ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 194

A Missão - Parte 2

Publicado em 03/07/2021

Enfim chega o momento de S/N e Taylor começarem a investigação na Casta de Artémis para procurarem por pistas que levem até Solon, mas será que terão alguma novidade?

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

Você estava dormindo tranquilamente quando acorda com o som do seu celular recebendo notificações e então começa a procurar por ele na cama até que finalmente o encontra e vê que tinham mensagens de Taylor.

Taylor: S/N
Taylor: Já está na hora de acordar
Taylor: Tome um banho e se arrume que estarei te esperando no local do café desse hotel
Taylor: Não se atrase pois não podemos perder tempo
Você: Já estou indo

Assim que você responde Taylor, bloqueia seu celular e o joga em qualquer lugar na cama pois ainda estava com muito sono e realmente não estava pronto(a) para se levantar naquele momento, mas infelizmente sabia que não poderia passar mais tempo pois logo Taylor iria mandar outras mensagens e iria ficar no seu pé até que você finalmente se levantasse.

Você ainda estava cansado(a) da última noite pois depois que você e Taylor se despediram de Yannis, passaram um bom tempo caminhando pela Casta em busca de alguma informação interessante sobre Solon, mas nada de muito especial tinha sido descoberto, seria bem estanho procurar por alguém quando vocês nem poderiam perguntar para outras pessoas se elas tinham visto.

Esses dias em que vocês teriam ficar na Casta de Artémis não teriam nenhuma folga enquanto não encontrassem uma prova boa o bastante sobre Solon e o paradeiro dele, então não poderia dormir até tarde e nem ter uma folga, seriam dias bem interessantes, mas também cansativos.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Imagem da cena

Após passar mais um tempo em sua cama enrolando de um lado para outro, você finalmente se levanta e vai em direção ao pequeno banheiro do quarto para poder tomar seu banho e fazer sua higiene pessoal.

Durante o banho, você não conseguia parar de pensar sobre o que Yannis havia dito de Solon tentar te sequestrar ou fazer qualquer coisa já que você tinha visto o rosto dele na rebelião, aquilo havia sido uma informação muito surpreendente pois mesmo que vocês estivessem em lados opostos, ele até parecia ter gostado de você, por mais que a chance dele estar fingindo ser muito grande, era um pouco difícil pensar que Solon teria coragem de te matar, ele queria que você fizesse parte dos Crônidas.

Uma parte de você queria muito encontrar Solon para poder conversar mais sobre o que ele sabia de seu pai, porém seria bem difícil conseguir isso quando teria que estar com Taylor a todo tempo, isso atrapalhava muito para tocar em qualquer assunto. Além disso, você ainda não podia confiar totalmente em Solon já que mesmo não acreditando muito, existia uma grande possibilidade dele tentar te matar para pegar seus poderes para aquele plano maluco dele.

Como já havia conversado com Laura e Eric anteriormente, você não poderia confiar completamente em Taylor pois mesmo que vocês se dessem tão bem, Taylor é alguém bem fiel a Casta e poderia contar aos superiores que você tinha conversado com Solon e que ele estava lhe querendo que você fosse um Crônida.

O melhor que você poderia fazer naquele momento era apenas focar em encontrar Solon e depois pensaria no que faria pois seu único foco deveria ser mostrar um bom serviço para os superiores para assim eles pudessem confiar em você e assim não teria que lidar mais com o problema de todas as desconfianças que eles tinham de você.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Imagem da cena

Finalmente você termina de se arrumar e foi em direção a área de café da manhã do hotel para se encontrar com Taylor que já estava na mesa tomando café tranquilamente e sorri ao ver você se aproximando.

- Bom dia - Você diz ao se sentar.

- Bom dia - Taylor fala.

- Dormiu bem? - Você pergunta.

- Não muito e você? - Taylor pergunta.

- Eu dormi bem, mas por qual motivo você não dormiu bem? Algo aconteceu? - Você pergunta.

- São vários fatores diferentes, eu não consegui dormir porque não conseguia de parar de pensar nessa investigação, minha ansiedade estava bem alta - Taylor responde.

- Entendo, também me sinto da mesma forma, essa é uma missão bem especial, não tem como não ter ansiedade - Você fala.

- Eu sei - Diz Taylor.

- Mas me surpreende ver você com ansiedade, você sempre se mostrou superior a esses sentimentos humanos - Você fala rindo.

- É, eu também me surpreendi com isso, nem em Olympia ou na competição dos guerreiros, mas de alguma forma essa missão está mexendo comigo - Taylor diz.

- É normal, essa é uma missão de verdade, então nós corremos riscos reais, na competição tínhamos mais controle - Você fala.

- Tem razão, acho que é isso que está afetando, estamos lidando com um completo maluco que pode não só tirar nossos poderes como nos matar - Taylor diz.

- É, ainda tem esse agravante - Você ri.

- E tem outro agravante - Diz Taylor.

- Qual? - Você pergunto sem entender.

- A cama desse lugar não é muito boa, é outro tormento - Taylor responde.

- Você reclama demais, até achei que era algo sério - Você diz balançando a cabeça em negação.

- Mas é algo sério, como alguém consegue trabalhar bem com uma cama péssima como aquela - Taylor fala.

- Eu esperava mais de você Taylor - Você diz sem acreditar.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

- Mas agora chega de falar sobre assuntos bobos, vamos falar sobre o que realmente importa - Diz Taylor.

- Sim, vamos focar em nossa investigação - Você fala.

- Exato, afinal esse é o motivo de estarmos aqui - Taylor diz.

- Então pode falar - Você fala.

- Nossa investigação de ontem foi péssima, não encontramos nada de especial e nos cansamos por bobagem - Taylor diz.

- Concordo, não teve nada que era importante, nem mesmo uma pista sequer - Você fala indignado(a).

- Por isso desde ontem venho pensando em um plano - Taylor diz.

- Interessante. Qual plano? - Você pergunta.

- Nós precisamos evoluir essa investigação, então chegou o momento de irmos para as partes mais importantes - Taylor responde.

- Eu realmente não estou te entendendo - Você diz confuso(a).

- Yannis nos disse que recebemos carta branca dos superiores para fazer o que quisermos - Taylor dá um sorriso estranho.

- Não sei estou gostando desse sorriso e se estou gostando de onde essa conversa está indo - Você fala com um certo receio.

- Eu acho que tem uma grande chance de você gostar - Diz Taylor.

- E qual é a ideia? - Você pergunta.

- O que você acha de irmos em uma balada especial? - Taylor sussurra.

Continua depois da publicidade
  • Não sei se é uma boa ideia
  • Eu aceito
  • Acho melhor não

Cena 5

- Você tem certeza disso? - Você pergunta.

- Sim, é uma ideia perfeita, lugares com festas clandestinas está sempre de pessoas "diferentes", se é que você me entende - Taylor responde.

- Isso eu concordo, mas ao mesmo tempo pode ser tão perigoso - Você fala.

- Por quê? - Taylor pergunta.

- Primeiro que se descobrirem que estamos em um lugar como esse, correremos perigo, segundo é que lá podemos encontrar crônidas que odeiam guerreiros e podem nos matar antes mesmo de descobrirmos algo sobre Solon - Você responde sussurrando para ter certeza que ninguém ouviria.

- Como eu disse, Yannis falou que nós recebemos carta branca dos superiores, o que significa que podemos ir em lugares como esses sem lidar com problemas pois estamos em missão - Taylor diz.

- É, acho que tem razão - Você fala.

- E outra coisa, iremos como apenas jovens que querem se divertir, não iremos usar roupas e nem nada que pode nos comprometer - Taylor diz.

- Taylor, isso é tão arriscado em tantas formas - Você fala ainda com receio.

- Mas qual é a graça da vida sem riscos? - Taylor pergunta.

- Algo bem mais tranquilo - Você responde.

- Se conseguirmos uma pista sobre o Solon, os superiores vão nos amar - Taylor diz.

- É, eles vão - Você fala.

- Essa missão é tudo o que precisamos para chamar a atenção dos superiores - Taylor diz.

- Eu sei disso, mas... - Você começa.

- Sem contar que essa missão inteira já é arriscada, um risco a mais não fará tanta diferença - Taylor fala.

- Eu acho que você tem razão - Você diz.

- Vamos S/N, isso pode nos ajudar muito - Taylor fala.

- Tá bom, você me convenceu, agora pare de implorar - Você diz rindo.

- Você não vai se arrepender por confiar em mim - Taylor fala.

- Eu realmente espero que sim - Você diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 6

- Mas tenho uma dúvida - Você diz.

- Qual seria? - Taylor pergunta.

- Como vamos em uma festa assim? Não é o tipo de festa que qualquer um tem acesso facilmente - Você pergunta.

- Tinha me esquecido de falar sobre isso com você - Taylor diz.

- Falar o quê? - Você pergunta.

- Eu já consegui uma forma de irmos em uma festa assim - Taylor responde sorrindo.

- O quê? Como assim? - Você pergunta.

- Ontem a noite conheci umas pessoas desse prédio que me convidaram para ir nesse lugar - Taylor responde enquanto lhe entrega um cartão de uma balada.

- Urano? - Você diz ao ler o cartão.

- Pai de Chronos e personificação do céu - Taylor responde.

- Não consigo acreditar que você conseguiu isso - Você fala incrédulo(a).

- Eu tenho meus charmes S/N, consigo sempre o que quero - Diz Taylor confiante.

- Fico feliz que você esteja usando isso a nosso favor - Você ri.

- Não imaginei que seria tão fácil, mas pelo jeito a sorte está a nosso favor - Taylor diz.

- Eu espero que sim pois isso pode ser um bom sinal - Você fala.

- Esse é o bom sinal que vamos encontrar Solon e os superiores irão nos amar - Taylor diz.

- Você está sonhando bem alto - Você fala.

- Eu gosto de sonhar alto, assim manifesto para o universo - Diz Taylor.

- E acho que o universo está retribuindo - Você fala.

- E é só o começo, você verá - Taylor diz.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 7

Você e Taylor passaram mais um tempo conversando enquanto tomavam café da manhã e então voltaram para seus quartos pois precisavam se arrumar e principalmente colocar roupas de festas pois se chegassem com roupas normais ou de combate na balada, todos iriam desconfiar de vocês no mesmo instante.

Enquanto procurava por uma roupa mais bonita para usar, você ainda tentava absorver que iria em uma festa em um lugar ilegal, desde Creta que você não fazia algo do tipo e quando viu o que aconteceu com Creta, teve certeza que nunca mais faria isso em sua vida, mas dessa vez a situação seria bem diferente pois você não estava indo com seus amigos para se divertir e espairecer a mente, agora você iria para uma missão, buscando investigar as pessoas daquele lugar.

Seria quase impossível entrar naquela balada sem lembrar de Creta e como você era bem mais feliz naquela época, mas precisava se concentrar pois iria encontrar com Crônidas que não podiam nem suspeitar que você é guerreiro(a) para não tentarem nada. Também poderia encontrar com os rebeldes e seu maior medo era que algum deles lhe reconhecesse pois Taylor não fazia ideia que você tinha recebido um convite para ser rebelde e isso poderia ser um grande problema caso alguém tentasse falar com você sobre sua resposta. Além de tudo isso, você ainda tinha que se preparar para a chance de encontrar com Solon naquele lugar.

Você precisava usar uma roupa que fosse o equilíbrio perfeito entre estar arrumado(a) o bastante para qualquer outra pessoa que fosse na festa, mas não algo que pudesse lhe atrapalhar caso tivesse que lidar com uma situação de fugir de alguém ou perseguir alguém naquele lugar.

Qual seria a melhor roupa?

Continua depois da publicidade

Cena 8

Imagem da cena

Após terminar de se arrumar, você foi em direção a saída do hotel para esperar por Taylor e se surpreendeu quando viu que Taylor já estava lhe esperando.

- Demorei? - Você pergunta se aproximando.

- Claro que não, eu também cheguei a pouco tempo - Taylor responde.

- Que bom saber isso - Você fala.

- Você está incrível - Diz Taylor.

- Obrigado(a), você também está - Você sorri com o elogio repentino.

- Então vamos? - Taylor pergunta.

- Sim - Você responde.

Vocês entram no táxi que os esperava e logo o carro começa a se mover, você aproveita o momento para observar as belas paisagens da Casta de Ártemis, como estavam indo para um lugar que ninguém poderia saber, você e Taylor nem sabiam sobre o que poderiam conversar, então prefeririam viajar em silêncio para não correr nenhum risco.

Não demora muito e logo vocês fora da Casta de Ártemis, era um lugar bem diferente que você não fazia ideia, não havia mais casas e pessoas, apenas uma estrada em meio as montanhas. Quando você ainda estava tentando entender o que estava acontecendo, sente o carro estaciona e sai do carro ao ver que Taylor saído.

- Vocês vão ficar bem aqui? - O taxista pergunta.

- Sim, estamos esperando nossa mãe, ela disse que já está vindo - Taylor responde.

- Tudo bem, espero que o pai de vocês fique bem, estarei enviando energias positivas - O taxista fala.

- Nós agradecemos muito por isso senhor, foi um prazer conhecê-lo e espero que tenhamos a chance de nos reencontrar novamente - Diz Taylor.

- Eu também espero, boa viagem crianças e se cuidem - O taxista fala e logo o carro começa a se afastar de vocês até sumir do campo de visão.

- O que você falou para ele? - Você pergunta sem entender.

- Eu disse que nós somos irmã(os) e que nosso pai está doente, por isso tínhamos que ir para a Casta de Hefesto para visitá-los - Taylor responde sorrindo.

- Não acredito nisso - Você fala rindo.

- Foi uma ótima mentira, ele nem percebeu e ainda estará torcendo para o nosso pai não existente - Taylor gargalha.

- Você é uma pessoa má - Você fala.

- Já me chamaram de coisas bem piores - Taylor fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 9

Imagem da cena

- O que vamos fazer nesse lugar? - Você pergunta.

- Nós iremos pegar uma carona para ir na balada - Taylor responde.

- Carona? - Você pergunta sem gostar muito da ideia.

- Não se preocupe, eles já devem estar chegando - Taylor responde.

- Acho que você está confiando demais nas pessoas que conheceu a tão pouco tempo - Você fala.

- Que nada, o que mais eles poderiam ser? - Taylor pergunta.

- É possível que eles nos denuncie por irmos em festas ilegais, é possível que eles estejam tentando te pregar uma peça, são tantas opções - Você responde.

- Isso vai dar certo, tenha um pouco de fé - Taylor diz.

- Não esperava que você iria confiar em pessoas tão facilmente - Você fala.

- Eu sei ler as pessoas e posso afirmar que aqueles não estavam mentindo - Taylor diz.

- Tudo bem, se você diz... - Você fala.

Vocês ainda conversavam quando veem um carro se aproximando, então ele estacionou bem próximo de vocês e lá estava um menino e uma menina sentados na parte da frente do carro, eles realmente pareciam gostar de Taylor, então após uma apresentação rápida, você e Taylor entraram na parte de trás para que finalmente pudessem ir a tal balada que os esperava.

O caminho foi um pouco constrangedor pois tínhamos acabado de nos conhecer e não haviam muitos assuntos a serem conversados, principalmente porque você e Taylor tinham que inventar uma nova personalidade para aquelas pessoas para não afetar a missão ou o a identidade de vocês.

Os novos amigos de Taylor pareciam ser boas pessoas, eles eram bem simpáticos e atenciosos, faziam de tudo para te incluir na conversa e se certificavam para que você se sentisse confortável. Foi bem interessante saber que eles eram de outras Castas e que estavam morando na Casta de Ártemis após participarem da edição anterior a sua de Olympia.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 10

Imagem da cena

Depois de mais algumas horas de caminho, finalmente eles estacionam o carro próximo a uma floresta e vocês saem do carro.

- Nós já chegamos? - Você pergunta olhando ao redor.

- Ainda não, precisamos andar mais um pouco - A menina responde.

- Sério? - Você pergunta.

- Sim, não esqueça que é uma festa ilegal, não pode ser visível e muito menos fácil de chegar para não ter problema - A menina responde.

- Isso faz sentido - Você fala.

- Sei que é a sua primeira festa, mas você vai gostar - Ela diz.

- O que você está fazendo? - Você pergunta ao ver o menino colocando algumas folhas e galhos no carro.

- Isso é para que o carro não fique tão aparente e não chame atenção - Ele responde.

- Vocês tem muito medo de serem pegos - Taylor fala.

- Só assim para conseguirmos frequentar esse lugar por anos sem nenhum problema - A menina responde.

- Esse é um dos poucos lugares que não foi descoberto ou invadido, a grande maioria não teve essa sorte - O menino diz.

- E espero que ele se mantenha por longos tempos - A menina fala.

- Eu também espero - Você diz para se enturmar.

- Mas não vamos ficar amargurando coisas do passado, vamos pensar no futuro e principalmente o hoje para aproveitar - Taylor fala.

- Tem razão, hoje não é um dia para ficar triste - A menina diz.

- Vamos aproveitar o máximo que pudermos - O menino fala.

- Sim - Todos dizem ao mesmo tempo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 11

Imagem da cena

Quando o menino terminou de cobrir o carro, vocês começarem a caminhar pela floresta que era bem densa, não dava para fazer ideia de onde eles iriam levar vocês, o que fazia a ansiedade para a missão aumentar ainda mais.

Depois de um tempo caminhando, finalmente vocês chegam em algo que parecia um simples banheiro químico, você e Taylor se olham ao mesmo tempo sem entender o que estava acontecendo, mas quando a menina nos chama para entrar, vocês vão.

Vocês quatro entram naquele apertado banheiro químico e fecham a porta, então o menino aperta um botão que estava escondido na parte do papel higiênico e então vocês se surpreendem ao sentir que o banheiro começou a descer como se fosse um elevador. Você e Taylor ainda não conseguiam entender bem o que estava acontecendo, já o menino e a menina estavam bem tranquilo pois estavam acostumados com aquilo.

Pouco tempo depois e tudo para de se mover, então a porta se abre em um corredor e vocês começam a caminhar por ele, já dava para ouvir o som da música alta e não demora muito até que vocês finalmente chegam a uma enorme balada que estava cheia de pessoas que dançavam animadas, aquilo parecia uma versão ainda mais bonita e melhor de Creta, era algo surpreendente.

- Uma balada subterrânea - Diz Taylor.

- Sim, muito bem escondida para que ninguém descubra - O menino fala.

- Isso é incrível - Você diz surpreso(a) com aquele lugar.

- Eu entendo, a primeira vez que estive aqui também fiquei sem acreditar - A menina fala.

- Esse lugar é enorme e luxuoso, como conseguiram construir algo desse nível sem chamar a atenção? - Você pergunta.

- Eu não faço ideia, mas seja lá quem for, foi um verdadeiro gênio - O menino responde rindo.

- Tem razão, não é uma mente qualquer que consegue pensar nisso - Taylor fala.

- Então vamos curtir? - A menina pergunta.

- Sim - Vocês respondem em uníssono.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 12

Imagem da cena

Você e Taylor foram em direção a uma mesa para comer algo pois estavam com fome, já o menino e a menina sumiram no meio da festa quando avisaram que iriam dançar. Eles haviam sido muito simpáticos com você, mas foi um alívio que eles tivessem desaparecido pois assim seria mais fácil para realizar a investigação.

- Viu que eu tinha razão - Diz Taylor.

- O quê? - Você pergunta sem entender.

- Eu disse que eles iriam ajudar - Taylor responde rindo.

- Você teve sorte pois poderíamos nos dar muito mal caso eles não fossem que você pensava que fosse - Você diz.

- Mas não deu errado e isso que devemos focar - Taylor fala.

- Tudo bem, se você diz - Você diz se rendendo.

- Agora que estamos na festa, precisamos pensar em como colocar nossa investigação em ação - Taylor fala.

- Como vamos fazer isso? Esse lugar está lotado e não tem como sairmos perguntando para cada um se eles conhecem o Solon - Você diz.

- Eu sei disso, é o principal problema que temos - Taylor fala.

- Precisamos pensar em um bom plano para nos aproximarmos de alguém que saiba algo e que seja fácil de manipular para que nos confesse algo de verdade - Você diz.

- Manipular alguém? Essa eu não esperava ouvir de você - Taylor fala rindo.

- É a única forma, só uma pessoa facilmente manipulável poderia abrir a boca para qualquer um - Você diz.

- Tem razão, mas quem seria? - Taylor pergunta.

- Não faço a menor ideia - Você responde.

- Tive uma ideia que não é tão fácil, mas é perfeita - Taylor fala.

- Qual seria? - Você pergunta.

- Olhe no bar, tem uma pessoa trabalhando ali que não para de olhar para você - Taylor responde.

- O quê? - Você pergunta sem acreditar.

- Uma pessoa que trabalha aqui é perfeita para contar segredos - Taylor responde.

- Então você quer me usar para conquistar uma pessoa? - Você pergunta.

- Claro, use seu charme a nosso favor para um bem maior - Taylor responde.

- Não acredito nisso - Você fala balançando a cabeça em negação.

- Esse é o melhor plano que eu tenho - Taylor diz.

- Tá bom, eu vou, mas só porque é a única saída - Você fala.

- Claro, é o que eu penso - Taylor diz.

- Realmente não acredito que vou fazer isso - Você fala e respira fundo.

- Tome cuidado, não exagere senão vou ficar com ciúmes - Taylor diz sorrindo.

- Vou apenas te ignorar - Você fala revirando os olhos.

- Boa sorte S/N - Taylor diz.

- Obrigado(a) - Você fala.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 13

Imagem da cena

Você se afasta de Taylor e caminha em direção a bancada do bar, durante todo o caminho respirava fundo com medo pois nunca tinha feito algo do tipo e nem sabia o que falar, sua vontade de desistir era enorme, mas sabia que aquela era a melhor chance, então mesmo com medo se sentou no banco.

- Gostaria de algo? - Uma voz pergunta e você vê que era a pessoa que te olhava.

- Ah, eu queria uma limonada suíça - Você responde.

- É pra já - A pessoa fala.

- Obrigado(a) - Você sorri.

- Primeira vez aqui?

- Sim, deu para perceber? - Você pergunta sem graça.

- Um pouco, você parece levemente arrependido(a) e também parece estar repensando todas as suas decisões já tomadas.

- É, você sabe ler o sentimentos dos outros - Você sorri.

- Muito prazer, Sky.

- Eu sou S/N.

- Sei que deve parecer que você está tomando uma péssima decisão nesse momento, mas depois você vai pensar: "Por que não fiz isso antes? Parecia que eu não tinha vivido até pisar em Urano"

- Espero que sim pois por enquanto apenas o arrependimento me domina - Você fala.

- Eu entendo, também me senti assim quando pisei em um lugar assim pela primeira vez - Sky diz.

- Isso faz muito tempo? - Você pergunta.

- Sim... - Sky sorri - Já faz tanto tempo que nem lembro como era a minha vida antes de viver assim.

- Então deve fazer muito tempo mesmo.

- Mas nem tanto pois ainda sou jovem - Sky fala.

- E você gosta de fazer isso? Não tem medo de descobrirem? - Você pergunta.

- Eu amo, um dos maiores prazeres é ver as pessoas felizes após beberem algo que eu fiz - Sky responde.

- Deve ser bem legal mesmo.

- No início eu tinha medo que descobrissem algo sobre mim, mas agora perdi o medo e prefiro viver sobre o lema de que só vivemos uma vez e não quero viver minha única vida sendo apenas uma marionete - Sky diz.

- Entendo, faz todo o sentido - Você fala.

- Não sei o que você pensa sobre os deuses, mas se me permite dizer, eu os detesto e não quero viver minha vida servindo a eles - Diz Sky.

- Eu entendo perfeitamente, também não sei se quero isso para minha vida - Você fala.

- E o que você faz S/N? - Sky pergunta.

- Eu acabei de passar por Olympia, então apenas estudo - Você responde.

- Que interessante, você conseguiu todas as insígnias? - Sky pergunta.

- Sim - Você responde.

- Isso é incrível, meus parabéns - Sky diz.

- Muito obrigado(a) - Você sorri.

- Você quer ser guerreiro(a)? - Sky pergunta.

- Acho que não, não consigo me ver assim - Você responde.

- Entendo, acho que os guerreiros são as principais marionetes dos deuses, são todos robôs que vivem apenas para servir.

- É, também penso o mesmo - Você força um sorriso.

- E qual Casta escolheu? - Sky pergunta.

Continua depois da publicidade
  • Zeus
  • Poseidon
  • Atena
  • Ártemis
  • Apolo
  • Ares
  • Afrodite
  • Dionísio
  • Deméter
  • Hera
  • Hermes
  • Hefesto

Cena 14

- É uma boa escolha - Sky diz.

- E você? É de qual Casta? - Você pergunta.

- Eu sou da Casta de Ártemis - Sky responde.

- Você também tem bom gosto - Você sorri.

- Você escolheu a Casta em que nasceu ou escolheu outra? - Sky pergunta.

- Eu nasci na Casta de Hefesto - Você responde.

- Sinto muito - Sky diz.

- Não é uma Casta tão ruim assim para sentir muito - Você fala.

- Eu sei disso, mas isso só mostra o quão competente você é, acho que são poucos aqueles que saíram de Castas baixas e conseguiram as quatro insígnias de Olympia - Diz Sky.

- Eu sei, felizmente estou aqui para quebrar paradigmas - Você sorri confiante.

- É isso mesmo, seja você a mudança que quer - Sky fala.

- E você? Nasceu em qual Casta? - Você pergunta.

- Eu nasci na Casta de Dionísio, acho que isso explica muita coisa - Sky responde rindo.

- Com certeza, explica sua personalidade e também a sua profissão - Você fala.

- É, eu sou um estereótipo de alguém da Casta de Dionísio - Sky diz.

- Mas sua antiga Casta lhe representa tão bem, por que decidiu escolher a Casta de Ártemis? - Você pergunta.

- Posso te confessar algo? - Sky pergunta.

- Claro que sim - Você responde.

- Eu escolhi a Casta de Ártemis por causa de Solon - Sky responde e no mesmo momento você faz de tudo para esconder sua surpresa.

- Você é Crônidas? - Você pergunta em choque.

- Claro, achei que isso era visível considerando minha forma de pensar - Sky responde.

- Eu achei que você era rebelde - Você diz.

- Não, os rebeldes são muito passivos, eles não lutam por o que querem, apenas vivem em sociedade secreta, já os Crônidas sabem o que querem e lutam por isso - Os olhos de Sky brilham.

- Entendo - Você fala.

- Você é rebelde? Sinto muito se lhe ofendi - Sky diz.

- Não me ofendeu, eu sou rebelde, mas também me sinto distante deles pela falta de vontade de lutar - Você mente apenas para agradar Sky.

- Você deveria um dia conhecer Solon, tenho certeza que logo você iria decidir ser Crônidas ao ver um guia como ele - Sky fala.

- Ele é tão incrível assim? - Você pergunta.

- Sim, Solon consegue inspirar qualquer, nunca vi alguém tão inteligente e revolucionário - Sky responde.

- Eu iria adorar conhecer ele, tenho vontade de ser Crônidas, mas ainda tenho tantas dúvidas - Você fala.

- É sério? - Sky pergunta feliz.

- Sim, eu sei que não é fácil conhecer alguém como Solon, mas essa é uma grande vontade que tenho - Você responde.

- Eu sei como você pode encontrar com Solon - Sky diz.

- O quê? Você está brincando comigo - Você finge alegria.

- Não estou brincando, posso te dizer como - Sky fala.

- Por favor, se não for pedir demais, eu iria gostar muito - Você diz.

- Aqui - Sky começa a escrever em um papel - É seu dia de sorte, hoje a noite o Solon estará nesse lugar e você poderá conversar com ele.

- Você não sabe o quanto isso significa para mim - Você diz ao pegar o papel.

- Não é nada, é um prazer ter novos Crônidas, sem contar que assim poderíamos nos ver com mais frequência - Sky sorri.

- Assim fica impossível não querer ser Crônidas - Você retribui o sorriso.

- Eu iria adorar te ver novamente - Sky fala.

- Quem sabe não nos encontramos em uma das reuniões dos Crônidas - Você diz.

- Isso seria incrível - Sky estava totalmente em sua mão.

- Eu vou esperar por isso - Você fala.

- Eu vou contar os dias - Diz Sky.

- Então nos vemos por aí Sky, agora vou aproveitar um pouco a festa - Você fala se levantando.

- C-claro, qualquer coisa, pode vir aqui me pedir uma nova limonada suíça - Sky diz.

- E acho que vou voltar pois estava uma delícia - Você fala e sai.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 15

Imagem da cena

Após se despedir de Sky você se afasta para ir em direção ao banheiro e faz um sinal para que Taylor lhe acompanhasse e assim Taylor faz, vocês caminham até saírem do campo de visão de Sky.

- Como foi? - Taylor pergunta ao se aproximar.

- Muito mais fácil do que eu pensei - Você responde.

- Então você usou seu charme - Taylor sorri.

- Eu não estou feliz com isso e ainda acho errado, mas infelizmente foi necessário - Você fala.

- Tudo bem, contanto que você tenha conseguido alguma informação ou pista - Taylor diz.

- Não apenas consegui uma informação como consegui exatamente a localização de Solon - Você fala e entrega o papel Taylor.

- Eu não acredito nisso - Taylor diz em choque.

- Sim, eu realmente arrasei - Você fala vitorioso(a).

- S/N, você é incrível - Taylor diz sorrindo.

- Eu sei disso - Você sorri.

- Então, o que acha de irmos encontrar Solon? - Taylor pergunta.

- Será? Não acha que deveríamos contar para os superiores? - Você pergunta.

- Sei que essa é uma boa informação, mas ainda não sabemos se é certa, então vamos até lá para ter certeza que Solon esteja lá antes de chamar por reforços - Taylor responde.

- É, acho que você tem razão - Você fala.

- Então vamos comigo S/N, nós estamos indo para a parte mais interessante da nossa investigação - Diz Taylor.

- Também tenho a mesma sensação - Você fala.

- Que Solon se prepare pois isso promete muito - Taylor diz.

- Então vamos logo - Você fala.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
LeBlanc_Fox

LeBlanc_Fox Eles vão morrer. Tenho certeza – Mais se eles morrerem, pelo menos S/N vai encontrar Sam, não é?

Eu estava torcendo que Sam aparecesse. Desculpa por eu ser chata Miss, mais isso faz parte da minha personalidade. Não tenho culpa...

Coitado de Sky, é mas iludido(a) do que eu lendo as histórias.

Eu me lembrei de uma coisa: Já, já irá fazer 1 ano que a Miss postou Ølympia! Eu não lembro quando comecei a ler – só sei que a Miss estava no capítulo 60 há 66 – Mas isso foi uma das melhores escolhas que eu fiz em minha curta vida

Amei Miss!!! Estava com saudades

3/07/21 23 ResponderMais
mah 🦋 | offzona

mah 🦋 | offzona Não consigo confiar na menina e no menino. E eu gostei muito de Sky, sério, mas não consigo confiar nele sobre ele ter falado de algo tão importante assim tão fácil. E quando ele mencionou Solon eu tive certeza que isso é um plano dele, ele literalmente jogou uma verde pra(o) S/N e ela(e) nem percebeu. Ele disse: "Mudei pra casta de artemis por causa de solon". Oque S/N deveria ter feito era tipo: "oque? quem é solon?". Porque os guerreiros já sabem quem ele é, que raivaaaaaaa. Digo isso mas não estou com raiva, aliás gostei.
Agora olhem a sinopse da cena que criei:

Naquela mesma noite, Solon fica sozinho com S/N para lhe convidar a fazer parte dos Crônidas. S/N recusa e Solon a/o sequestra, para tomar seus poderes, pois S/N é bastante forte, e se não tivesse ela(e) do seu lado, então teria os poderes.
Tempos depois de ser sequestrada(o), os dois têm algumas conversas, Solon insiste mais um pouco, fala sobre o pai de S/N, etc. Mas S/N novamente recusa fazer parte dos Crônidas. Um tempo depois, Solon precisa resolver algumas coisas e deixa S/N lá, trancada(o) e sozinha(o) em sabe-se lá oque de segurança avançada.
Enquanto isso, Taylor consegue voltar para Réia e extremamente preocupado(a) com S/N, procura os superiores. Atlas convence todos de que vai atrás de S/N sozinho, pois isso era apenas deles três (S/N, Atlas e Solon) e ele não poderia meter mais pessoas nisso.
Agora voltando para S/N, ela(e) depois de um tempo, consegue fugir daquele local, por conta de seus poderes que estavam a seu favor - também não esqueçam que S/N também tem uma parte que tem metade/um pouco de poderes de sua mãe e pai. Depois que consegue sair, começa a caminhar para encontrar a saída daquele lugar, que por sinal é grande, e pra piorar também é muito escondido. No caminho encontra Atlas que estava indo salva-la(o) mas S/N novamente mostra que não precisava que ninguém a/o salve além dela(e) mesma(o). Depois vão juntos acabar com Solon.

KKKKKK OK ACABOU.
CAPÍTULO INCRÍVEL MISS! 💖

3/07/21 17 ResponderMais
Shun Kagari

Shun Kagari AAAAHHHH que capítulo incrível como sempre

É cada gatilho que por Afrodite passo a noite cheia de paranóias kkkkk

Esse Sky em, AAAAAAA pq eu sou assim man, já não bastava Sam depois Atlas agora não é possível que eu vá sofrer e vá gostar de um barman que conheci hoje, em uma festa ilegal, que é um crônida, com todo aquele clima no final... Tá parei scr TuT

3/07/21 9 ResponderMais
gregorio_breno

gregorio_breno Caramba, adorei esse capitulo. Quando vi que S/N e Taylor estavam indo pra uma boate ilegal, na hora eu pensei: "Será que Eric pode estar por lá?". Sinceramente, torci por isso kk. Adorei demais o banheiro químico que leva até Urano.

E sobre o rapaz, a garota e Sky:

Não confio ✅
Não confio ✅
Não confio ✅ (apesar de ter sido bem gentil 🥰)

Saudade dessa história 🙃

3/07/21 9 ResponderMais
Lynn

Lynn Eu amo quando tem capítulo novo de Olympia <3

Estava super desconfiando desse povo que Taylor conheceu, foi tão fácil essa amizade, me pergunto se Taylor não está escondendo coisas também.
Seria um plot twist daqueles se Taylor se revelasse rebelde ou crônicas kkkkkkk

Achei fácil enganar Sky também, já saiu falando tudo
Ou é super confiante e f***-se ou fingiu

Enfim... Que venha o próximo capítulo e as emoções e surpresas que ele reserva

3/07/21 6 ResponderMais
conta desativada

conta desativada MISSSS!!!!!! QUE CAPÍTULO!!!!
Surto, surto, surto
perfeito e impecável como sempreee
p.s: sinto falta do Atlas

3/07/21 5 ResponderMais
duh

duh ai meu deus aaaaaaaaaaaa, foi tão fácil com Sky que to até desconfiada kkkkkkkkkkk, amei o cap miss<3

3/07/21 5 ResponderMais
Maria Luiza Martins Diniz

Maria Luiza Martins Diniz não é só os guerreiros e etc que sabem de solon? pqp acho que foi uma armadilha

4/07/21 4 ResponderMais
@whatisjojo#PRETTYGI🇦🇴

@whatisjojo#PRETTYGI🇦🇴 Hummm... Sei ñ hein essa informação q Sky deu me cheira a campo minado, alguma coisa me diz q vai dar ruim

Maraviperfeito, continua @Miss 💖

3/07/21 4 ResponderMais
ManuellaPacca

ManuellaPacca Perfeitoooo Miss ❤️🥺🤧 Aiai tô meio atrasada nas fic Kkkkkk. Uhmmmm a menina e o menino até q parecem legais mas melhor n confiar.
Cara eu devo ser irresistível nas fics, sempre consigo oq quero na base do charme heheheheh queria poder manipular tão fácil assim as pessoas.
N me peeguntem o pq, mas inagino o Sky como o Jonathan de shadow hunters kkkkkkkkkkkkkk acho q da 2 temporada se n me engano.

Diário de surtos

Blz, meu primo nasceu finalmente, ele é tão fofinhu q eu penso se é da minha família mesmo, pensei q ele iria chorar mas alto, por enquanto n me incomodo, ele quase n chora. Bemmm, tô de férias então n tenho ó q surtos para desabafar, só ontem q fomos para Cascais e eu sempre via alguém e pensava, "pelo amor de Deus me chama para ser sua amiga, só quero um amigo aaaaaaa", por enquanto sigo na saga de encontrar um melhor amigo. Ai e ontem eu chamei meu priminho de meu amor né, ai eu acho q ele gostou de mim pq toda hora ele vira pra ficar me olhando kkkkkk e eu como uma bela pessoa fácil de manipular já fico toda boba, cheguei em uma conclusão, gosto de bebês, n de crianças. Fomos em um parque ontem durante o passeio, ai tinha uns mlk se pendurando na grade do laguinho dos patos ai eu só falei "espero q caia" e minha mãe disse pro meu tio " a Manu n pode ter filhos" hehe, tentei fazer carinho no pato, mas n consegui pq fiquei com medo dele me bicar e eu ir no hospital por causa de uma mordida de pato, imagina a vergonha. Bom meus anjos, amo vcs, bom fim de dia, até o próximo capítulo e se tiverem filhos o eduquem pelo amor de deus, ehheheheheheh amo vcs❤️

3/07/21 3 ResponderMais
Cancelar