo ficaria bem, mas infelizmente aconteceu o que aconteceu - Ela diz cabisbaixa.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

- Vocês fazem ideia do que pode ter acontecido? - Você pergunta.

- Não, foi uma surpresa para nós também. Sam estava fazendo tudo corretamente e até mesmo conseguiu passar na competição. Nós temos duas suspeitas, mas não podemos afirmar - Ágatha responde.

- E quais seriam as suspeitas? - Você pergunta.

- Acho melhor você não saber, é para o seu bem - Ela responde.

- Por favor, me diga - Você fala.

- Tem certeza? - Ela pergunta.

- Claro que sim - Você responde.

- A primeira é que alguém possa ter descoberto algo e denunciado - Ela diz.

- Isso faz sentido, mas quem seria? - Você pergunta.

- Não temos ideia, talvez seja alguém que já estava investigando Sam ou talvez alguém que odiasse Sam - Ela responde.

- É, faz sentido - Você fala.

- É difícil de ter certeza - Ela diz.

- E a segunda? - Você pergunta.

- A segunda... - Ela diz hesitante.

- Pode falar - Você diz.

- É possível que Sam tenha morrido devido a proximidade com você - Ela fala.

- Como assim? - Você pergunta sem entender.

- Talvez eles tenham matado Sam porque achavam que Sam poderia ser um problema para você - Ela responde.

- Isso não faz o menor sentido - Você diz.

- Eles sabem da sua capacidade, mas sabem que você tem apegos emocionais, então eles podem querer destruir esses apegos para que você se torne mais frio(a) e apenas leal a eles - Ela fala.

- Será mesmo? - Você pergunta.

- Eu sinto muito por colocar essa culpa nas suas costas, mas é algo que muitos pensam - Ágatha responde.

- Não precisa se desculpar, você apenas está repassando o que ouviu e eu pedi para que você me contasse - Você fala.

- Eles querem você S/N e eles vão fazer de tudo para lhe deixar perfeito(a) para eles - Ela diz.

- Isso não pode estar acontecendo - Você fala colocando a mão no rosto em desespero.

- Eu sinto muito - Ela diz com a expressão triste.

- Obrigado(a) por ter me falado a verdade - Você fala.

- Não é nada. Agora tenho que ir para que eles não suspeitem - Ela diz.

- Certo, tchau Ágatha - Você fala.

- Tchau e fique bem - Ela diz.

- Vou tentar - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

Ágatha se despede de você e começa a caminhar em direção a pista de dança para se divertir com os outros alunos que lá estavam, lhe deixando só com seus pensamentos.

Você tinha recebido tantas novas informações que precisava de um tempo só para conseguir absorver todas, o que demoraria muito tempo para absorver já que teria que digerir algo que tem ao menos conseguia acreditar.

Sam sempre havia sido uma pessoa tão incrível, tão racional e tão boa que era difícil de acreditar que Sam teria coragem de ser um(a) Crônidas como aquelas pessoas horríveis que você havia visto na missão. Claro que era difícil de julgar Sam já que como a própria Ágatha havia dito, Sam estava passando por um momento de muita dor e mágoas que haviam sido guardadas e assim nutrindo um enorme rancor pelos deuses e tudo o que eles representam.

Outra informação que seria bem difícil de absorver seria que os rebeldes estavam considerando duas teorias em relação a morte de Sam que faziam muito sentido. A teoria de que alguém estivesse investigando Sam era a que você mais torcia que fosse verdade pois se descobrisse que você foi a causa da morte de Sam, aquilo iria lhe fazer tão mal que nem sabia o que fazer.

Pensar que você foi a causa da morte de Sam, também lhe faz pensar que foi o motivo de seu/sua namorado(a) ter morrido e essa era uma culpa que realmente não queria carregar pois você nunca teria coragem de fazer nada contra essas duas pessoas.

Sem contar que se essa teoria tivesse razão, significava que as outras pessoas próximas a você poderiam também correr risco de vida já que muitos já haviam dito que as pessoas que você gostava eram seus pontos fracos e isso poderia ser usado contra você a qualquer momento.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

Você ainda pensava sobre tudo o que Ágatha havia lhe contado quando seus pensamentos são interrompidos ao ouvir todos batendo palmas quando um homem pega um microfone e começa a falar:

- Boa noite pessoal, sou eu Adonis novamente. Não se preocupem, a música já voltar ao normal daqui a pouco, só quero um pouco da atenção de vocês para falar um pouco. Primeiramente, quero parabenizar a todos pela muito bem sucedida missão que tivemos hoje mais cedo, foi um trabalho incrível e primoroso. Segundamente, quero dar um parabéns aos nossos novos guerreiros que já na primeira missão viveram emoções fortes e tiveram o privilégio de participar de uma missão tão grandiosa como essa. Dito isso, peço para vocês receberem com uma salva de palmas ao nossos dois guerreiros Igor e Pamela que felizmente voltaram em segurança de volta a nossa Reia - Diz Adonis.

No mesmo instante, Igor e Pamela se levantam sorridentes e começam a acenar enquanto todos os outros batem palmas animados.

- Vocês gostariam de dizer algumas palavras? - Adonis pergunta.

- Nós só queremos agradecer por tudo, é um prazer estar de volta - Igor responde.

- Nós dois estamos agradecidos por terem nos ajudado e nos salvado, seremos eternamente gratos - Pamela responde.

- Os guerreiros são uma família e um bom guerreiro não abandona seus colegas - Adonis diz sorridente.

- É essa missão foi uma prova disso - Igor fala.

- Tem razão, se pudéssemos definir essa prova seria trabalho em equipe. Nossos novos guerreiros trabalharam com nossos guerreiros mais experientes como ótimas equipes para salvar seus colegas. Uma salva de palmas para isso - Diz Adonis sorridente.

Assim que ele diz, todos começam a aplaudir novamente e foi impossível não revirar os olhos com aquele discurso pois chegava ser ridículo ouvir que os guerreiros são como família após aquela competição dos guerreiros onde os alunos tinham que lutar entre si e ainda fazer mal uns aos outros.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

- Obrigada Pamela e Igor por suas palavras, podem se sentar para descansar já que ainda estão enfraquecidos após tudo o que passaram. Agora quero que vocês recebam com uma salva de palmas nossos guerreiros mais experientes que foram as principais mentes por trás dessas missões. Infelizmente eles não vão poder ficar na festa por muito tempo, mas eles fizeram questão de vir aqui para celebrar o bom desempenho da missão. Recebam com muito carinho e aplausos os nossos guerreiros - Diz Adonis bem animado.

Logo os sete guerreiros que fizeram hoje mais cedo apareceram sorridentes e todos batem palmas e comemoram animados como se fossem realmente pessoas importantes que entrassem no lugar.

Algo que chama sua atenção é que todos estavam com roupas de combate, será que ainda era a de mais cedo da missão ou eles já estavam preparados para ir para mais uma missão?

Foi impossível não olhar para Atlas, mas como você já esperava, Atlas nem sequer olhou para você, ainda tinha tanto que você queria poder conversar e perguntar para Atlas, mas não seria algo fácil já que já tinha percebido que além da personalidade bem complicada de Atlas, também havia o fato de que Atlas não era do tipo que falava sobre si para qualquer pessoa.

Será que vocês teriam outras chances de fazer missões para poderem conversar? Será que um dia Atlas se tornaria alguém mais suportável para ter uma boa conversa de verdade? Por mais irritante que fosse aceitar, Atlas estava se tornando um tópico reincidente em sua mente.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

- S/N? - Laura fala se aproximando lhe assustando.

- Oi - Você diz.

- Te assustei? - Ela pergunta.

- Eu estava desprevenido(a), mas não foi nada - Você responde sorrindo.

- Foi sem querer, percebi que você estava bem distante mesmo - Ela diz.

- Sem problemas - Você fala.

- Está tudo bem? Sua mente parece estar tão longe daqui - Ela diz.

- Está sim, não se preocupe - Você fala.

- Que bom ouvir isso - Ela diz.

- Pode voltar a dançar, eu estou bem - Você fala.

- Não, eu vim aqui te chamar para irmos falar com os guerreiros - Ela diz.

- O quê? - Você pergunta.

- É, nós queremos falar com eles e nos apresentar melhor - Ela responde.

- Eles parecem tão ocupados - Você fala.

- Por favor S/N, eu quero conhecer eles - Diz Eric se aproximando.

- Tudo bem, vamos lá - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Vocês caminharam em direção ao local onde os guerreiros estavam conversando com os treinadores e logo os treinadores começam a apresentar os guerreiros para os alunos, em especial para Eric que não havia conhecido nenhum deles.

Você procurava por Atlas que havia sumido quando vê Pamela se aproximando de você com um enorme sorriso.

- Você é S/N não é? - Pamela pergunta.

- Sim - Você responde.

- Não sei se você lembra, eu sou a Pamela - Ela diz.

- Claro que me lembro - Você fala.

- É um prazer te ver novamente - Ela diz.

- O prazer é meu - Você fala.

- Muito obrigada pelo o que você fez - Ela diz.

- Eu não fiz nada demais, não precisa agradecer - Você fala sem graça.

- Temos que agradecer, o que você fez exige muita coragem - Igor diz se aproximando.

- O-obrigado(a) - Você fala.

- Sua força é admirável - Pamela diz.

- Verdade, você quebrou aquela gaiola com tanta facilidade, eu fiquei surpreso - Igor fala.

- Estou treinando para isso - Você diz.

- E continue treinando, se continuar melhorando, não duvido que logo irá fazer ainda mais missões, principalmente as mais complexas - Igor fala.

- É o que eu mais quero - Você diz.

- E vai conseguir, disso eu não tenho dúvidas - Pamela fala.

- Agradeço por esses elogios, significa muito - Você diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 11

- Posso ser sincera com você? - Pamela pergunta.

- Claro que sim - Você responde.

- Você já merece um parabéns especial por ter feito dupla com Atlas - Pamela sussurra para você.

- É verdade - Igor diz e começa a gargalhar.

- Eu não entendi - Você fala.

- Atlas é incrível, mas é uma pessoa complicada de se lidar, principalmente porque gosta de fazer missões individuais - Pamela diz.

- É, eu percebi, que bom que vocês me disseram isso, achei que o problema era eu - Você fala.

- Não, pode ter certeza que o problema não era você - Igor diz.

- Atlas é sempre assim? - Você pergunta.

- É, você não viu que Atlas já até sumiu? Nem gosta de festas - Pamela responde.

- Mas vocês sabem o motivo? - Você pergunta.

- Atlas é uma pessoa solitária que gosta de viver assim, então não costuma ter amigos ou pessoas próximas - Pamela responde.

- Não é atoa que Atlas é o orgulho dos superiores - Igor diz.

- Sem nenhum apego emocional ou fraqueza - Você fala se lembrando do que já havia conversado com Eliseu em uma das provas na competição.

- Exatamente - Igor diz.

- Mas não ligue para isso, os outros guerreiros são mais simpáticos e mais fáceis de lidar - Pamela fala.

- Certo - Você diz.

- Mais uma vez, nós agradecemos - Igor fala.

- Foi um prazer poder ter ajudado - Você diz sorrindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

Você continua ouvindo o que os guerreiros conversavam com os treinadores sobre a missão, mas nem conseguia prestar atenção no que era dito já que seu foco do momento era apenas tentar encontrar Atlas em meio aquelas várias pessoas.

Você consegue se afastar sem que seus amigos percebam e então começa a caminhar em busca de Atlas. Depois de caminhar por um tempo, você consegue encontrar Atlas perto do local onde vocês costumavam treinar todos os dias.

- O que você faz aqui? - Você pergunta.

- Você já percebeu que me faz muitas perguntas? - Atlas pergunta se virando para mim.

- Isso não é verdade - Você responde se aproximando de Atlas.

- É sim, te conheci hoje e parece que a todo momento estou com um(a) detetive me interrogando - Atlas diz.

- Que exagero - Você fala revirando os olhos.

- Por que você não está na festa? - Atlas pergunta.

- Estava procurando por você - Você responde.

- Realmente você está me investigando, vou começar a tomar mais cuidado - Atlas diz.

- Você é uma pessoa difícil, você sabe disso né? - Você pergunta.

- Eu sei e gosto de ser assim - Atlas responde.

- Eu achei estranho pois todos os guerreiros estavam se apresentando para todos os alunos e você não estava lá, então achei estranho - Você diz.

- Eu ouvi os nomes de todos, conforme formos fazendo missões, conhecerei eles - Atlas fala.

- Certo - Você diz.

- Não há muito o que conhecer, só preciso saber a Casta da pessoa para saber que tipos de poderes devo esperar, não me importo com o resto - Atlas fala.

- Nossa, você realmente não tem a menor vontade de nos conhecer - Você diz.

- Por que eu iria querer isso? - Atlas pergunta.

- Adonis diz que seremos como família, então deveríamos ao menos saber o básico - Você responde.

- Você acreditou nisso? - Atlas pergunta te encarando.

- Claro - Você responde.

- Mentira - Atlas diz segurando o riso.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

- Você deveria ao menos se interessar mais por mim - Você fala.

- Por qual motivo? - Atlas pergunta.

- Pois logo serei como você - Você responde.

- Você sabe que não importa quanto o tempo passe, eu sempre serei mais experiente que você não é? - Atlas pergunta.

- Não estou falando sobre ser um(a) guerreiro(a) experiente, mas sim sobre receber todos os poderes - Você responde.

- Você vai receber? - Atlas pergunta.

- Eu sou uma das pessoas que mais tem chance - Você responde.

- Nossa, fico imaginando como os outros devem ser para eles considerarem você - Atlas diz.

- Eu sou mais forte do que você imagina - Você fala.

- Vamos ver nas próximas missões pois eu só vi você usando poderes para quebrar uma algema e uma gaiola - Diz Atlas.

- Realmente, não dá para ter uma conversa com você, eu desisto - Você fala.

- Mas já? Estava ficando engraçado - Atlas diz segurando o riso.

- Eu estava tentando ter uma amizade, mas já entendi que você não quer isso, fique bem - Você fala.

- Uma amizade? - Atlas pergunta sem entender.

- É, mas pelo jeito não dá - Você fala e começa a caminhar de volta a festa.

- S/N! - Diz Atlas.

- O que foi? - Você pergunta se virando.

- Eu aprendi a ser assim com o seu pai, ele se tornou uma lenda porque não se importava com mais ninguém além dele mesmo - Atlas responde.

- Você o conheceu? - Você pergunta.

- Eu era adolescente quando ele morreu, mas tive o prazer de conhecê-lo - Atlas responde.

- E o que você sabe sobre ele? - Você pergunta.

- Tudo o que você precisa saber é que se você quer ir longe e principalmente se quer viver, aprenda a ser como eu - Atlas responde.

- Eu já me cansei de ouvir esse conselho - Você fala.

- É para o seu bem, se você não mudar, irá sofrer muito por aqui - Atlas diz.

- Agora você se importa comigo? - Você pergunta.

- Se você realmente receber todos os poderes e não ter controle emocional, pode se tornar uma bomba, então não é porque me importo com você - Atlas responde.

- Eu sei me cuidar - Você fala.

- Eu espero que sim - Diz Atlas.

- O que mais você pode me dizer sobre meu pai? - Você pergunta.

- Não há muito o que dizer - Atlas responde.

- Entendo - Você fala e começa a caminhar.

- Quem sabe um dia - Atlas diz.

- O que? - Você pergunta se virando.

- Nada, pode ir - Atlas responde.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 14

Imagem da cena

Você começa a caminhar de volta para a festa e se afasta de Atlas, realmente não tinha como vocês terem uma boa relação de amizade já que Atlas não se esforçava nem um pouco para que isso fosse possível.

Você estava com raiva de Atlas pois era frustrante conversar com uma pessoa como aquela, mas não podia negar que o que Atlas havia dito sobre seu pai realmente mexeu com você.

Nunca tinha parado para pensar que talvez seu pai não fosse nada como você imaginava e que talvez ele fosse uma pessoa de uma personalidade tão difícil ou até mesmo pior que Atlas. Talvez seu pai também fosse tão ambicioso quanto Melissa e Marina, que gostava do modo como tudo aqui acontecia, talvez eles não fosse o herói que você tanto imaginava e apenas fosse mais uma das marionetes dos superiores.

Seja lá o que fosse, você não iria se espelhar em ninguém para viver sua vida, você iria treinar muito para ser o/a melhor, mas não se tornaria uma pessoa de personalidade horrível, não iria parar de ter sentimentos e tratar as pessoas como se elas valesse menos, você poderia ter seus pontos fracos, mas aquilo não iria lhe definir.

Custe o que custar, você iria mostrar tanto para Atlas quanto para os superiores que você não era uma bomba e muito menos uma marionete, você iria conseguir o que queria, sem passar por cima de ninguém, você iria provar a todos que eles estavam errados.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
ѕєяgιинο🏳️‍🌈

ѕєяgιинο🏳️‍🌈 Capítulo maravilhoso 💗💗💗💗💗💗

O que a Ágatha falou sobre o Sam querer ter sido um Crônidas realmente me surpreendeu! Em relação a morte dele, acredito mais na segunda teoria que ela falou. Afinal o mesmo aconteceu(acho eu) em Olympia, após o combate na arena quando S/N foi no hospital atrás de notícias do Thomas(era como eu chamava o namorado dele/a) e do Eric e descobriu que ele havia morrido. Então não é muito fora da realidade que eles tenham feito o mesmo com Sam pra atingir S/N e tentar transformar ele(a) em uma pessoa mais fria.

Eu realmente não sei se eu amo ou odeio o Atlas! Eu quero conhecer mais ele mas toda vez que S/N vai falar com ele me dá um ranço! E o pior é que o fato dele ser um enigma maior do que o Sam ou Taylor já foram tá me fazendo shippar S/N com ele!

1d 15 ResponderMais
Eduarda

Eduarda Confesso q gosto desse estilo de viver do Atlas. Acho q é o modo correto para seguir nesse sistema... S/n não deve para de se importar com os seus amigos ou outros, claro! Mas poderia fingir ser mais "fria" para conseguir o respeito dos deuses e dos guerreiros mais experientes, para se transformar numa lenda igual ao seu pai. Ser uma lenda sendo uma rebelde ou guerreira... Os dois estão ótimos.

1d 12 ResponderMais
user09

user09 S/N JÁ TA CADELINHA/O DO ATLAS KKKKK
SHIPPO E NÃO É POUCO
ESSES CASAIS QUE COMEÇAM SE ODIANDO SÃO OS MELHORES

1d 11 ResponderMais
࿌ʟᴀɪꜱ ᴄᴀʀʀᴇɢᴀʀɪ࿌

࿌ʟᴀɪꜱ ᴄᴀʀʀᴇɢᴀʀɪ࿌ Poxa Sam, você podia ter conversado com S/N sobre os "machucados" pelo menos ia ser melhor pra vc😔

Atlas em😏 na hr q S/N achou ele(a) eu falei "AGORA VAI MEU POVO", mas S/N não sabe ser pentelha(o) kkkkkkkkkkkkk S/N não sabe irritar a pessoa tbm, pq se fosse cmg, Atlas ia poder falar oq quiser pra me irritar eu não ia ta nem aí, ia continuar ali fazendo pergunta, cagando se ele responde seco ou não

E o medo de acabar o capítulo e não ter uma interação com Atlas? AINDA BEM que não foi o caso, porém S/N poderia ter sido mais insistente e continuado lá, mas né

1d 10 ResponderMais
☁️ Euzinha_Br ☁️

☁️ Euzinha_Br ☁️ Capítulo perfeito!!! TÔ FAZENDO TEORIAS AQUI!!!!

Teoria 1: E se Atlas for irmão de S/n por parte de pai? Porque tipo, ele disse que o Pai dele era assim, e o pai de S/n tinha esse negocio de ser fiel aos deuses também, e ele disse que o Pai dele era uma lenda e que ele era adolescente quando ele morreu, lembrando que Atlas é mais velho que S/n, e eles tem essas características em comum.

Teoria 2: Tem uma minima possibilidade de Sam estar vivo, pq como Agatha disse, alguém poderia querer eliminar ele pelo apego emocional com S/n então, os rebeldes já sabendo disso fingem uma "morte" falsa pra tirar o alvo nas costas de Sam.

Ainda acho que S/n deveria se priorizar um pouco, pq, nn deve ser atoa que todas as pessoas que conhecem ele dizem isso, então acho melhor ela começar a ficar um pouco na dela pq não quero nenhum desastre no final, o que praticamente já tá visível de acontecer se ela continuar assim.

Não tô dissendo pra S/n se afastar dos amigos, só tô falando pra ela falar com Taylor, Eric e Laura e explicar a situação pra eles. Por exemplo: Eles podem decidir manter a amizade mas tipo, "amizade as escondidas" pra as pessoas pensarem que eles estão separados ou que eles não ligam mais pros outros fazendo os superiores ficarem orgulhosos. E "amizade as escondidas" não é contra lei nem contra a regra em Reia, então é uma ideia.

Enfim... Acho que exagerei um pouco nas teorias mas quem manda a Miss botar um monte de dúvida na minha cabeça? kk

Capítulo Perfeito!!!

1d 8 ResponderMais
Wicktoria🏹🐾

Wicktoria🏹🐾 Eu tenho uma leve suspeita de que se foi denúncia,foi o(a) Taylor quem denunciou...ele(a) não gostava do Sam e dava pra "ver" que ele(a) ficava observando tudo o que Sam fazia. (Eu posso estar errada,mas por hora é minha opinião)

Atlas é um mistério que tenho vontade de desvendar(😏🤭), S/n desisti muito rápido credo...se fosse eu,quando Atlas chamasse eu já estava perto dele de novo(Depois de um drama leve claro).

Miszinha do meu coração, não rola aquilo de mudar a idade não?? Ksksksksk só pra saber

Eu e a @࿌ʟᴀɪꜱ ᴄᴀʀʀᴇɢᴀʀɪ࿌ estávamos trocando uma(muitas) ideias sobre essa fic ksksks...surtamos bem pouco sabe!

1d 7 ResponderMais
Gabriella Silva

Gabriella Silva Gente amei ♡
Mas confesso que Altas é muito estranho, mas se Sam tiver mortido por ter se aproximado de s/n, eu vou ter ainda mais raiva desse sistema.
Mas ja quero outra missão agora ninguém segura s/n irrrru bota pra tora kk

1d 6 ResponderMais
Franklin Lins

Franklin Lins Hummm podemos ter uma ideia da persolidade do pai de S/N provavelmente ele era pior que atlas, mas deixa mais evidente que o pai de S/N não morreu de maneira normal algo muito grave aconteceu, mais um formidável capítulo adoro o jeito q a miss faz uma transição suave e natural entre as cenas e cenários eu posso de fato imaginar cada cenário .

1d 6 ResponderMais
gregorio_breno

gregorio_breno PARTE 2:

Amei o capitulo, Miss! Adorei ver S/N tentando se aproximar mais de Atlas

(gente eu sempre esqueço de comentar tudo, me perdoem) 😬

1d 5 ResponderMais
🌙 Moon & Sun ☀️

🌙 Moon & Sun ☀️ Achei mt louca a teoria da Agatha, mas faz sentido!! E seria mt bom ter uma missao do Atlas da(o) S\N e do (a) Taylor kkkkkkkkkkkkkkk ja to ate imaginando. E tipo, os deus podem estar mantendo Sam numa prisao ae. E Miss, qual q e o nome do irmao da (o) S\N????? Cap mt bom como sempre e com 10000 teorias kkkkkkkkk faz mais cena da (o) S\N c o (a) Taylor

1d 5 ResponderMais

WebFic

Entre no WebFic para ler & interagir com suas webfics favoritas!

Cancelar
Cancelar