ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 179

A Busca por Respostas

Publicado em 21/05/2021

Após acordar no hospital, S/N está em busca de descobrir mais sobre o estado de saúde de seus amigos.

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

Você estava dormindo tranquilamente quando acorda ao ouvir o som da porta do seu quarto sendo aberta quando a enfermeira estava saindo para ir embora.

Seus olhos ainda estavam se acostumando com a claridade e então tinha uma certa dificuldade para enxergar o que estava acontecendo, mas logo quando sua visão começou a se acostumar com os feixes de luz que passavam pela janela aberta, percebe que ainda estava em seu quarto de hospital.

Ao olhar para os lados percebe que estava só, o que era surpreendente já que sua mãe estava tão preocupada com você, mas ela deveria ter saído um pouco para poder tomar café da manhã já que era cedo.

Seu corpo ainda estava bem dolorido e cansado, mas agora felizmente estava um pouco mais suportável, então pode se sentar para conseguir olhar a janela e ver um pouco do dia. O céu estava lindo e límpido, o dia estava bem agradável e refrescante, um dia perfeito para poder sair e aproveitar com as pessoas próximas, mas infelizmente aquilo não seria possível já que você ainda estava se recuperando, seu irmão estava longe, sua mãe com tantas preocupações e seus amigos em situações bem delicadas.

Pensar sobre Laura e Eric lhe causava um sentimento muito ruim pois mesmo tentando se manter otimista naquela situação, era difícil de acreditar que eles não apenas corriam risco de vida como também poderiam perder os poderes que lutaram tanto para conseguir, eles iriam ficar tão decepcionados caso isso acontecesse que você nem queria pensar nessa possibilidade horrorosa.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Você ainda estava pensando sobre seus amigos e principalmente pensando sobre uma forma de tentar vê-los para saber alguma novidade sobre como eles estavam reagindo ao tratamento, mas como poderia fazer isso? Agora não tinha alguém como Suzana para te ajudar com informações.

Você é retirado(a) de seus pensamentos quando escuta um som de batida em sua porta que lhe faz trazer volta a terra.

- Pode entrar - Você diz.

- Com licença - Uma voz feminina fala.

- Pois não? - Você pergunta.

- Muito prazer, eu sou a enfermeira responsável por cuidar de você - Ela diz sorridente ao se aproximar.

- O prazer é meu - Você fala.

- É muito bom poder te ver acordado(a) - Ela diz.

- Ah, agradeço por cuidar de mim durante todo esse tempo que fiquei em coma - Você fala.

- Não foi nada, apenas fiz o meu trabalho - Ela diz.

- Mas foi um trabalho muito importo e agradeço - Você fala.

- E como você está se sentindo? - Ela pergunta.

- Estou bem - Você responde.

- E as dores? - Ela pergunta.

- Ainda continuo sentindo dor, mas não são tão intensas - Você responde.

- É tão bom ouvir isso, você está reagindo tão bem, sua capacidade de cura é admirável - Ela diz.

- Sério? - Você pergunta.

- Sim, com tudo o que você sofreu, deveria estar em uma situação bem pior, mas não foi o seu caso - Ela responde.

- Que bom ouvir isso, vivendo a vida que eu levo, tenho que ter uma capacidade cura maior - Você fala rindo.

- Verdade, isso vai te ajudar muito - Ela diz sorridente.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Você ficou parado(a), apenas observando a enfermeira avaliando seu corpo e os aparelhos que estavam conectados a você. Ela olhava tudo com muita atenção e anotava em uma ficha que ela carregava.

- Pronto, já fiz minha avaliação - Ela diz.

- E como eu estou? - Você pergunta.

- Você está muito bem, não foi o que me disse? - Ela pergunta rindo.

- Eu sei, mas é diferente do que sinto e do que você vê - Você responde.

- Não se preocupe, sua saúde está ótima, acredito que vai receber alta antes mesmo do que imagina - Ela diz.

- É sério? - Você pergunta animado(a).

- Sim, se continuar evoluindo assim, não vai demorar nada - Ela responde.

- Você não sabe como essa notícia me deixa feliz - Você fala.

- Eu imagino, ninguém gosta de ficar no hospital sem ter nada para fazer - Ela diz.

- Exatamente, é muito sem graça - Você fala.

- Você quer sair um pouco? - Ela pergunta.

- Como assim? - Você pergunta.

- Quer ir tomar café no refeitório do hospital? - Ela pergunta.

- Claro que eu quero - Você responde.

- Sei que não é muita coisa, mas já é bom para andar um pouco - Ela diz.

- Pra mim está ótimo - Você fala.

- Que ótimo, então vou te liberar - Ela diz sorridente.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

Imagem da cena

Depois de mais um tempo, a enfermeira se despede de você e sai do quarto, então você consegue se levantar com um pouco de dificuldade da cama e começa a caminhar em direção a porta para poder sair e ir em direção ao refeitório do hospital para tomar café da manhã.

Com passos bem lentos, você finalmente consegue sair de seu quarto e então caminha pelo enorme corredor do hospital, ele parecia ser ainda maior e mais bonito do que o hospital de Eólia. Não seria uma surpresa se você acabasse se perdendo entre aqueles vários corredores, escadas e elevadores que tinha naquele lugar.

Enquanto caminhava pelo hospital, você aproveitava para tentar olhar as salas e ver se conseguia encontrar Laura, Eric, Taylor ou um dos outros alunos, mas não era algo fácil já que nem sabia por onde procurar por eles. Mesmo assim se manteve na esperança de encontrá-los por algum milagre do acaso que pudesse estar ao seu favor.

Nunca pensou que um dia esse tipo de pensamento passaria por sua cabeça, mas nesse momento, tudo o que mais queria era que Suzana estivesse naquele lugar pois ela sim poderia te ajudar a conseguir informações e assim iria descobrir onde seus amigos estavam e principalmente qual seria o estado deles nesse momento. Infelizmente isso não seria possível, então sua única ajuda seria conseguir encontrar um bom médico que estivesse disposto a te contar algo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 5

Imagem da cena

Depois de um tempo caminhando, finalmente você chega no refeitório do hospital e ele estava mais cheio do que imaginava, o que te pega de surpresa pois não esperava por tantas pessoas, o que seria ainda mais difícil para conseguir encontrar algum rosto conhecido entre tantas pessoas.

Você tentou encontrar sua mãe, mas não conseguiu, então imaginou que ela não deveria estar lá, mas talvez em outro lugar. Como estava com fome, decidiu tomar seu café da manhã antes de sair para procurar por sua mãe pelo hospital.

Assim que pegou tudo o que iria comer, você foi em direção a uma mesa que estava vazia e se sentou, mas se surpreendeu quando viu Taylor se aproximando com um enorme sorriso.

- Bom dia - Diz Taylor.

- Bom dia - Você fala.

- Como você está? - Taylor pergunta.

- Eu estou bem e você? - Você pergunta.

- Estou muito bem - Taylor responde.

- Como você conseguiu me encontrar em meio a tantas pessoas? - Você pergunta rindo.

- É um dom - Taylor responde sorridente.

- Um dom ou você é apenas estranho(a)? - Você pergunta.

- Sem dúvidas é um dom - Taylor responde sorrindo.

- Eu diria que é um pouco dos dois - Você fala rindo.

- Vai saber - Taylor diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

- É bom te ver fora daquele quarto - Diz Taylor.

- Você não faz ideia do quanto também estou feliz com isso, não aguentava mais ficar naquele lugar - Você fala.

- Eu imagino, ficar no quarto de hospital é muito sem graça, sempre prefiro ficar passeando - Taylor diz.

- Verdade. Antigamente eu dificilmente ia em hospitais, mas agora parece que já passei uma boa parte da minha vida em quartos de hospital - Você fala.

- Isso é normal, eu também dificilmente tinha que ir em hospitais, mas depois de tudo o que passamos, isso se torna parte da nossa rotina - Taylor diz.

- Isso é horrível, não deveríamos ir tantas vezes no hospital - Você fala.

- Eu sei, mas nem me surpreendo mais. Ainda somos jovens, então acredito que iremos muitas vezes em hospitais durante nossa vida - Taylor diz.

- Pior que você tem razão - Você fala.

- Pode acreditar, isso não é nem uma suposição e sim uma certeza. Nós ainda iremos fazer muitas visitas a hospitais - Taylor diz.

- Só espero que não sejam visitas tão dramáticas - Você fala.

- Como assim? - Taylor pergunta sem entender.

- Nesse exato momento estou lidando com a péssima notícia que meus dois melhores amigos correm risco de vida - Você responde.

- Não se preocupe, eles vão melhorar, tenho certeza - Taylor diz.

- Espero que sim - Você fala.

- Eles são muito fortes, não duvido nada que logo eles já devem estar acordados, recuperados e prontos para uma nova missão - Taylor diz.

- Estou torcendo para isso - Você fala.

- Você acha que vai demorar para nossa próxima missão? - Taylor pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Acho que sim
  • Não acho
  • Não sei

Cena 7

- E o que você acha? - Você pergunta.

- Estou com meus sentimentos divididos - Taylor responde.

- Como assim? - Você pergunta.

- Ao mesmo tempo que eu quero logo uma nova missão, também sei que não estou no meu 100% para uma missão e claro, ainda precisamos saber como os outros estão - Taylor responde.

- Acho que é muito cedo para uma nova missão porque é preciso saber como todos estão, mas ao mesmo tempo pode acontecer que apareça uma missão já que não é algo que dá para se ter controle - Você diz.

- Tem razão, não há como prever uma missão - Taylor fala.

- Só espero que as próximas missões sejam menos dramáticas - Você diz.

- Verdade, ao mesmo tempo que gostei dessa última missão, sei o quão horrível ela foi - Taylor fala.

- Foi uma missão de grandes emoções, mas que custou muito, então acho melhor algo mais simples e mais leve que não seja tão devastador e que não afete a vida das pessoas - Você diz.

- Verdade, você tem um ótimo ponto - Taylor fala rindo.

- Eu gosto das missões, mas também quero algo menos complexo - Você diz.

- Eu também, a única coisa que quero é que não demore muito para a próxima missão, agora que comecei a participar, não quero mais ficar de fora - Taylor fala.

- Eu percebi que você gostou de verdade - Você diz rindo.

- Você não faz ideia S/N - Taylor fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

Imagem da cena

Você e Taylor passaram um bom tempo conversando sobre vários assuntos enquanto tomavam o café da manhã, mas assim que terminaram de comer, vocês se despediram pois iria caminhar um pouco pelo hospital em busca de encontrar sua mãe.

Você saiu do prédio do hospital para ir para a área externa em busca de encontrar sua mãe que deveria estar tomando ar ou algo do tipo já que ela não estava em seu quarto e nem no refeitório.

Enquanto caminhava pelo hospital, você vê uma moça muito parecida com alguém que você conhecia, então começa a se aproximar para ver se era realmente quem você imaginava.

- L-Laura? - Você pergunta sem acreditar ao se aproximar.

- S/N? - Laura pergunta surpresa.

- Eu não acredito que é você - Você fala.

- É tão bom te ver - Ela diz te abraçando.

- Eu estou tão feliz em te ver - Você fala retribuindo o abraço.

- Como você está? - Laura pergunta.

- Eu estou bem e você? - Você pergunta.

- Estou bem na medida do possível - Ela responde.

- O que você está fazendo aqui? - Você pergunta.

- A enfermeira me trouxe aqui para sair um pouco do meu quarto para tomar sol - Ela responde.

- Quando você acordou? - Você pergunta.

- Durante a madrugada. Ainda estou um pouco fraca, mas estou bem - Ela responde.

- É um alívio te ver, estava tão preocupado(a) - Você fala.

- Eu também estou aliviada de te ver - Ela diz.

- Você ficou sabendo sobre o Eric? - Você pergunta.

- Sim, infelizmente - Laura responde.

- Mas tenho certeza que logo ele deve acordar como a gente - Você fala.

- É, espero que sim - Ela diz.

- Ele é muito forte, com certeza vai conseguir - Você fala.

- O que você acha que pode acontecer com ele? - Ela pergunta com uma expressão séria.

Continua depois da publicidade
  • Ele vai acordar com os poderes
  • Ele vai acordar, mas não sei o que pensar sobre os poderes dele
  • Eu não sei

Cena 9

- O que você acha? - Você pergunta.

- Eu estou com um péssimo pressentimento - Laura responde.

- Como assim? - Você pergunta.

- Sinto que ele pode acordar, mas não acho que ele vai conseguir continuar sendo um guerreiro - Ela responde.

- Por que você diz isso? - Você pergunta.

- Ele ainda estava se recuperando de uma lesão que quase o deixou sem andar e agora já está enfrentando novos problemas - Ela responde.

- Você acha que ele pode m... - Você nem consegue terminar.

- Eu realmente espero que não e torço para que isso não aconteça, mas não sei se ele conseguirá manter os poderes - Ela diz.

- Vamos tentar nos manter otimista, Eric é muito forte e sei que ele vai conseguir sair bem dessa situação - Você fala.

- Isso é o que mais quero - Ela diz.

- E você? Como estão seus poderes? - Você pergunta.

- Eu ainda não sei, meus poderes ainda não foram testados, mas posso te confessar algo? - Ela pergunta.

- Claro que sim - Você responde.

- Eu não sei o que vou fazer da minha vida caso esteja sem meus poderes, vou me sentir completamente inútil - Diz Laura com lágrimas nos olhos.

- Não diga isso, tenho certeza que você ainda está com seus poderes - Você fala.

- Eu não tenho tanta certeza - Ela diz.

- Não pense assim, você é muito forte e parece bem apesar de tudo, tenho certeza que seus poderes ainda estão aí - Você fala.

- Você acha mesmo? - Ela pergunta esperançosa.

- Claro que sim, seu corpo está lidando com a exaustão, mas logo seus poderes irão voltar a ficar ativos, pode acreditar - Você responde.

- Espero que você tenha razão. Eu lutei e sofri tanto por esses poderes, não consigo me imaginar sem eles - Ela diz.

- Eu sei disso, por isso que sei que você não via perdê-los assim tão fácil - Você fala.

- Espero que sim - Ela diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

- Esqueci de te parabenizar - Diz Laura.

- Por qual motivo? - Você pergunta.

- Pelo ótimo trabalho que você e Atlas fizeram - Ela responde.

- Não há o que agradecer, foi um trabalho em conjunto onde todos tiveram um papel importante - Você fala.

- Mas o trabalho de vocês foi bem mais complicado - Ela diz.

- O mais difícil foi o de Atlas - Você fala.

- Você não viu mais Atlas? - Ela pergunta.

- Não - Você responde.

- Então não sabe o que pode ter acontecido? - Laura pergunta.

- Não, eu queria tanto saber, mas infelizmente ninguém sabe nada - Você responde.

- Será que a explosão atingiu Atlas? - Ela pergunta.

- Eu realmente espero que não, mas Taylor acha que sim - Você responde.

- Que triste, espero que não seja isso, Atlas era tão incrível, seria uma perda muito grande - Laura diz.

- Concordo, tinha tanto que eu gostaria de saber sobre Atlas - Você fala.

- Talvez ainda exista uma chance, Atlas é bem forte e talvez tenha se salvado da explosão - Ela diz.

- Também quero pensar assim - Você fala.

- Você parece um pouco atingido(a) por falar sobre Atlas, um pouco mais do que eu esperava - Ela diz confusa.

- Nós tínhamos nos aproximado mais com a missão e finalmente eu achava que Atlas parecia ser alguém suportável - Você fala.

- Tente se manter otimista, talvez Atlas esteja bem e você está aí sofrendo - Ela diz.

- Eu não estou sofrendo, apenas lamento por uma perda de alguém que era uma referência entre os guerreiros - Você fala.

- Sei - Ela diz segurando o riso.

- Não seja igual ao Eric - Você fala.

- Eu não disse nada - Ela diz sorrindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 11

Você e Laura conversavam quando são surpreendidos(a) pela voz de alguém que chamava por seu nome e assim que você se vira para ver o que acontecia, percebe que era sua mãe se aproximando.

- S/N, que bom te ver de pé - Diz sua mãe.

- Oi mãe, onde você estava? - Você pergunta.

- Sinto muito por te deixar só, eu fui tomar café da manhã e aproveitei para ligar para seu irmão - Ela responde.

- Está tudo bem, não precisa se desculpar, só perguntei porque tinha procurado por você e não encontrei - Você fala.

- Você queria algo? - Ela pergunta.

- Não - Você responde.

- Laura querida, que bom ver você - Ela diz abraçando Laura.

- É um prazer ver a senhora - Laura fala.

- Seu pai deve estar feliz em te ver - Sua mãe diz.

- Sim, ele chorou quando eu acordei - Laura fala rindo.

- Eu imagino, parece que foi tirado um peso das minhas costas quando S/N acordou - Sua mãe diz.

- Agora vou sair para dar privacidade para vocês - Laura fala.

- Não, não precisa. Para ser sincera, eu prefiro que você fique aqui com S/N - Sua mãe diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Amor, preciso voltar para casa - Ela responde.

- Mas já? - Você pergunta.

- Sim, infelizmente não posso ficar muito aqui, mas o importante é saber que você está bem - Ela responde.

- Achei que você iria ficar mais tempo - Você diz.

- Eu também achei, mas não será o caso. Sinto muito - Sua mãe fala.

- Está tudo bem, você tem seus motivos - Você diz.

- Por favor, me ligue com mais frequência e se cuide - Ela fala te abraçando.

- Não se preocupe, eu ligarei e irei me cuidar - Você diz retribuindo o abraço.

- Vou sentir tanta saudades - Ela fala te olhando com lágrimas nos olhos.

- Eu também vou sentir, mas não precisa chorar, logo nos veremos novamente - Você diz.

- Você não faz ideia do quão difícil é me despedir de você, mas infelizmente é necessário - Ela fala.

- Mãe, não é uma despedida definitiva, nós nos veremos novamente, não precisa ficar assim - Você diz rindo.

- Despedidas são horríveis S/N, você só vai entender quando tiver seus filhos. Mas agora tenho que ir, se cuide e saiba que eu te amo - Ela fala.

- Eu também te amo - Você diz.

- Laura, cuide de S/N por mim e também cuide de si e do Eric - Sua mãe fala.

- Pode deixar, eu cuidarei - Laura diz sorrindo.

- Tchau crianças - Sua mãe fala se afastando.

- Tchau - Vocês dizem.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

Imagem da cena

Após se despedir de vocês, sua mãe começa a caminhar em direção a um carro que já a esperava próximo a entrada do hospital, enquanto você e Laura a observava durante todo o momento.

Assim que entra no carro, sua mãe coloca a cabeça na janela do carro para acenar para vocês e falar mais algumas coisas como "Se cuida", "Me liga" e "Tenha juízo" até que o carro foi se afastando o bastante para que ela sumisse em meio aos outros carros que passavam.

Uma parte de você queria tanto poder ir junto com sua mãe de volta para a Casta de Hefesto e ficar lá naquele lugar que sempre considerou tão seguro. Tudo o que você mais queria era poder ficar na paz de sua casa com sua mãe e seu irmão enquanto ignorava tudo o que estava acontecendo em sua vida, mas sabia muito bem que infelizmente não poderia fazer isso e tinha que continuar seguindo sua vida mesmo assim.

Pelo menos você ainda tinha Laura, Eric e Taylor ao seu lado o que fazia tudo se tornar um pouco mais suportável e melhor, claro que eles também eram alguns dos principais motivos que causavam seu sofrimento e preocupações, mas mesmo assim ainda era melhor. Não tinha nada como ter boas amizades verdadeiras e de confiança para enfrentar a vida que você levava nesse momento da sua vida.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

- Vocês estão aqui! - Diz uma voz lhe tirando de seus pensamentos.

- Agnes? - Laura pergunta confusa.

- Que bom ver que vocês estão bem - Agnes diz sorridente.

- Como você está Agnes? - Você pergunta.

- Eu estou bem e vocês? - Ela pergunta.

- Estamos bem também - Você responde.

- Que bom saber disso, estava tão preocupada - Ela diz.

- O que você faz aqui? - Você pergunta.

- Por favor, não diga que já temos uma nova missão - Laura diz.

- Não, se acalmem por favor, não estou aqui para colocar vocês em novos perigos - Ela fala.

- Então você só veio aqui para saber como nós estamos? - Você pergunta.

- Também, mas tem um outro motivo - Agnes responde.

- E qual seria? - Laura pergunta.

- Eu estou aqui para levar aqueles que como vocês estão bem - Ela responde.

- Mas já? Nós acordamos a pouco tempo, ainda estamos nos recuperando - Laura diz.

- Não é para nada sério, é apenas para participar de algo - Ela fala.

- E o que seria? - Você pergunta.

- Não sei se vocês ficaram sabendo disso, mas faz uma semana desde que tudo aconteceu - Agnes responde.

- Sim, nós ficamos sabendo. Mas o que isso tem a ver? - Você pergunta.

- Haverá uma homenagem a todos aqueles que morreram, então vocês serão levados(as) para participar dessa homenagem e receber uma condecoração por terem participado da missão - Ela responde.

- Isso é bem legal - Laura diz.

- Eu sei, por isso estou aqui para levar aqueles que podem ir. Então o que vocês acham? - Agnes pergunta sorridente.

- Nós iremos - Laura responde.

- Ótimo, eu vou lá dentro para conversar com outras pessoas. Daqui a uma hora iremos partir - Agnes diz animada.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 14

Agnes se despede de vocês e vai em direção a porta para entrar no hospital para poder conversar com os outros alunos, deixando você e Laura sozinhos(as).

- Laura, você tem certeza que essa é uma boa ideia? - Você pergunta.

- Por que você pergunta isso? - Laura pergunta confusa.

- Nós ainda estamos em recuperação, eu acordei ontem e você acordou na última madrugada - Você responde.

- Mas nós estamos bem, é só uma simples viagem, não iremos fazer nada demais - Ela diz.

- Se você diz - Você fala.

- S/N, essa situação une o útil ao agradável, você não percebe? - Ela pergunta.

- Como assim? - Você pergunta.

- Nós receberemos nossa primeira condecoração, o que já é algo grande por si só, mas também poderemos ter mais informações sobre o que aconteceu e sobre como os outros estão - Ela responde.

- É, você tem um bom ponto - Você fala.

- Podemos saber se alguém que conhecemos morreu ou não para diminuir nossas preocupações - Ela diz.

- Tem razão - Você fala.

- E você poderá saber se Atlas morreu ou não - Ela diz.

- Isso é verdade, isso pode ser realmente de grande ajuda - Você fala.

- Nossa, foi só falar de Atlas que você mudou de opinião, deveria ter citado isso antes - Ela diz rindo.

- Nem começa - Você fala revirando os olhos.

- Estou brincando - Ela diz rindo.

- Vou deixar passar dessa vez - Você fala.

- Mas agora vamos nos arrumar S/N, finalmente algumas das nossas perguntas serão respondidas e precisamos nos preparar - Diz Laura.

- Só espero que sejam as respostas que queremos - Você fala.

- Só indo até lá para saber disso - Ela diz.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Elly_

Elly_ OK, se ngm vai falar de quão estranho foi o Taylor só aparecer com uma tipoiazinha no braço e alguns cortes eu vou, tipo TODO mundo tava em coma, e alguns até mortos, e o garoto me aparece só com um braço machucado, tem coisa errada aí, já vou dizendo isso é estranho pra uma missão tão grande como essa, eu n confiava no Taylor desde a primeira competição em Olympia, agr q n confio msm.

Então....
para Taylor:

Não gosto de você. Não sinto verdade em você. Acho você, sim, incoerente, você está onde te convém. Em todos os seus jeitos, falas, posicionamento e etc. Acho você uma falsa e extremamente soberba

21/05/21 29 ResponderMais
Melissa

Melissa EU VOU SURTARRRRRRRRRR ATLAS EU PRECISO DE VCCCCCC

21/05/21 19 ResponderMais
Melissa

Melissa S/N falando ´´Se você diz´´ foi o motivo do meu colapso,lembrei mtooo de Atlas falando isso,S/N já está pegando as manias de Atlas JKKKK

21/05/21 13 ResponderMais
duh

duh meuuuu deusssss atlas precisa estar vivo aaaaa kkkkkkkkkkk, amei miss!!!qnd sai o próximo:)

21/05/21 11 ResponderMais
gregorio_breno

gregorio_breno "...foi só falar de Atlas que você mudou de opinião..." kkk S/N, eu te apoio! 😁

21/05/21 10 ResponderMais
Melissa

Melissa Se Atlas morrer eu morro junto,juro por TUDO q n aguento ficar sem ele(a)

21/05/21 10 ResponderMais
Brenda-Chan

Brenda-Chan Que o Atlas e o Eric fiquem vivos, que o Eric e a Laura fiquem com os poderes, e que a Eva finalmente morra, Amém.🙏🙏🙏

21/05/21 8 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Aiai Miss, minha alma de iludida n me deixa descansar, todo mundo chamando a(o) s/n e eu toda feliz imaginando q era o Atlas, já tava imaginando a fanfic inteira, o Atlas aparece chama a(o) s/n, s/n vê q é o Atlas e vai correndo abraçar ele(a) e no começo Atlas fica tipo 😐 👁️👄👁️ oq eu faço??????? Mas logo depois retribui o abraço..... Laura mulher tu acordo! Finalmenteeeeeeeeeeeeeeeee, menos 1 para minha ansiedade me deixar pior hehehehhe. Aiai Taylor "why you so obsessed with me (boy, I wanna know)".
DESABAFOS DA MANU
(A procura de um nome melhor) beleza eu sou meio mole né, minha pressão cai facinho e eu botei na minha cabeça q quero fazer um piercing no nariz, não é aquele igual de vaquinha (usei esse termo pq esqueci o nome) é aquele do lado sabe? Ai meus pais são bem tolerantes (glória a deus pq se não eu iria ser a decepção da familia, cabelo colorido, piercing, quer fazer tatuagem, defende algumas causas e quer ser ativista no futuro hehehe) ai eles deixaram, masssss tem 2 porém, minha mãe n deixou eu colocar a argolinha no nariz pq falou "manu vamos começar com calma, vamos colocar o de pedrinha primeiro pq ai o choque é menor" e meu pai disse " Manu vamos esperar para o mês q vem" pq ele tá com medo de inflamar 😑 conclusão, sem piercing até provavelmente julho (espero q eu ainda tenha coragem, pq minha prima colocou e dps tinha saido e meu pai tava tentando colocar de volta e eu quase desmaiei pq a pressão caiu) e agora eu olho para a cara dos meus pais e falo "então sem piercing?? 🥺🤧".
Sabem a professora desgracada? A q quer roubar minha campanha na escola, então né, nossa escola vai participar das olimpíadas de matemática, ciências e astronomia, e eu tenho aula tipo cursinho para as olimpiadas de matemática e adivinha qm da a aula? Sim é a desgracada ô sorte minha, e ela mandou um cartãozinho lara o login e senha da olimpiada de astronomia e ela falou q era copiar e colar o link q ia entrar, só q n entrava, e n era só no meu, ai eu mandei mensagem na agenda digital que temos ai ela mandou "oi Manu, é só copiar e colar o link e pesquisar e não clicar em cima" e eu disse para mim e para minha mãe ó não me diga Sherlock, nunca imaginei, nem parece q eu fiz isso e não deu certo oras, um dia desses eu e minha mãe e minha irmã fomos no centrinho da minha cidade e tinha o polvinho do humor e era 40 minha mãe perguntou e 2 polvinhos? Na intenção de desconto né e a tiazinha falou 80 e eu n me controlei e falei ah não me diga, conclusão Manuella é impaciente e se estressa rápido com as pessoas.

21/05/21 6 ResponderMais
Brenda-Chan

Brenda-Chan Eu JURO que às vezes eu penso em sabotar o Taylor, só porque ele é melhor que s/n em algumas coisas e porque ele quase nunca se machuca. Com a Laura não, nunca, mas com o Taylor eu sempre penso em sabotar ele kkkkkkk

21/05/21 5 ResponderMais
chistian Olimpio

chistian Olimpio Laura esta bem amem, agora so falta eric

Af, a cada pessoa q apareceu chamando o s/n eu achando q era eric,não era a nossa mãe e agnes

21/05/21 5 ResponderMais
Cancelar