•/Meu Intercâmbio/• Quinta temporada
18

•/Meu Intercâmbio/• Quinta temporada Capítulo 122

Capítulo 122

Publicado em 23/07/2022

Olá, para quem ainda está aqui.

Continua depois da publicidade

Verificação de idade

Esta WebFic não é recomendada para menores de 18 anos, se você não tem a idade mínima clique no botão abaixo para retornar à página inicial.

Cena 1

Parte rural de Los Angeles
Dia do casamento
05:18 P.M

- Gab, não temos muito tempo! - Disse encostada na porta do quarto onde a mais nova estava.
- Não acha que é muito clichê a noiva se atrasar? - Jason perguntou enquanto mexia em seu celular com um semblante desanimado.
- Parem de me apressar!

Revirei os olhos em descontentamento enquanto ouvia os passos do outro lado da porta, sabíamos muito bem que Gab estava nervosa, mas caso demorássemos um pouco mais poderiamos ter incontáveis problemas com toda a festa lá embaixo.

- Gabrielle, pelo amor de Deus, ande logo com isso!

Ri com a voz irritada do mais novo misturada com seu novo sotaque inglês adquirido na faculdade, e me afastei da porta segundos depois que ouvi a fechadura ser destrancada com certa lentidão pela noiva. Assim que porta se abriu completamente nossos olhos foram agraciados pela visão do lindo vestido branco no corpo da pequena Gabrielle, tudo ali estava perfeito, seus brincos combinavam perfeitamente com as pedrarias utilizadas no vestido, seus saltos delicados mal apareciam, mas continuam em plena concordância com o tom de sua pele...

- Tudo está perfeito! -As palavras praticamente saltaram de seus lábios fazendo com que eu mesma risse.
- Não seja exagerada, amiga. -Gab proferiu envergonhada.
- Ela não está exagerando, minha querida. Você está encantadora! -Jason disse se aproximando dela em passos lentos.

As mãos do mesmo foram em direção ao rosto dela, mas pararam antes e se repousaram sobre os ombros da mesma, afinal, Jason mesmo que havia feito a maquiagem e não tinha intenções de estraga-la.

- Eu estou tão orgulho de vocês duas!
- Orgulhosos?
- Claro que sim, vocês duas se casarão! Eu e os meninos não podemos fazer isso, então estou orgulhoso de vocês por poderem fazer isso agora.

A voz de meu amigo mostrava que era ele quem estava prestes a chorar e percebendo isso eu me aproximei rapidamente dos dois para abraça-los fortemente com um largo sorriso no rosto.

- Não quero que ninguém chore antes da cerimonia, todos nós estamos lindos demais para termos um semblante triste.

Ambos concordaram rapidamente e retribuíram o abraço com a mesma intensidade, mas não poderiamos passar o dia inteiro aqui, então Hiram fez questão de nos lembrar disso assim que bateu duas vezes na porta do quarto antes de adentra-lo com toda sua elegância.

- A cerimonia não pode começar sem a noiva, não é? - O moreno questionou sorridente.
- Você tem toda a razão, querido. - Jason o respondeu com carinho - Temos que ir.
- Mas antes...

Me afastei de ambos e corri em direção a pequena mesa de cabeceira do quarto em que estavamos, abaixei-me no chão e destranquei a única porta do móvel, retirei dali a peça mais importante das vestimentas de Gabi, a peça que necessita de completo cuidado e que seria como o meu presente de casamento as noivas.

- Eu sei que nem se compara a outras coisas que você vira a ganhar hoje, mas me lembrei que uma vez você pediu a Sabi uma coroa de princesa para usar em seu casamento. E eu, como sua madrinha, me vi na responsabilidade de providenciar isto.

Proferi todas as minhas palavras enquanto abria a caixa e retirava a preciosa joia de seu pacote de proteção contra arranhados. Assim que a segurei em minhas mãos virei-me para Gabrielle e sorri animada com sua feição surpresa.

- S/n, você só pode estar doida! -Gab exclamou enquanto caminhava até mim com ambas as mãos segurando o vestido.
- Não estou doida, estou feliz por participar disto e estar aqui com vocês. Por isso, aceite.
- Eu não posso, amiga.
- Se você não quiser, eu quero! -Jason exclamou levantando sua mão com um sorriso nos lábios.
- Não seja ganancioso, pequeno. -Hiram disse a ele enquanto o agarrava pela cintura.

Ri com a situação e me aproximei mais de Gab para assim conseguir colocar a coroa em meio a seus cabelos soltos, no momento em que me certifiquei que o objeto não cairia afastei minhas mãos e as abaixei delicadamente.

- Isso deve ser simplesmente a coisa mais cara que eu já coloquei na cabeça... -A noiva disse com um tom de preocupação que fez todos rirem.
- Não seja exagerada.
- Exagero? Quanto pagou nisso?
- Contar o preço de presentes é falta de educação, querida.

Comentei enquanto passava por ela para seguir em direção a porta junto com Hiram e Jason.

- Bom, a noiva não pode se atrasar para o próprio casamento, não é?

Continua depois da publicidade
  • °/Avançar/°

Cena 2

Pov's Cole

O lado externo da casa estava simplesmente maravilhoso, tudo parecia estar em perfeita harmonia e o fato de estarmos cercados pela natureza contribuía ainda mais para a perfeição deste momento. Havia algumas crianças brincando no campo aberto ao lado da mansão e o resto dos convidados se encontrava sentados em suas mesas logo abaixo da sombra do grande salgueiro centenário da família de Gab. Ela realmente já havia me contado um pouco sobre está história, mas não me recordo absolutamente tudo, e talvez isso nem importe tanto quanto a beleza deste lugar.

- Vai começar a admirar árvores agora, maninho?

A voz familiar fez com que eu fosse retirado de meus próprios pensamentos para que eu me virasse e visse o loiro com seu sorriso debochado de sempre.

- Demorou tanto que pensei que nem viria. -Proferi fingindo indiferença.
- Eu desenhei o terno da noiva, achou mesmo que eu não viria?
- Espero que tenha feito um bom trabalho, loirinho.

Cruzamos os braços ao mesmo tempo e nos entreolhamos rapidamente fazendo com que sorríssemos com a coincidência, entretanto, nossas risadas foram levemente interrompidas com a aproximação de uma garota asiática trajada com um terno azul claro.

- Bom dia, senhores Sprouse.
- Bom dia. -Respondi certamente confuso.
- Creio que ainda não tenha os apresentado. -Dylan se pronunciou- Está é Loona, minha amiga e parceira de projetos.
- É uma honra, senhor. -A loira disse assim que abaixou minimamente a cabeça como um cumprimento.
- Não precisa me chamar de senhor, acredito que tenhamos a mesma idade, Loona. -Sorri para ela assim que repeti o mesmo gesto que ela.
- Creio que sim. -Ela riu.

No momento em que eu iria iniciar um novo assunto com a mesma ouvi o toque de meu celular ecoar de dentro do meu bolso interno do blazer. Assim que alcancei o aparelho desbloqueei-o com a digital e pressionei a primeira notificação pertencente a minha pequena, as únicas palavras escritas foram: "Estamos descendo, avise a Sabi".
Desliguei o aparelho novamente e retornei meu olhar aos loiros a minha frente.

-Se me derem licença.

Dylan e Loona concordaram rapidamente e com isso consegui correr até o interior da casa onde Sabi e Mark estavam esperando pelo meu aviso, assim que adentrei a sala de jogos onde tanto um quanto o outro se encontravam bebendo suspirei pesadamente pelo cansaço da corrida.

- Qual maratona você correu, cara? -Mark questionou debochado.
- Eu sou um cara de escritório, Mark.
- E eu sou diretor de faculdade.

Sabi e ele riram da situação o que fez com que eu risse também, afinal, talvez eu estivesse nervosos demais e encarando tudo com uma seriedade exagerada.

- Enfim, por qual motivo você correu até aqui? - Sabi perguntou.
- Sua noiva, está pronta.

Minha simples frase fez com que Sabi arregalasse os olhos em surpresa, mas acredito que naquele instante um vislumbre de medo passou por seus olhos.

- Não está muito cedo? Ela não quer se arrumar mais? -A mesma questionou.
- Sabi, o que é isso?
- Nada! Eu só fiquei com medo de repente...

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Não perca o próximo capítulo!

Verônica_Miller_ ainda não publicou o próximo capítulo.


Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

Anterior
O que você achou deste capítulo?
Cancelar