ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 190

Sentimentos Mistos

Publicado em 16/06/2021

Após o comunicado de Suzana sobre o dia livre, todos os alunos se preparam para aproveitar o dia livre.

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

Depois do anúncio de Suzana sobre o dia livre que vocês teriam, todos os alunos ficaram animados e então logo terminaram de comer o mais rápido possível para poderem voltar aos quartos e trocar a roupa de treino para roupas mais confortáveis.

Você e Laura se despedem de Taylor e Eric para irem ao quarto que dividiam e assim também se trocarem para conseguirem sair e conhecer mais de Reia já que nunca tinham feito isso desde que tinham chegado lá. Você estava no quarto procurando por uma roupa para vestir para sair enquanto Laura estava no banheiro se trocando.

Enquanto procurava por uma roupa, você estava bem feliz pois finalmente teria um momento para relaxar e aproveitar com seus amigos sem lidar com treinos ou alguma outra coisa, era bom ter um momento de tranquilidade onde não teria que pensar tanto ou ficar criando teorias.

O melhor de ter um dia livre era que assim você poderia ter um bom tempo para aproveitar com Eric e Laura para poderem aproveitar o tempo que tinham antes de se despedirem dele e também para relembrarem os tempos de antes quando vocês estavam sempre juntos na Casta de Hefesto.

Aquela seria a melhor forma de transformar um dia que tinha tudo para ser triste em um dia feliz e divertido, então você iria fazer de tudo para manter a alegria e apenas focar nas coisas boas da vida, e o mais importante, iria fazer de tudo para não ser pessimista ou ficar criando teorias malucas já que não queria estragar o momento que deveria ser apenas sobre você e seus amigos, principalmente sobre Eric.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Você ainda estava em busca de uma roupa quando escuta o som da porta do banheiro se destrancando e logo Laura sai do banheiro já vestida com uma roupa para sair.

- Já está pronta? - Você pergunta.

- Eu sou rápida - Laura responde rindo.

- Faz tempo que eu não te via usando roupas assim - Você fala.

- Nem me fala, nem lembro quando foi a última vez que sai para passear sem nenhum compromisso - Ela diz.

- Nem eu consigo me lembrar - Você fala.

- Por isso temos que aproveitar muito o nosso dia pois não sabemos quando algo do tipo vai acontecer novamente - Ela diz.

- Tem razão - Você fala.

- Eu amo ser guerreira e gosto da ideia das missões, mas realmente estou precisando de um dia livre sem pressões ou preocupações - Ela diz.

- É, também estava sentindo falta de algo assim, parece que desde quando pisamos em Reia, não tivemos um momento para apenas relaxar - Você fala.

- Verdade, por isso vou aproveitar muito essa oportunidade - Ela diz.

- Faço das suas palavras as minhas - Você fala.

- Posso te fazer uma pergunta? - Laura pergunta.

- Claro que sim - Você responde.

- Você não achou esse "dia livre" estranho? - Ela pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Não achei
  • Também achei

Cena 3

- Por que você achou estranho? - Você pergunta.

- Não sei, parece tão inesperado - Laura responde.

- Eu também achei inesperado - Você diz.

- A Suzana disse que era para podermos nos despedir do Eric pois ele merecia uma boa despedida após tudo o que faz, mas não consigo acreditar nisso - Ela fala pensativa.

- E o que você acha? - Você pergunta.

- Eu não confio muito nesses atos de bondades dos superiores, sempre tenho a sensação que tem algo além - Ela responde.

- Eu também desconfio, mas não consigo pensar em um motivo para eles fazerem isso - Você fala.

- Eu sei e é isso que está me deixando maluca, já pensei em tantas coisas para justificar o motivo dessa folga, mas não consigo encontrar - Ela diz.

- Talvez seja realmente algo sem intenção, por mais difícil que seja para acreditar - Você fala.

- É, pode ser - Ela diz.

- Infelizmente, acredito que não vamos descobrir qual é a verdadeira intenção deles - Você fala.

- Eu sei e é melhor nem pensarmos muito sobre isso, hoje é um dia de folga, temos que tentar dar folga a nossa mente também - Laura diz rindo.

- Eu concordo, vamos focar apenas em aproveitar esse dia - Você fala.

- Exatamente, então vá se trocar que estarei te esperando na saída junto com o Eric - Ela diz.

- Certo, daqui a pouco nos encontramos - Você fala.

- Vê se não demora - Ela diz.

- Não vou - Você fala rindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

Após se despedir de você, Laura sai do quarto para ir em direção ao elevador, deixando você só no quarto, então logo você vai para dentro do banheiro para poder trocar sua roupa de treinamento por uma roupa mais confortável para sair com seus amigos.

Você estava muito feliz por conseguir um dia livre e realmente queria aproveitar esse dia da forma que disse para Laura, sem criar teorias ou se preocupar com outros assuntos, queria apenas focar no dia que iria passar com seus amigos, porém isso seria uma tarefa bem mais difícil do que parecia pois realmente não tinha como apenas aceitar que esse dia livre havia sido um simples ato de bondade repentina dos superiores, eles não iriam fazer aquilo sem uma segunda intenção, porém seria difícil descobrir qual seria a real intenção deles com essa atitude.

Você iria tentar fazer ao máximo para conseguir se divertir e principalmente não estragar o dia de seus amigos que estavam tão animados com a novidade, mas com certeza não iria conseguir desligar sua mente por muito tempo já que iria continuar pensando na verdadeira motivação dessa decisão dos superiores.

Depois de passar um tempo escolhendo suas roupas, finalmente terminou de se vestir e também de se arrumar para sair com seus amigos no passeio por Reia.

Qual roupa escolheu?

Continua depois da publicidade

Cena 5

Imagem da cena

Após terminar de se arrumar, você sai de seu quarto e vai em direção ao elevador para ir até o térreo onde ficava a saída do prédio para encontrar com Laura, Eric e Taylor que já deveriam estar te esperando.

Felizmente, o elevador não demorou muito e então logo ele para no térreo e você sai para ir em direção a saída, enquanto caminhava por aquele enorme local, você percebia que alguns alunos passeavam pelo local em grupos, usando roupas normais e estavam rindo. Pelo jeito, não seria apenas a sua equipe que tinha conseguido um dia livre, mas também outras equipes, o que já mostrava que aquilo não era apenas para uma despedida de Eric como Suzana havia dito.

Ver todas aquelas pessoas animadas conversando com seus amigos e usando roupas normais sem ser de treino ou de combate lhe fez se lembrar de quando estava em sua nova Casta, tudo aquilo lembrava muito quando chegava o final de semana e todos ficavam animados para visitarem suas famílias nas Castas que nasceram. Não havia nada melhor do que aquela empolgação de que finalmente poderia ver sua mãe e seu irmão, além de se encontrar com Eric e Laura, curiosamente, se lembrou até quando fugia para Creta, por mais que soubesse que aquilo não era certo, gostava do sentimento de perigo que lhe despertava ao fazer, sem contar que era muito bom se divertir com seus amigos.

Claro que pensar naquilo também lhe trazia outros sentimentos nem tão legais assim pois pensar na Casta também lhe fazia relembrar de Sam, Gabriel, Melissa e Maitê com quem tinha se aproximado em sua nova vida. Era estranho pensar que nunca mais vocês poderiam se reunir novamente devido a todos os acontecimentos nada agradáveis durante a competição dos guerreiros.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

Você continuava caminhando pelo enorme hall em busca de encontrar seus amigos quando se surpreende ao se esbarrar com Suzana.

- S/N - Diz Suzana sorridente.

- Oi - Você fala.

- Como você está? - Ela pergunta.

- Eu estou bem e você? - Você pergunta.

- Eu estou ótima - Ela responde sorridente.

- Quanta alegria - Você fala.

- Não tem como não me sentir alegre ao ver todos os guerreiros animados para viverem um dia como pessoas normais - Ela diz olhando para as pessoas que passavam.

- Todos os guerreiros conseguiram um dia livre? - Você pergunta.

- Não, apenas os novos, aqueles mais antigos irão trabalhar - Ela responde.

- Ah, entendo - Você fala.

- E você? Está animado(a) para conhecer Reia? - Suzana pergunta.

- Estou, ainda não tinha tido essa oportunidade - Você fala.

- Tenho certeza que você vai gostar, Reia é um lugar incrível - Ela diz.

- É, eu também imagino - Você fala.

- Acredito que isso vai melhorar muito o clima, principalmente em um momento como esse que vocês estão vivendo - Ela diz.

- Não entendi - Você fala.

- Agora que vão ter que se despedir do Eric, imagino que isso não deve ser legal - Ela diz.

- É bem chato mesmo, mas infelizmente temos que aceitar - Você fala.

- Mas não fique triste, aqui há várias pessoas incríveis que se você der uma chance poderá ter grandes amizades - Ela diz.

- Você realmente está dizendo para que eu simplesmente substitua o Eric na minha vida? - Você pergunta sem acreditar.

- Claro que não, não quis dizer isso - Ela diz.

- Certo - Você fala sem acreditar muito.

- Você viveu a vida toda tendo os mesmos amigos, conhecer novas pessoas também é uma boa alternativa - Ela diz.

- Eu entendi, vou tentar fazer isso - Você fala.

- Que bom, sei que você não vai se arrepender - Diz Suzana.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

Suzana ainda continuava falando sobre como conhecer novas pessoas em Reia poderia ser bom para você quando finalmente Laura e Eric aparecem para te salvar daquela conversa que já não aguentava mais.

- S/N? - Diz Laura.

- Pessoal, finalmente - Você fala aliviado(a) indo em direção a eles.

- Sinto muito, demorei um pouco mais - Eric diz.

- Sem problemas - Você fala.

- Vocês três estão tão lindos - Suzana diz animada.

- Obrigada Suzana - Laura fala.

- Estão animados? - Suzana pergunta.

- Sim - Laura e Eric respondem.

- Não há uma forma melhor para se despedir de Eric do que aproveitando um dia tão lindo como o que está fazendo hoje em Reia - Suzana fala.

- É, estamos bem ansiosos para conhecer melhor o lugar - Laura diz.

- Então podem ir, não vou mais prendê-los pois hoje vocês estão correndo contra o tempo - Ela fala.

- Certo, até mais tarde Suzana - Eric diz.

- Até, se divirtam e aproveitem muito - Suzana fala acenado.

- Obrigada - Laura diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 8

Você, Laura e Eric se despedem de Suzana e vão em direção a saída do prédio para saírem de Reia e começar "tour" por Reia.

- Essa Suzana é muito estranha - Diz Laura.

- Concordo, ela também faz parte das coisas que com certeza não vou sentir falta - Eric fala rindo.

- Ela parece obcecada por você S/N - Laura diz.

- Eu não sei qual é o problema dela, mas sempre me sinto com um certo desconforto quando estou perto dela, parece que ela sempre está me interrogando - Você fala.

- Não entendo porque eles trouxeram ela para aqui, já era ruim o suficiente em Eólia - Eric diz.

- Eu acredito que exista um motivo para isso - Laura fala.

- Como assim? - Eric pergunta confuso.

- Laura acha que a Suzana e o Ítalo estão aqui para nos espionar - Você responde.

- O quê? - Eric pergunta confuso.

- Eles nunca trabalharam aqui, o único motivo para isso é porque eles já nos conhecem e por isso não fica tão estranho para que eles façam perguntas para nós ou para saber mais sobre a nossa vida - Laura responde.

- Então você acha que os superiores não confiam em nós e por isso colocaram Suzana e Ítalo para nos espionar? - Eric pergunta.

- Sim, eu acho que eles ainda desconfiam que possamos ser rebeldes - Laura responde.

- É uma teoria maluca, mas acredito que faz sentido - Eric diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

Imagem da cena

Vocês três saíram do local de treino e começaram a caminhar pelo local depois de uma ponte que ficava mais afastada de onde vocês viviam e após atravessarem a ponte, se surpreendem com o que encontram pois Reia não era apenas um local de treinamento, mas também uma cidade com casas e estabelecimentos.

- Eu não acredito que Reia é uma cidade - Diz Laura enquanto admirava a cidade.

- Eu também não fazia ideia disso e o mais surpreendente é que não é uma pequena vila, é uma cidade de verdade - Eric fala.

- Os guerreiros moram aqui? - Você pergunta enquanto olhava a cidade.

- Acho que sim - Eric responde.

- Isso é incrível - Laura diz encantada.

- Incrível? Eles moram aqui para estarem sempre a dispor dos superiores, os coitados não tem vida - Eric fala.

- Mas essa é a vida que também estamos levando - Laura diz.

- Mas nós não temos nada, estamos falando de pessoas que precisam ficar afastadas de seus filhos, esposas ou maridos - Eric fala.

- Eu era uma criança na época, mas lembro que eles conseguem dias de folga pois meu pai sempre me visitava quando podia - Você diz.

- Ser guerreiro parece algo bem solitário - Eric fala.

- Não acho que é para tanto - Laura diz.

- Era o que Sam dizia, eles não querem pessoas normais que tenham suas vontades e opiniões, eles querem robôs que viam apenas para servir - Eric fala.

- É, nisso tenho que concordar, mas acredito que os guerreiros gostam de viver assim, por isso que não se importam - Laura diz.

- É, tem louco para tudo - Eric fala dando de ombros.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Vocês continuaram caminhando por Reia e estavam bem surpresos pois era um lugar bem grande e muito bonito, com uma arquitetura admirável e com a natureza preservada, ele não era tão moderno ou luxuoso como as Castas mais altas, mas era bem melhor que a Casta de Hefesto em que viviam.

- Será que depois que sairmos da fase de treinamento poderemos morar aqui também? - Laura pergunta.

- Eu não faço ideia, mas é uma possibilidade - Você responde.

- Espero que possamos morar juntos(as) - Laura fala.

- Que pena que eu irei embora, seria bem legal morar nós três - Eric diz.

- Eu também iria adorar isso - Você fala.

- Mas está tudo bem, eu não ligo em ceder meu espaço para Taylor - Eric diz rindo.

- Primeiro, ninguém vai ocupar o espaço de ninguém e segundo, não acho que Taylor gostaria de viver com a gente - Laura fala rindo.

- Taylor tem uma personalidade difícil, mas é uma boa pessoa - Eric fala.

- Falando nisso, por que Taylor não está aqui? - Você pergunta.

- Disse que era para o dia de hoje ser apenas de nós três - Eric responde.

- Sério? - Você pergunta.

- Sim, Taylor disse que já passa muito tempo comigo já que dividimos o mesmo quarto, então achou que era melhor que eu ficasse apenas com vocês para relembrarmos os velhos tempos - Eric responde.

- Isso é bem gentil da parte de Taylor - Laura fala.

- Também achei - Eric diz.

- Eu realmente não sei o que pensar de Taylor - Laura diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Eu não sei se consigo confiar ou não - Laura responde.

Continua depois da publicidade
  • Eu também não sei se posso confiar
  • Eu confio em Taylor

Cena 11

- Você ainda desconfia de Taylor? - Eric pergunta confuso.

- Claro que sim, Taylor é uma pessoa legal, mas ao mesmo tempo me lembra a Eva, Melissa e Marina - Laura responde.

- Em que sentido? - Você pergunta.

- Essa lealdade extrema aos deuses e essa ambição enorme de querer sempre ser melhor que todos - Laura responde.

- Mas você também era assim Laura - Eric diz rindo.

- Mas eu tenho limites, nunca os extrapolaria para conseguir algo que eu quero - Laura fala.

- É, isso eu entendo - Ele diz.

- E também tem outro problema - Laura fala pensativa.

- Qual? - Você pergunta.

- Eu sinto que alguém próximo a nós denunciou Sam e enquanto eu não descobrir quem foi essa pessoa, vou desconfiar de qualquer outra pessoa que não seja vocês dois - Ela responde.

- Você realmente acha que Taylor denunciaria Sam? - Eric pergunta incrédulo.

- É bem possível, Taylor não gostava de Sam e Taylor era a pessoa mais próxima de nós que poderia saber algo sobre Sam - Laura responde.

- Eu não tinha pensado sobre isso - Você fala.

- Não quero acusar Taylor pois não tenho provas para isso, mas que é uma possibilidade, isso é - Laura diz.

- Você está ficando cada vez mais paranoica - Eric fala rindo.

- Eu sei, acho que vou enlouquecer - Laura diz colocando a mão no rosto.

- Você não vai - Você diz rindo e colocando a mão no ombro de Laura.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

Imagem da cena

Vocês resolveram comer em um lugar que tinha uma comida deliciosa, então depois de se alimentarem, continuaram a caminhar por Reia até chegarem em um tipo de parque muito bonito, com várias árvores e flores.

- Olhem isso - Eric grita fazendo com que você e Laura corram em direção a ele para ver o que era.

- É o seu pai S/N? - Laura pergunta sem acreditar.

Bem no centro do parque, havia alguns bustos de guerreiros e entre eles, estava um de seu pai, ele parecia ser um pouco antigo, mas era bem bonito e também tinha uma placa que era possível ler o nome de seu pai, a data do nascimento e da morte dele, além da frase "Aquele que dá a vida pelo o que ama, nunca morrerá verdadeiramente".

Ler aquela frase lhe causava uma certa raiva pois até mesmo a morte de seu pai foi utilizada de uma forma para incentivar os outros em como ser guerreiro era algo bom e que viver por isso era a melhor coisa que poderia acontecer.

Ver aquele busto de seu pai lhe causava sentimentos mistos pois lhe deixava feliz em ver como ele era tão adorado e amado por todos, mas ao mesmo tempo, uma parte em você preferia que ele não fosse essa lenda e apenas estivesse vivo.

- Isso é incrível - Diz Laura admirada.

- Seu pai realmente era uma lenda - Eric fala.

- É, ele era - Você diz forçando um sorriso.

- Esse lugar é quase como um memorial dedicado aos maiores guerreiros que já existiram - Laura fala enquanto olhava os outros bustos.

- Acho que é uma forma de inspirar os novos guerreiros, trabalhe tanto que quem sabe um dia consiga algo assim - Eric diz rindo.

- É bem mais que isso - Laura fala revirando os olhos.

- Isso é bem legal, aqui tem bustos de pessoas muito conhecidas que estudamos - Você diz enquanto olhava os outros bustos.

- Espero que um dia tenha um meu aqui - Laura fala.

- Eu espero que tenha de vocês, mas espero que isso demore muito para acontecer já que é uma homenagem apenas para falecidos - Eric diz.

- Eu também prefiro que essa homenagem demore muito - Laura fala rindo.

- Tem alguns que morreram tão cedo, encontrei um aqui que morreu aos 25 anos - Eric diz surpreso.

- A grande maioria deles morreram bem cedo - Você fala.

- Acho que é por isso que seu pai é admirado, ele é um dos que mais viveu e mesmo assim nem chegou aos 30 - Laura diz.

- Ser guerreiro é solitário e tem uma duração bem curta - Eric fala.

- Não é bem assim, o Dion parece ser mais velho e está vivo até hoje - Laura diz.

- Olhando esses bustos me faz pensar que ele é uma exceção - Eric fala.

- Esse é o problema de ser guerreiro, é algo muito arriscado - Você diz suspirando profundamente.

- É um pouco assustador, não posso negar - Laura fala.

- Não se preocupem, isso não via acontecer com vocês - Eric diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

Você ainda olhava os vários bustos dos guerreiros homenageados e se surpreendia com a faixa de idade que alguns deles tinham morrido pois ainda eram muito jovens, o que lhe dava muito medo pois queria viver muito mais que aquilo, porém parecia que isso não seria tão possível quanto imaginava.

- Olhem essa homenagem aqui - Diz Laura apontando para uma placa.

- Atlas? - Eric pergunta surpreso.

- Dá para receber uma homenagem em vida - Laura diz sorridente.

- Acho que deve ser uma placa em homenagem ao que aconteceu em Erítia - Você fala.

- Também acho que sim - Laura diz.

- Então você também merecia uma placa S/N, você também participou e foi importante - Eric fala.

- Claro que não, eu ajudei, mas Atlas ficou com a parte mais difícil - Você diz.

- No meu coração, vocês empataram - Eric fala sorrindo.

- Obrigado(a) Eric - Você diz rindo.

- Atlas está caminhando para se tornar uma lenda igual ao seu pai - Laura fala.

- Só espero que Atlas tenha sorte para viver muito - Eric diz.

- Atlas não morrerá facilmente - Você fala.

- Como pode ter tanta certeza? - Eric pergunta.

- Pelo o pouco que conheci, Atlas é muito inteligente para morrer por qualquer coisa - Você responde.

- Eu perdi algo? Desde quando você se tornou fã de Atlas? - Eric pergunta rindo.

- Você perdeu muita coisa Eric, S/N também é pretendente - Laura responde.

- O quê? Claro que não - Você fala sem acreditar.

- Não acredito, agora sim estou admirado S/N, mas não posso julgar, tem que pensar longe - Eric diz rindo.

- S/N realmente está pensando longe porque realmente achava que essa era a vez de Taylor, mas acho que Atlas agora está vencendo - Laura fala rindo.

- Eu estou chocado, você tem bom gosto S/N, não posso negar e também tem muita sorte - Eric diz.

- Laura está mentindo, não é nada disso - Você fala.

- S/N, você tinha que ver a sua cara quando viu que Atlas não tinha morrido, era um alivio e uma alegria genuína - Laura diz rindo.

- Isso não é verdade, eu estava aliviado(a) por não ter morrido alguém, mas não estava feliz - Você fala.

- Vamos fingir que acreditamos - Eric diz.

- Vocês são péssimos amigos - Você fala revirando os olhos.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 14

Imagem da cena

Vocês continuaram caminhando pelo local quando se surpreendem ao encontrar um parquinho com alguns brinquedos.

- Um parquinho? - Você pergunta sem acreditar.

- É mesmo - Laura diz confusa.

- Vamos ir nele - Eric fala animado enquanto corria em direção ao parque e logo ele se sentou em um dos balanços.

- Você está tão feliz com isso - Você diz rindo ao ver a alegria dele.

- Faz tanto tempo que não venho a um parquinho - Ele diz.

- É, eu também - Você fala se sentando no outro balanço.

- Mas vocês não acham isso estranho? - Laura pergunta.

- O quê? - Eric pergunta.

- Um parquinho, aqui apenas moram guerreiros, não há crianças - Laura responde.

- Isso é verdade - Você fala.

- Acho que deve estar para quando as famílias visitarem os guerreiros - Eric diz.

- É uma possibilidade, mas é estranho - Laura fala.

- E o que você acha que pode ser? - Você pergunta.

- Não faço ideia - Ela responde.

- Não faz mesmo? - Eric pergunta arqueando uma sobrancelha.

- Será que esse é apenas um lugar para guerreiros mesmo? - Laura pergunta.

- E o que mais seria? - Você pergunta.

- Será que esse não pode ser um lugar como Reia, que pode ser utilizado para esconder pessoas sob ataque? - Laura pergunta.

- É uma boa possibilidade, mas não é perigoso? Reia deve ser um dos principais alvos dos inimigos já que a grande maioria dos guerreiros vivem aqui - Eric fala.

- É, tem razão, mas não deixa de ser estranho - Laura diz pensativa.

- Laura, você realmente vai enlouquecer por criar tantas teorias - Você fala rindo.

- É, tem razão - Laura diz.

- Chega de criar teorias ou falar de bobagens, vamos aproveitar esse lugar já que não tem ninguém aqui além de nós - Eric fala animado.

- Você realmente quer brincar em um parquinho infantil? Nós já estamos velhos para isso - Laura diz.

- Eu quero, vamos, esse é meu pedido de despedida - Eric diz.

- Tá bom, você ganhou, mas é só porque você vai embora - Laura fala se dando por vencida.

- Isso! - Eric diz comemorando.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 15

Vocês três passaram um bom tempo no parque, até mais do que imaginavam e se divertiram muito nos brinquedos que eram bem menores que vocês, mas estavam tão felizes que nem se importavam com isso e apenas queriam aproveitar o momento que tinham juntos.

- Eu estou muito cansada - Diz Laura se jogando na grama.

- Eu também - Você fala se deitando ao lado dela.

- Estava com saudade de nos divertir assim, só nós três sem nada para atrapalhar - Eric diz também se deitando.

- Verdade, não fazíamos isso a tanto tempo - Você fala.

- Parece que desde o aniversário de S/N tudo mudou tão rápido que sinto que nem tive tempo de desacelerar um pouco - Eric diz.

- Tem razão, passamos por tantas coisas desde aquele momento - Você fala enquanto relembrava de sua festa de 18 anos.

- Nós passamos por muitas tristezas, muitas perdas, mas fico feliz que ficamos juntos acima de tudo - Laura diz.

- E sempre iremos continuar juntos - Eric fala.

- É, mas infelizmente isso vai chegar ao fim - Laura diz com a voz embargada.

- Não vai chegar ao fim, podemos não estar juntos no mesmo lugar, mas esse não é o fim da nossa amizade, iremos continuar mantendo contato - Eric fala.

- Mas não iremos nos ver com tanta frequência - Laura diz agora chorando.

- Não fica assim Laura, você sabe que é o melhor - Você fala.

- Eu já lidei com tantas coisas ruins, mas nem no pior dos meus pesadelos imaginei que teria que me despedir de um de vocês - Ela diz triste.

- Não é uma despedida definitiva, pode ter certeza - Eric fala.

- Como você pode estar tão bem com isso? - Laura pergunta chorando.

- Eu não estou nada bem, eu queria poder continuar com vocês, mas infelizmente isso não é possível e apenas estou tentando me contentar que pelo menos vou fazer algo que gosto agora - Eric responde também chorando.

- Gente, não precisa chorar, não é para tanto - Você fala.

- Como não? Nosso trio irá se separar - Laura diz.

- Eu sei disso, mas esse é o melhor, nós queremos ser guerreiros(as), mas o Eric não, ele tem direito de também seguir o sonho dele - Você fala.

- Eu sei e tento me dizer isso, mas meu coração simplesmente não consegue aceitar - Ela diz enquanto secava as lágrimas.

- Não se preocupe, nós iremos continuar mantendo o contato, vou mandar mensagens e ligar para vocês sempre que puder e na primeira oportunidade, iremos nos encontrar - Eric fala enquanto ajudava a secar as lágrimas de Laura.

- Esse lugar me transformou em uma louca que cria várias teorias e também em uma chorona - Laura diz.

- Eu sei que sou insubstituível, mas você vai conseguir seguir em frente - Eric fala sorrindo.

- Eric, você é tão idiota - Laura diz dando risada.

- Eu realmente vou sentir saudades de vocês - Eric fala.

- Eu também - Você diz.

- Eu também e isso só me faz pensar, o que vai ser daqui pra frente? - Laura pergunta.

- Isso nenhum de nós sabemos, apenas teremos que aguardar para descobrir - Eric responde.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Melissa

Melissa ainda estou esperando para ver se S/N e Atlas vão para uma missão (sozinhos/as/) atrás de Solon KKKKKKKKKKKKK

16/06/21 27 ResponderMais
Melissa

Melissa essa frase na parte do pai de S/N.... não sei não,sinto que esse ´´nunca morrerá verdadeiramente´´ tem algo por trás...
MISS KKK Q ODIO eu tô com saudade de Atlas e vc coloca ele(A) sem ele(a) realmente estar ali,me dá muito gatilho KKKKKK
FINALMENTE CHEGOU O MOMENTO QUE TANTO ESPEREI DE LAURA E ERIC ENCHENDO O SACO DE S/N POR CAUSA DE ATLAS KAKAKAKKAKAKA
gente quanto mais tempo passa,mais mistérios aparecem,meu deus será que algum dia vamos saber de tudo?
tá perfeito Miss,parabéns

16/06/21 17 ResponderMais
duh

duh o eric e a laura shippando SN e Atlas=tudo para mim!!!!! não sei se estou vivendo ou só esperando um beijo desses dois

16/06/21 15 ResponderMais
mah 🦋 | offzona

mah 🦋 | offzona que capítulo perfeito, miss.

eu vou sentir tantas saudades do eric AAAAAAAAA, mas na minha cabeça todos os dias antes de dormir, s/n e laura vão conversar com o eric por mensagens e principalmente por chamada vídeo, porque mata mais a saudades.

amei a parte da laura e eric provocando s/n KKKKKKKKK
gente eu tô com tantaaassss saudades do atlas que vocês não fazem idéia KKKKKKKK é sério eu tô com muita mesmo, não vejo a hora dele e s/n ficarem. atlas tem cara de ter pegada, com toda a certeza tem! hmmm hehehe.

16/06/21 10 ResponderMais
gregorio_breno

gregorio_breno "S/N também é pretendente" kkk Laura, mulher 😂

Amei esse capítulo, foi tão leve. 💛

16/06/21 9 ResponderMais
user09

user09 Ai o Atlas sendo citado me da gatilho plmds só queria ele e S/N dando uns beijinhos plese

PS: Saudades do Atlas
cap perfeito como sempre Miss

16/06/21 8 ResponderMais
ѕєяgιинο🏳️‍🌈

ѕєяgιинο🏳️‍🌈 Capítulo maravilhoso 💗💗💗💗💗💗💗

Meu Deus Miss, isso já tá chegando em 200 caps! De onde você tira tanta criatividade?! Me empresta um pouco?

Não sei como consegui me controlar pra não revirar os olhos e fazer comentários sarcásticos quando a Suzana apareceu! Detalhe, quando comecei a ler esse cap eu tava numa clínica, fui lá pra fazer uns exames pra conseguir um laudo que comprove a minha deficiência(epilepsia) pra conseguir um trabalho. Então foi meio difícil me controlar pra não revirar os olhos e fazer comentários sarcásticos. Kkkkkkkkkkkkkkkkk

Aaaaaaahhhhhhhh meu momento de tormento aconteceu! Eric e Laura shippando S/N e Atlas é tudo pra mim! Maravilhosos! Espero ver mais momentos assim do Eric, tenho certeza de que ele não vai perder a oportunidade de perguntar do Atlas pra S/N toda vez que eles se falarem! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

16/06/21 5 ResponderMais
Luiza Andrade

Luiza Andrade Que capítulo maravilhoso Miss. Caiu um olho na minha lágrima 😢😢, tô tão triste que o Eric vai embora, mas pelo menos ele vai poder fazer o que gosta, né? Sabe, que bom que a Laura levantou essa teoria de que qualquer pessoa próxima de nós três (quatro com o Sam) pode ter denunciado ele, pq eu também desconfio que possa ter sido o Taylor, por mais que eu goste do Taylor eu ainda assim desconfio um pouquinho dele. Eu não posso vir comentar aqui e não pedir né então, Miss trás o Sam de volta por favor.

P.S.: tô sentindo falta do Atlas.
Maravilhosa como sempre Miss 👏❤️

16/06/21 5 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Maravilhosamente incrível como sempreeee Miss ♥️♥️♥️♥️♥️ aaaaaaaaaa q infernoooooooooooooooooooooooooooo, essa fic é perfeita igual todas as suas outras e eu estou surtando internamente no momento e me mantendo plena na aula.
Eu como a grandísissima idiotae trouxa q sou iria chorar vendo o "memorial" do meu pai, ai vcs me perguntam pq? Pq sou trouxa e ultimamente ta me dando vontade de chorar pra tudo, inclusive na sexta, tinha uma abelha na piscina e eu fui salvar ela, tirei a água q tinha na minha mão para ela n morrer na minha mão e ela foi lá e me picou na maior cara de pau, quase chorei hehehehhe mas manrive minha pose de durona.
Aaaaaaa Laura e Eric chorando me parte o coração, Miss pelo amor de deus me diga q vc e seus amigos continuam próximos pq se n eu vou chorar!

Diário de surtos

Bommm, como disse lá em cima teve o negócio da abelha ingrata, sigo inconformada até agora, descobri pela minha mãe q eu estralo o dedo dormindo, pois é, eu n sabia disso, na minha entrevista de emprego no futuro vão perguntar se eu tenho algum talento ai vou falar " sei estralar os dedos dormindo e seu estralar o pescoço", minha mãe quer me matar quando fico me estralando, hehehhehehehehhehehhehehe ♥️♥️ sonhei esses dias q já era dezembro, 1 dia antes do Natal kkkkkk, a máquina de lavar daqui encolheu meu shorts e estava eu lá brava pq engordei mas na verdade n, só o short encolheu, me ferrei. E sigo sem encontrar um amigo, outro dia estávamos eu, minha mãe e minha prima andando pelos quarteirões, aqui é meio interior, ai a gente virava em uma rua e eu virava para minha mãe, mãe aqui n tem cara de ter muitos amigos. Bom fim de dia para vcs pessoinhas lindas de bunitas, amo vcs♥️♥️♥️ qualquer desabafo estou a disposição

16/06/21 4 ResponderMais
Helo_Isa

Helo_Isa Esse capítulo ficou perfeito! Ele foi tão leve e gostoso. Eram realmente adolescentes conversando, apesar de ser impossível um capítulo sem novas teorias kkkk
Eu tenho uma pergunta para vcs. Nos primeiros capítulos dessa fic, tinham opções de aparência para alguns personagens. Vcs ainda imaginam eles com essa aparência? Pq eu já tinha me esquecido completamente disso e já criei novas aparências totalmente diferentes na minha cabeça kkkkkk

16/06/21 3 ResponderMais
Cancelar