Miss Chanandler Bong

Miss Chanandler Bong

141
ØLYMPIA
12

ØLYMPIA Capítulo 62

Hipóteses

Finalmente chega o final de semana e era de ir para a Casta de Hefesto, mas antes algumas situações estranhas acontecem.

Cena 1

Imagem da cena

Você dormia tranquilamente quando acorda com seu celular vibrando por receber notificações, ao olhar percebe que eram mensagens no grupo que tinha com Eric e Laura.

Laura: Bom dia gente
Laura: Já acordaram?
Laura: Vocês estão bem?
Laura: Por favor me respondam
Eric: Bom dia
Eric: Estou vivo, porém machucado
Laura: Você se machucou muito?
Eric: Um pouco e você?
Laura: Também me machuquei, mas nada muito grave
Laura: S/N, me dê um sinal de vida, estou preocupada
Você: Bom dia
Você: Estou bem
Laura: Você não se machucou?
Você: Me machuquei, mas não foi grave
Você: Apenas estou com dores
Eric: Acredito que nós tivemos a mesma prova
Laura: Sim
Laura: Tantas pessoas se machucaram que eu fiquei preocupada com vocês
Eric: É, acho que não teve ninguém que saiu completamente ileso
Você: Também acho que não
Você: Foi uma prova bem difícil
Laura: Sim, eu fiquei com muito medo
Eric: Teve um momento que eu realmente achei que iria morrer
Eric: Mas felizmente consegui dar conta
Eric: Vocês finalizaram?

  • Sim
  • Não

Cena 2

Laura: Eu finalizei
Laura: Foi horrível e me senti muito mal
Laura: Mas era a única forma de sair viva daquele lugar
Eric: Eu também finalizei
Eric: Se não eu que iria morrer
Você: O que vocês enfrentaram?
Laura: Uma quimera
Eric: Um ciclope
Laura: E você?
Você: Eu enfrentei um minotauro
Eric: Não acredito nisso
Eric: Vocês enfrentaram seres bem mais difíceis e eu que quase morri
Laura: Não é bem assim, eu também quase morri
Você: Acho que todos nós passamos por uma experiência de quase morte
Laura: Verdade
Laura: Não sei o que acontece com esses seres para eles sentirem tanta raiva
Eric: Depois que eu consegui sair só fiquei pensando em uma coisa
Você: Em quê?
Eric: Será que eles iriam permitir que aquelas criaturas nos matasse?
Eric: No combate matar é liberado, será que nesse caso também era
Laura: Não é possível
Laura: Seria algo bem maldoso
Você: Não sei
Você: Eles não pareceram intervir em nenhuma luta
Eric: Acho que as pessoas da Castas são piores do que eu pensei
Eric: Até o final do treinamento só irá restar os mais fortes
Eric: O resto irá morrer pelo caminho
Laura: Eu achei que só teria que lidar com mortes em Olympia, mas pelo jeito estava enganada
Eric: Acho que nunca vamos nos livrar das mortes
Você: Eu também acho que não
Eric: Mas prefiro não pensar nisso
Eric: Hoje é sábado e quero aproveitar meu final de semana
Eric: Não quero mais pensar na Casta, só irei voltar a pensar na segunda
Laura: KKKKKKK
Laura: Concordo totalmente
Laura: Vamos todos para a Casta de Hefesto?
Você: Sim
Eric: Sim
Eric: Mas dessa vez temos que ir de táxi, estou muito machucado para dirigir
Laura: Sem problemas
Laura: Nos vemos mais tarde
Você: Ok, até logo
Eric: Até

  • Avançar

Cena 3

Você bloqueia seu celular assim que termina de conversar com seus amigos, seu corpo ainda doía muito por causa da prova, então ficou mais um tempo na cama, ao olhar para o lado vê que Sam já tinha saído, porém a mochila ainda estava na cama, o que lhe fazia pensar que Sam poderia estar tomando café da manhã ainda.

Então você se levanta com um pouco de dificuldade por causa das dores e segue em direção ao banheiro para poder tomar um banho relaxante e fazer sua higiene pessoal para poder se arrumar e ir para sua Casta.

No banho, a água ajudava seu corpo a relaxar, mas você conseguia ver bem os vários hematomas espalhados, já imaginava que teria que usar roupas de frio durante todo o final de semana para que sua mãe não percebesse e não enlouquecesse ao lhe ver daquela forma.

Após terminar de tomar seu banho, você passou uma pomada em seus machucados, colocou uma roupa que cobrisse uma boa parte dos hematomas e resolveu mandar uma mensagem para avisar para sua mãe que logo mais iria viajar para a Casta de Hefesto.

Você: Bom dia mãe
Você: Como você está?
Você: Só estou avisando que vou viajar mais tarde, logo nos veremos
Mãe: Bom dia amor
Mãe: Estou bem e você?
Você: Estou bem também
Mãe: Que bom saber que você está vindo
Mãe: Vou preparar seu quarto e uma comida bem gostosa para lhe receber
Você: Certo, até daqui a pouco
Mãe: Até meu amor

  • Avançar

Cena 4

Imagem da cena

Você sai de seu quarto e vai em direção ao refeitório, você agradecia muito por ser final de semana, pois até sua caminha era mais lenta já que toda vez que se mexia, seu corpo doía.

Ao chegar no refeitório, a cena que presenciou chegava a ser cômica, a grande maioria dos alunos estava machucada, muitos braços e pernas enfaixados, vários curativos pelo corpo, realmente nenhum aluno tinha saído ileso daquela prova.

Você pega sua bandeja de café da manhã e segue em direção a mesa onde Sam, Gabriel, Melissa e Maitê estavam sentados.

- Bom dia - Eles falam juntos.

- Bom dia - Você diz.

- Como você está? - Sam pergunta.

- Estou bem e vocês? - Você pergunta.

- Até que estou bem - Sam responde rindo.

- Eu estou acabado, parece que fui atropelado e esmagado - Gabriel responde.

- Também estou acabada, parece que meu corpo dói até mesmo para respirar - Maitê responde.

- Vocês são muito dramáticos, nem foi para tanto - Melissa diz.

- Você está bem Melissa? - Você pergunta.

- Sim, não posso negar que estou dolorida, mas nada demais - Melissa responde.

- Espero que não tenha outra prova como essa nem tão cedo - Gabriel fala.

- Agora eu entendi o motivo dele deixar a prova para sexta, ele sabia que não iríamos conseguir fazer mais nada depois dela - Maitê diz.

- Sim, eles sempre pensam em tudo - Melissa fala.

- O que vocês acharam da prova? - Gabriel pergunta.

  • Muito boa
  • Bem difícil
  • Horrível

Cena 5

- Eu amei, foi bem interessante - Melissa fala.

- Eu gostei da ideia, mas acho que eles deveriam ter começado com algo mais leve - Maitê diz.

- Tipo o quê? - Gabriel pergunta.

- Não sei, mas algo que não fosse um ser mitológico cheio de raiva - Maitê responde.

- O pior é que todas as opções são ruins, os seres mitológicos são bem agressivos e estão dispostos a nos matar, os professores são bem melhores que a gente por serem mais treinados e os alunos iriam querer matar só para chamar atenção da Casta - Diz Sam.

- Pior que você tem razão, de qualquer forma nós iríamos sofrer - Maitê fala.

- Nós temos que nos acostumar mesmo contra nossa vontade, pois com certeza esse não será o último combate que teremos - Sam diz.

- Concordo e os próximos devem ser ainda pior - Você fala.

- O meu maior medo é eles fazerem a gente ir contra um aluno e eles disserem que só um poderá sair vivo - Gabriel diz.

- Verdade, uma coisa é matar um ser mitológico, outra é matar um humano - Maitê fala.

- É só você pensar que o humano é igual o ser mitológico e você precisa matar para não morrer - Melissa diz.

- Isso é fácil na teoria, mas na prática não funciona tão bem - Gabriel fala.

- Sim, eu quase chorei quando eu finalizei aquele ser - Maitê diz.

- Vocês são muito sensíveis para serem guerreiros, vão sofrer bastante para irem bem nas provas - Melissa fala.

- Acho que nunca vou me acostumar a matar ninguém - Gabriel diz.

  • Avançar

Cena 6

Vocês conversavam tranquilamente, quanto Ítalo aparece no refeitório e faz com que todos parem de conversar apenas para prestar atenção nele, ele caminha em direção ao palco, pega o microfone e começa a falar:

- Bom dia a todos, vejo que tlemos muitas pessoas machucadas, mas espero que estejam todos bem e que não tenha sido nada grave. Eu estou aqui para dar minha opinião sobre vocês na prova, primeiramente quero parabenizar a todos, pois vocês foram muito bem, claro que alguns se destacaram mais que outros, mas isso é algo normal, o importante é o aprendizado já que essa foi nossa primeira prova de combate de verdade. Essas provas de combate são muito importantes para entendermos que tipo de guerreiros vocês serão, nós queremos ver o quão corajosos vocês são e se estão dispostos a fazer tudo para defender sua Casta e aos deuses, por isso, matar se torna algo importante, porém percebi que alguns não finalizaram seus oponentes ontem, eu iria penalizá-los por isso, mas dessa vez irei deixar passar, pois essa foi a primeira prova, mas da próxima vez isso não será aceito, pois finalizar fazia parte da prova. Alguns de vocês perderam a prova de combate em Olympia, por isso queremos dar essa chance de vocês se redimirem e recuperarem sua honra, porém vocês continuam fazendo prova aceitando a mediocridade de fazer apenas o básico, vocês precisam se arriscar e enfrentar os desafios com mais coragem, se não serão péssimos guerreiros, entendam que falo isso para o bem de vocês. Parabéns a todos que finalizaram seus oponentes, em especial S/N que foi o/a primeiro(a) a terminar a prova. Como já havia dito, não irei penalizar aqueles que não finalizaram seus adversários, porém irei penalizar aqueles que tentaram ajudar seus colegas, por isso, a aluna Lís venha comigo para termos uma conversa, além disso, recebi hoje mais cedo a notícia que infelizmente o aluno Vitor veio a falecer, ele já tinha alguns problemas de saúde e acabou não resistindo, nós sentimos muito pela perda dele, mas temos que seguir em frente. Bom final de semana a todos e nos vemos na segunda.

Assim que Ítalo sai, todos os alunos começam a conversar sobre muitos assuntos, você ainda não conseguia acreditar que Vitor tinha morrido e ao invés da Casta se responsabilizar pela culpa, acabou jogando a situação para alguma doença que o menino tinha, era óbvio que ele tinha morrido pelo ataque, você quase morreu durante sua prova, mas eles se recusaram a aceitar a verdade, aquilo era baixo até mesmo para eles.

  • Avançar

Cena 7

- Parabéns S/N - Maitê fala lhe fazendo sair de seus pensamentos.

- Por que? - Você pergunta sem entender.

- Você terminou primeiro que todo mundo e ainda ganhou um elogio especial do professor Ítalo - Gabriel responde.

- Ah, obrigado(a) - Você fala.

- Você é sem dúvida o/a adversário(a) mais difícil - Melissa diz.

- Como assim? - Você pergunta.

- Para eu conquistar os deuses, preciso ser a melhor, mas é difícil competir com você - Melissa responde.

- Claro que não, eu ainda tenho muito a melhorar - Você fala.

- Eu sei, mas o fato do seu pai ser alguém tão importante já lhe deixa com uma vantagem maior - Diz Melissa.

- S/N conseguiu chamar atenção pelo talento, não por causa do pai dele(a) - Sam fala.

- Acredito que o talento de S/N também chamou a atenção da Casta, mas a fama do pai dele(a) também tem seu peso - Melissa diz.

- Que é isso Melissa? Totalmente desnecessário esse comentário - Maitê fala.

- Desculpa S/N, não me interprete mal, eu não quis te diminuir, apenas estou dizendo que você deve ter herdado o talento do seu pai - Melissa diz.

- Tudo bem - Você fala.

  • Avançar

Cena 8

- Mudando de assunto, o que será que essa Lís fez para ser punida? - Gabriel pergunta.

- Ela ajudou alguém, ela deve ter matado o ser mitológico que outra pessoa deveria matar - Sam responde.

- Isso é injusto, a pessoa que foi defendida também merecia punição por não conseguir fazer o trabalho dela - Gabriel fala.

- Achei que você iria dizer que era injusto alguém ser punido por ajudar uma pessoa em perigo - Diz Sam.

- O Ítalo já tinha deixado claro que iria punir todos aqueles que ajudassem os outros alunos, então não tem como defender a menina - Gabriel fala.

- Mas e se a pessoa estivesse correndo risco igual o Vitor? - Sam pergunta.

- Acho que mesmo nesse caso não poderia fazer nada - Gabriel responde.

- Sam, não confunda as coisas, o Ítalo deixou bem claro que o Vitor já tinha problemas de saúde e ele morreu por causa das complicações - Maitê fala.

- É Sam, a Casta não teve nada a ver com a morte do Vitor, se duvidar eles foram enganados pelo Vitor - Melissa diz.

- Como assim? - Sam pergunta.

- Talvez a Casta nem sabia que ele tinha alguma doença por ele não ter contado para não sair da prova e acabou morrendo por isso, enganando a Casta - Melissa responde.

- Você realmente acredita nisso? - Sam pergunta.

- É uma possibilidade - Melissa responde.

- Vamos mudar de assunto, esse assunto não é nada agradável para um final de semana - Gabriel fala.

- Concordo, vamos falar de coisas realmente boas - Maitê diz.

- O quê? - Melissa pergunta.

- Para onde vocês irão? - Maitê pergunta.

- Acho que todos vamos para a Casta das nossas famílias - Você responde.

- Sim - Sam responde.

- Claro que sim - Melissa fala.

  • Avançar

Cena 9

Imagem da cena

Após passarem um bom tempo conversando, vocês se despedem e cada um vai em direção ao quarto para poder pegar a mala e irem viajar. Você estava fazendo sua mala quando percebe que Sam parecia pensativo(a) enquanto olhava para a mala.

- Tudo bem Sam? - Você pergunta.

- Sim, por quê? - Sam pergunta.

- Sei lá, você parece distante - Você responde.

- Estava pensando - Sam diz.

- Sobre o quê? - Você pergunta.

- Sobre a prova de ontem - Sam responde.

- Sobre o Vitor? - Você pergunta.

- Exatamente - Sam responde.

- Você não acha que ele morreu por causa de uma doença? - Você pergunta.

- Não, isso parece muito estranho - Sam responde.

- Por que? - Você pergunta.

- Porque com certeza a Casta teria acesso a ficha hospitalar dele e iria saber se ele tinha alguma doença grave - Sam responde.

- Isso é verdade - Você diz.

- Você acha que ele morreu mesmo por causa de uma doença? - Sam pergunta.

  • Acho que sim
  • Acho que não
  • Não sei

Cena 10

- Não sei se consigo acreditar nisso - Sam fala.

- Fiquei triste pelo Vitor, ele conseguiu superar Olympia e ir tão longe para acabar morrendo aqui no treinamento - Você diz.

- Sim, como alguém consegue sobreviver a todas aquelas provas difíceis de Olympia e acaba morrendo por causa de alguma doença? Eu acho que ele morreu no combate, mas a Casta não quer assumir a responsabilidade - Sam fala.

- Pode ser, mas infelizmente nós nunca iremos descobrir a verdade - Você diz.

- Além disso, tem outra coisa que venho pensando a um certo tempo - Sam fala.

- O quê? - Você pergunta.

- O que você acha da Melissa? - Sam pergunta.

- Ela é bem estranha - Você responde.

- Eu acho que ela é diferente de nós - Sam diz.

- Diferente como? - Você pergunta.

- Eu acho que ela não é uma simples aluna - Sam responde.

- Não estou entendendo o que você quer dizer - Você fala.

- Por favor, não ache que eu enlouqueci, você tem todo o direito de discordar - Sam diz.

- O que foi? - Você pergunta.

- Eu acho que ela pode ser uma espiã - Sam fala sussurrando.

- Sério? - Você pergunta.

- O que você acha? - Sam pergunta.

  • Não acho
  • Eu também acho
  • Não sei o que pensar

Cena 11

- Por que você acha isso? - Você pergunta.

- Ela sempre faz perguntas estranhas e sempre quer saber muito sobre nós, além de forçar uma amizade conosco a todo custo - Sam responde.

- Sim, ela é bem intrometida - Você diz.

- Ela elogia muito a Casta, chega a ser estranho como ela nunca falou nada de mal, além dela endeusar tudo que a Casta faz - Sam fala.

- Ela deve ter medo de ser ouvida - Você diz.

- Eu acho que ela pode ter denunciado o Davi e a colega de quarto dela - Sam fala.

- Tem algum motivo para você achar isso? - Você pergunta.

- Infelizmente não tenho nenhuma prova, mas eu tenho essa impressão - Sam responde.

- Entendo o que você quer dizer, mas sem provas é difícil para ter certeza - Você fala.

- Eu sei disso, só estou comentando com você para tomarmos cuidado com o que falamos para ela, pode ser que ela use isso contra nós - Sam diz.

- Eu vou tomar cuidado - Você fala.

- Evite falar sobre sua vida e seu pai, fale apenas o básico - Diz Sam.

- Certo - Você fala.

- Me arrependi de ter falado sobre o Vitor com ela, ela deve ter dúvidas sobre mim - Sam diz.

- Você não esconde muito bem quando não gosta de algo que a Casta faz - Você fala.

- Eu sei, é difícil me segurar, mas vou tentar - Sam diz.

- Vamos tomar cuidado com ela - Você fala.

- Sim, eu vou usar o final de semana para pensar em alguma forma de ter certeza se ela é ou não uma espiã - Sam diz.

- Certo, também vou pensar em algo - Você fala.

- Ok, te vejo no domingo a noite, boa viagem S/N e se cuide - Sam diz.

- Obrigado(a), boa viagem para você também - Você fala.

  • Avançar

Cena 12

Sam pega a mala e sai do quarto, você ainda fica terminando de arrumar sua mala ainda sem entender o que tinha acontecido, você sempre teve muitas dúvidas em relação a Sam, mas cada vez mais as teorias malucas dele(a) pareciam muito com as suas, era bom ver que vocês pensavam parecido, mas ao mesmo tempo você tinha medo de Sam apenas estar fingindo para conseguir sua confiança.

Era difícil ser tão desconfiado(a), uma parte de você queria poder falar com Sam sobre os Theo, sobre seu pai e sobre outras coisas que pensava, queria saber se Sam conhecia Creta, se já tinha recebido algum convite dos rebeldes, mas ao mesmo tempo, você tinha tanto medo que Sam fosse apenas um(a) espiã(o) que estava lhe espionando em nome da Casta para ter certeza que você não fizesse nada de errado e seguisse os mesmos passos que seu pai.

Você queria descobrir alguma forma de descobrir a verdade sobre Sam, mas infelizmente não havia nada que poderia fazer, talvez se arriscaria muito se tentasse testar Sam, mas não tinha nada pior do que viver na incerteza se tinha um(a) amigo(a) ou inimigo(a) ao seu lado.

Você termina de arrumar sua mala e sai de seu quarto para ir em direção a saída, assim como Eric, você queria parar de pensar tanto na Casta e focar apenas no final de semana que tinha começado, queria aproveitar o momento com sua família e seus amigos, sem ter que se preocupar com mais nada.

  • Avançar

Cena 13

Imagem da cena

Você finalmente chega ao hall de entrada e lá vê Suzana conversando com vários alunos que estavam loucos para viajar, ela lhe vê e caminha até você com um enorme sorriso.

- Olá S/N - Diz Suzana sorridente.

- Oi, como você está? - Você pergunta.

- Estou ótima e você? - Ela pergunta.

- Estou bem também - Você responde.

- Vejo que você também se machucou na prova - Ela diz te examinando.

- Sim, mas não foi nada grave - Você fala.

- É, pelo menos não quebrou nada - Ela diz.

- Sim, está tudo bem, logo vou melhorar - Você fala.

- Mas acho que esses machucados valeram a pena né? Fiquei sabendo que você foi o/a primeiro(a) a terminar a prova - Diz Suzana.

- Sim, eu nem acreditei nisso - Você fala.

- Você tem muito talento S/N, nunca duvide disso - Ela diz.

- Obrigado(a) Suzana - Você fala.

- Vai viajar também? - Ela pergunta.

- Sim, preciso de um táxi - Você responde.

- Com certeza - Ela diz saindo.

Não demora muito e logo seu táxi chega, você entrou o mais rápido possível, pois o lugar estava com muitas pessoas e poucos táxis, você acenou para Suzana pela janela e se aconchegou no banco, agora seria o momento de relaxar, você iria ver sua mãe e seu irmão e iria tentar ignorar tudo o que tinha acontecido na semana, era seu corpo que estava bem machucado, mas era sua mente que mais precisava de uma folga.

Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Isa

Isa Minha teoria sobre a morte do Vitor é o seguinte:

Vitor era um rebelde e quando a casta descobriu colocou um ser mitológico muito forte para enfrenta-lo na prova.Ele realmente tinha uma doença e quando morreu a casta colocou a culpa na doença.

Minha teoria sobre a Melissa é o seguinte:

Em olimpia,os deuses viram como ela era talentosa e fiel.Então eles fizeram uma proposta a garota de ser uma espiã.Ela não pensou duas vezes e aceitou,pois ela via uma chance de conquistar os deuses.Mas quando entrou na casta e conheceu s/n,não tinha mais tanta certeza que iria conquista-los.Então ela tenta achar o ponto fraco de s/n.

O capítulo está perfeito como sempre!!

17/10/20 29 ResponderMais
Lais Barbosa

Lais Barbosa Meu sonho a S/n contar td pro Sam, até pq eu acho bem difícil dele ser um espião e mesmo se for, pelo fato dele gostar da S/n não sei se ele contaria algo, sim, sou boiolinha pelo Sam kkkkkkkk

17/10/20 14 ResponderMais
Mary

Mary Bom, primeiramente, este capitulo ta maravilhoso como sempre
e segundo, eu queria poder saber se posso confiar em sam, para nao me sentir tao sozinha (digamos assim) na casta!

Teorias:
--nao acho que vitor era um rebelde, mas só acho, eu acho que ele era uma pessoa normal, com alguma doença que a casta sabia, e quando ele foi para o combate, pode ser que ele nao tinha muita coragem para finalizar e morreu assim
--sobre o pai dela, nao acho que tem mais a opçao de ele ser rebelde, acho que foi meio que apenas um grande guerreiro, e a morte dele, acho que nao foi pelo inimigo, e quem sabe pelos deuses
--a melissa eu tenho quase toda certeza que é uma espia que tem inveja do talento da S/n e tenta achar o ponto fraco da S/n

eu sei que as minhas teorias sao malucas, mas é isso que eu penso!

17/10/20 13 ResponderMais
haavenm

haavenm um dia eu vou surtar por saber mais do pai de s/n ou alguma cena amorosa com sam

17/10/20 12 ResponderMais
Fefe_fgms

Fefe_fgms é o seguinte eu não engulo a Suzana e muito menos a Melissa As duas são muito suspeitas não vou confiar nelas de jeito nenhum agora Sam ele precisa ser testado porque eu tô louca para poder contar para ele as minhas teorias malucas também e por favor uma cena de romance mas especificamente entre Sam e S/N agora o Taylor também é um suspeito então precisa ser testado também ele só quero como amigo mesmo

17/10/20 12 ResponderMais
KatieKun099

KatieKun099 💞Amei o capítulo, como sempre :)
Olha, vou falar as minhas teorias:

•Sobre a Melissa: tem muita chance de ela ser espiã, eu já tô quase tendo certeza. Acho que ela tem inveja de S/N e quer fazer de tudo para agradar os deuses, como já dizia outro comentário.

•Sam: tenho muito medo de ele ser um espião, mas tenho quase certeza que não.
Quero contar tudo a ele, sobre o Theo, os rebeldes e as minhas teorias, mas o problema de tudo isso é a confiança. Gosto muito dele e realmente não quero que ele seja um espião kkk.

•Vitor: tenho minhas dúvidas sobre ele ter morrido de uma doença, pode ser que tenha morrido pela criatura que ele lutou mesmo, pois “eles não são responsáveis pelos alunos fora de sua Casta”, lembram? Então podem ter simplesmente colocado a culpa na doença.

17/10/20 6 ResponderMais
Sergio Oliveira

Sergio Oliveira CAPÍTULO MARAVILHOSO COMO SEMPRE ❤️❤️❤️❤️

Não acho que o Vitor morreu por “complicações” de alguma doença, tá, ele até poderia ter alguma doença mas acho improvável esse ser motivo da morte dele, se fosse por isso ele não teria passado nem de Olympia. Pra mim ele morreu no combate contra a criatura e a Casta usou a doença que tinha pra não assumir a responsabilidade de ter perdido um aluno sob sua supervisão.

Melissa.... A cada capítulo tenho mais certezas de que ela é espiã, anda sempre fazendo perguntas insinuosas e a forma como ela fala da Casta é quase como se ela fosse programada pra defender e apoiar a Casta, como uma espécie de lavagem cerebral. E a forma como ela falou do pai do(a) S/N deixou evidente (isso desde que ele pisou na Casta) que o alvo dela é ele e lá vai fazer de tudo pra ferrar com ele.

Sobre o Sam não tem o que falar, já tô rendido por ele a muito tempo, mas acho que a melhor forma de testar tanto ele quanto a vacaranha da Melissa seria contando uma mentira diferente pra cada um (uma mentira inofensiva pro Sam e algo mais pesado pra vacaranha), caso a Suzana ou o Ítalo viessem falar com o(a) S/N a gente saberia quem é o espião

17/10/20 6 ResponderMais
Helo Isa

Helo Isa Amei 🥰 A Melissa sendo ou não a espiã, é muito tóxica, queria que S/N se afastasse dela, ela menosprezou S/N e ela mesma disse que S/N atrapalha ela a se destacar. Mais uma vez implora por cenas românticas 🥺🙏💕

19/10/20 4 ResponderMais
Becky Auditore

Becky Auditore Meu coração quer contar tudo pro Sam, juro pra ti, ele é tão anjo

Quero muito arrombar a cara da Melissa com uma barra de ferro, (sinceridade misturada com raiva dá nisso aq) ñ sei como ela tem a audácia e veracidade de fazer todas essas especulações babacas. Eu já quis destroçar ela naquele dia que ela encheu o saco do Sam com um caminhão de pergunta nada a ver, imagina agora...quero destroçar mais ainda

E a Suzana, pqp, não aguento mais essa cidadã...

Enfim, vamos de ódio e A-N-S-I-E-D-A-D-E

18/10/20 4 ResponderMais
Raio cósmico

Raio cósmico Mano do céu,que vontade de dar um soco na boca da Melissa

18/10/20 3 ResponderMais

WebFic

Entre no WebFic para ler & interagir com suas webfics favoritas!

Cancelar
Cancelar