🄴🄼 🄼🄴🅄 🄼🅄🄽🄳🄾 🅂🄾🄻🄸🅃🄰́🅁🄸🄾
14

🄴🄼 🄼🄴🅄 🄼🅄🄽🄳🄾 🅂🄾🄻🄸🅃🄰́🅁🄸🄾 Capítulo 1

Aᥒtᥱ᥉ dᥱ tᥙd᥆

Publicado em 03/08/2022

Olá, eu sou Tomori, particularmente as pessoas olham para o meu ser, e vêem uma garota magrela, descuidada e estranha e sempre me julgam, mesmo nem sabendo o meu nome, e o maior medo era me tornar aquilo que as pessoas falavam sobre mim, e eu me tornei....

Continua depois da publicidade

Cena 1

— Tomori, está na hora de levantar filha, vamos, eu tenho uma surpresa para você lá fora! — diz minha mãe me puxando da cama — Espero que você goste.

Por eu ser um pouco mais iludida, como ela me direcionava para fora do meu apartamento, pensei que fosse um carro, porém quando cheguei lá.......

— Surpresa! — minha mãe disse com orgulho — A bicicleta que você tanto queria!!!
Com desânimo eu disse

— Eu pedi essa bicicleta quando eu era criança mãe — mexi e vi que era para criança de uns sete anos — O Yuta e o Yuki poderão desfrutar desse presente.

— Me perdoa filha, eu sei que pediu isso quando era criança, mas nunca fui capaz de lhe visitar desde o tempo que eu me separei do seu pai, e especialmente que ele até já tem dois filhos com outra mulher — diz ela cabisbaixa — De isso a ele então.

Pude sentir sua tristeza, mas eu não tenho culpa do que ela fez no passado

— Como entrou aqui? — uma leve curiosidade me guiou — Você sabe a senha?

— Ele não trocou a senha, ainda é a mesma, o seu aniversário — minha mãe deu um leve sorriso — Estou indo embora agora
Antes que ela saísse, ouve um abrir de porta atrás de mim, era o meu pai.

Continua depois da publicidade
  • Continuar

Cena 2

— O que faz aqui Sayori? — pergunta meu pai — Como entrou? a Tomori Abriu?
— Calma pai, ela só veio me presentear com essa linda bicicleta, porém não posso usá-la, darei para os meus irmãos
— Dessa mulher eu não aceito nada, pode levar, se meu filho querer eu compro — meu pai mantém seus olhos fitados nela.
— Não seja orgulho, é apenas um presente, apenas aceite. — minha mãe mostra a bicicleta — e não é só por isso que eu vim!!
— Pelo que então? — pergunta meu pai ansioso — Não é bem vinda nessa casa, sabe disso!
— Esperarei Tomori ir para sua escola, temos que falar a sós.

Nessa hora um nível de ansiedade bateu em meu corpo.

— Tudo bem, já está quase na hora, Tomori pode ir se arrumar, e acorde seus irmãos para que possam se arrumarem.

— Claro! — afirmo e vou acordar Yuta e o Yuki.

Continua depois da publicidade
  • Tempo depois

Cena 3

Chegando no colégio, já consigo ver minha melhor amiga Hana.

— Oi Tomori! Grita de alegria porque eu havia faltado por dois dias o colégio —Necessito de seu abraço
— Desço do carro e vou correndo atrás dela com meus braços abertos para um abraço de urso porém....
Só consigo me ver no chão e um garoto também. Me levanto rapidamente e estendo a mão para ele, mas ele me ignora e levanta sem minha ajuda.

— Desculpa, me desculpa mesmo — me curvo para expressar meus sentimentos de culpa

Ele anda sem dizer uma palavra. Todas as garotas o seguem feito bobas hipnotizadas. Minha amiga Hana corre até mim.

— Não acredito que você trombou com o Kotoro. — diz Hana perplexa — Lembra dele? O garoto que eu gostava, mas aí ele e seus pais foram para o Canadá.
— Lembrei, eu não gostava dele, sempre muito egocêntrico.
— Não fale do meu Kotoro — ela me dá um leve tapa — E ele cresceu e nem se lembra de mim.

O sinal toca

— Vamos parar de sonhar e vamos entrar em nossas salas antes do professor entrar — pego em sua mão — Um dia ele te nota.

Continua depois da publicidade
  • Continuar

Cena 4

Entramos na sala, quando olho para o meu assento, vejo o próprio debruçado em minha mesa, logo Hana me trocou e disse que eu podia sentar em outro lugar hoje.

— Obrigada Tomori, você é uma ótima amiga — diz animada — Pode se sentar com o Haru.

Vou andando até a minha nova mesa, quando sinto alguém puxando o meu braço, me viro e vejo que é Kotoro.

— Você cresceu, minha última lembrança era de você mais baixa, cabelos curtos e desalinhados por que você amava jogar vôlei, e agora está arrumada, largou os óculos grandes e colocou um que ficou perfeito em seu rosto — diz ele — Você mudou
Em questões de segundos ele levanta e me dá um beijo.

E foi assim que minha amizade com Hana acabou.........

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Não perca o próximo capítulo!

..... ainda não publicou o próximo capítulo.


Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Cancelar