Meu colega de quarto
16

Meu colega de quarto Capítulo 20

Ninguém foge da verdade por muito tempo - Cap 19

Publicado em 01/06/2021

Indicação de música: The Neighbourhood - Say My Name

Continua depois da publicidade

Cena 1

---------------------------------- BRYCE ---------------------------------

18 de Junho, sexta feira
18:03 PM

Eu simplesmente não podia acreditar no que estava vendo. O quão ridícula essa cena continuava sendo. Jenna me olhava com um olhar de espanto, ela estava totalmente pálida.

- Alguém me diz que merda é essa - falo.

Eles ainda estavam do mesmo modo na qual os flagrei.

- Não conta pro Dean - Jenna diz apressadamente.

- É isso que você tem a dizer ? - solto um sorriso de irritação, levo dois dedos para minhas têmporas e massageio ali - Só pode ser brincadeira.

- Não é o que parece - Ela diz totalmente desesperada e sai do colo de Ethan.

- Duvido muito que essa cena tenha outro significado que não o óbvio - meu tom de voz é de pura irritação, lanço um olhar de nojo para ela.

- Você não pode contar - ela diz quase chorando dessa vez e vem na minha direção, me afasto.

- Que tipo de merda você tem na cabeça Jenna? - explodo - Se queria ficar com outra pessoa era só terminar a droga do seu namoro - grito e ela se encolhe, a essa altura Ethan já tinha saído da cama e estava vestindo uma camisa - E logo com ele?

Jenna não diz nada e isso apenas aumenta o meu ódio.

- Isso é o que? Algum tipo doentio de vingança contra mim? Achou que indo para a cama com ele me puniria? - lanço em sua direção.

- Nem tudo gira em torno de você - ela diz e seu tom é baixo mas está cheio de amargura.

- Então o que? - cada vez que minha voz aumentava ela parecia estar levando um golpe físico, mas não me importava com isso no momento - Você queria apenas dormir com outro cara? Meu deus, você não pensou em como Dean se sentiria?

Dessa vez ela levanta a cabeça quando grito em sua direção, seus olhos estão cheios de água mas não eram de dor, não. Era raiva, por que ela responde quase de imediato.

- Dean não é um anjo - Jenna explode - Ele não é a perfeição que você defende.

- Não, ele não é - rebato na mesma hora e me aproximo dela - Mas foi você que eu flagrei na cama com outro.

Ela não diz nada, mas então Ethan solta um sorriso irônico aonde ele estava parado perto das camas. Talvez fosse a bebida falando ou então a raiva que estava me consumindo ou até o calor do momento. Caminho em sua direção e passo por Jenna, quando estou a poucos centímetros de Ethan, levanto a mão direita e dou um tapa em sua cara com toda a minha força.

Minha mão arde assim que a afasto, mas não me permito muito tempo para sentir, fecho a mão em punho e dou socos em seu peito.

- Bryce - Jenna grita atrás de mim, ignoro.

- Seu babaca - consigo dar alguns socos antes de ele segurar minha mão - Você é doente Ethan, acha que não sei o que está fazendo - grito em seu rosto tentado socar ainda mais ele, Ethan apenas dá um sorriso em minha direção, o ódio escurece minha visão - Vou matar você seu desgraçado.

Jenna consegue me puxar para trás em algum momento e me afasto bruscamente de perto dela.

- Não precisa disso tudo - ela diz em um tom um pouco mais tranquilo.

Levo uma mão ao meu cabelo, prendo meus dedos e puxo um pouco de leve.

- Isso é a primeira vez que acontece? - olho para ambos

Jenna parece hesitar mas acena com a cabeça que sim. Algo vem a tona na minha cabeça quase que imediatamente. Olho para ela.

- Mentirosa - concluo e falo perigosamente baixo agora - Isso vem de antes de virmos para cá, você é a garota que foi pega traindo o namorado. Era você esse tempo todo.

Jenna apenas abaixa a cabeça e talvez eu estivesse chutando uma pessoa já caída, mas não me importo.

- Sempre te achei uma idiota mas nunca pensei que fosse burra - ela me olha e sustento seu olhar quando afirmo - Ele só está te usando.

- Ele não poderia apenas estar atraído por mim? - ela diz com um sorriso amargurado - Só você pode chamar a atenção dele?

- Cala a porr* da boca e deixa de ser insegura, garota - desbloqueio o meu celular e mostro as mensagens que Ethan tinha me enviado.

- Ele enviou isso 10 minutos antes de eu chegar - confesso - Com certeza você já estava aqui e ele queria que eu visse a cena, por que sabe que contarei tudo para Dean. Não sei que tipo de problema ele tem na cabeça, mas ele não queria você, ele só quer prejudicar Dean e você o ajudou.

Jenna olha para o meu celular e em seguida vira os olhar para Ethan, confusa. Ele no entanto estava olhando para mim.

- Eu não a forcei a nada - diz apenas - Na verdade foi ela quem me chamou para cá, mesmo depois de ontem.

Só piora. As coisas só pioram. Solto um suspiro de irritação e puxo meu celular.

- Preciso sair daqui - digo para ninguém em especial e saio no rumo da porta, paro - Saia desse chalé e não pise mais o pé aqui, não mande mensagem nem me ligue, se fizer qualquer uma dessas coisas falarei eu mesma para Dean e o ajudarei a arrancar sua pele quando nos encontrarmos novamente - falo para Ethan.

Saio do quarto.

- Espere Bryce, vamos conversar - Jenna diz atrás de mim, não paro.

Estou quase saindo do bloco 05 quando recebo uma mensagem de Hunter:

HUNTER: "Venha para o quarto de Ben, é urgente"

Merda, mais isso. Mudo minha rota uma segunda vez e vou em direção ao quarto de Ben, meu coração por alguma razão estava acelerado. Talvez essa fosse a hora que me desmascarariam também.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

18 de Junho, sexta feira
18:31 PM


Eu estava na frente do quarto de Ben, estava hesitando para bater na porta, mas faço isso. Jenna tinha me seguido implorando para não contar nada para Dean, eu a estava ignorando, mas ela ainda estava atrás de mim e entra no quarto depois que entro quando Hunter abre a porta.

Não sei o que eu estava esperando encontrar mas com certeza não era isso, Alissa estava encostada contra o armário da cozinha mexendo no celular, Olívia estava sentada em uma das camas com a cabeça apoiada nas mãos e sentado no chão de frente paras as duas camas estava... Dean.

Hunter estava sério e todos nos olham com receio quando entro no quarto, não para mim... atrás de mim, percebo. Olhavam para Jenna que estava com os olhos vermelhos de quem estava chorando.

Por que todos estavam aqui e o clima estava estranho assim? Onde estava o dono do quarto afinal?

- Aconteceu algo com Ben? - pergunto preocupada.

Hunter acena com a cabeça que não.

- O que houve então? - digo.

Todos estão mortalmente calados e isso estava deixando meus nervos restantes prestes a explodir.

- Hum? - tento de novo.

Nada.

- Alguém diz alguma coisa - explodo de frustração, todos se assustam. É Alissa quem fala:

- Dean e Olívia precisam te contar uma coisa - ela diz cautelosamente.

Espero, mas eles não falam nada. Percebo que não é por minha causa mas por Jenna.

- Não se preocupem, ela também tem algo a dizer - isso não parece convence-los.

Solto um ruído estrangulado de raiva, Hunter fala por fim.

- Eu os peguei quase transando mais cedo - ele diz rápido.

Minha mente fica em branco.

- O que? - meu celebro não raciocinou isso.

- Bryce, não... - Olívia diz entre soluços, nem percebi que ela estava chorando.

Minha cabeça estava em branco. Nada. Nada. Nada.

- Sua vagabund... - Jenna diz passando por mim e indo na direção de Olívia.

Meu corpo age por instinto e seguro o braço de Jenna com força e a puxo para trás.

- Você perdeu o direito de se ofender quando fez a mesma coisa que eles - digo em alto e bom tom, todos os olhos estão em nós - Quanto tempo? Há quanto tempo isso está rolando? - é o que consigo perguntar para Dean e Olívia.

- Bryce, por favor ... - Olívia tenta dizer outra vez.

- QUANTO TEMPO - eu grito, culparia a bebida ou o estresse anterior depois, mas não ligava para muita coisa no momento.

- Quase um ano - é Dean quem responde quando Olívia se encolhe - Tem quase um ano.

Um ano. Eles estavam juntos há quase um ano.

- Quem sabia? - pergunto para ninguém em específico.

- Ben e Alissa descobriram um tempo atrás - Dean olha para Jenna com um olhar culpado - Jenna nos pegou uma vez há uns dois meses.

- Você disse que tinha acabado - Jenna diz tristemente para Dean.

Olho para Jenna cujo o braço eu ainda segurava, até ela? Ela sabia? Olho para Hunter.

Ele nega com a cabeça, então nós dois fomos deixados de fora.

- E resolveram que não me contariam outra vez - concluo, algo então veio à minha mente e olho para Olívia.

- É dele? - ela entende o que quero dizer e seus olhos se arregalam, como se eu estivesse falado algo que não devia, então ela não tinha contado ainda, pensar em Dean e Olívia assim era estranho, nunca tinha percebido nada.

Ela apenas faz um gesto simples com a cabeça, sim. Dean era o pai. Minha mente não estava funcionando, nada. Solto o braço de Jenna.

- Isso é demais para mim por hoje - confesso - Não dá, não consigo lidar agora, estou bêbada e levemente propicia a falar a coisa errada.

- B... - Dean tenta.

- Vocês são adultos - aponto para ele, Olívia e Jenna - Resolvam seus problemas, amanhã conversamos.

Me apresso para sair do quarto e ninguém me impede.

Não estava sendo justa, eu também tinha meus segredos, com Ben e até com Hunter. Mas... mas eu não tinha contado para ninguém. Com eles todos sabiam e eu era praticamente a última a saber. Eu pensaria nisso amanhã. Não estava com cabeça agora.

Vou para o meu quarto e tomo um banho rápido, me ajeito e decido ir para um dos bares da cidade. Hunter não tinha aparecido ainda, então apenas pego o meu carro do estacionamento e saio. Não tinha dormido no dia anterior e estava com um pouco de sono, mas minha meta era beber até não lembrar de nada que tivesse acontecido ultimamente. Parecia uma ótima ideia na verdade, piso o pé no acelerador e me forço a afastar qualquer assunto da minha cabeça.

Amanhã... resolveria tudo amanhã.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Imagem da cena

18 de Junho, sexta feira
21:27 PM


Eu estava em um bar na cidade, parecia mais com uma boate... espera... esse era o bar antes desse. O que eu estava agora era meio rústico mas tinha tanta gente quanto o anterior. Bem, eu achava que tinha. Minha mente com certeza não estava funcionando muito agora.

Isso era... bom. O bar parecia um monte de borrões e um grande carrossel de tanto que rodava, ou talvez fosse eu?

Tinha uma cerveja na minha mão, disso eu tinha certeza. Levo ela para minha boca. Paro no meio do caminho. Talvez eu devesse voltar agora, o sono com certeza já estava fazendo enfeito sobre mim, tanto quanto a cerveja.

Levanto do banco que eu estava e quase caio... o chão também estava girando. Consigo sair do bar e vou em direção ao estacionamento, alguém vinha passando por mim, me detraio e tropeço em alguma coisa... talvez na minha própria perna?

Me desiquilibro e quase caio outra vez mas alguém me segura, graças a Deus. Olho para o rosto da pessoa que o fez e tento identificar quem era, vejo um rosto bonito e a pessoa estava sorrindo para mim, sorrio de volta.

- Oi Ben - digo com a língua meio enrolada.

- Você está totalmente bêbada - ele diz sorrindo.

Apenas levanto um dedo e o balanço positivamente. Isso o faz gargalhar, aquele som era bom.

- E aonde está indo nesse estado? - ele pergunta.

- Eu só preciso... dormir... uns 10 minutinhos - digo tentando manter meus olhos abertos.

- E ia fazer isso no carro? - ele parece preocupado agora - Você não deveria nem estar bebendo para começo de conversa, não na sua situação - parecia irritação? ele estava irritado?

- Eu ia pro chalé... qual a minha situação? - falo fazendo alguns gestos estranhos com as mãos.

Ele me olha fixamente. Isso foi intenso.

- Você não muda mesmo né, teremos uma boa conversa amanhã sobre isso - ele diz mais para si mesmo - Também estou indo para lá, te dou uma carona - oferece.

Não respondo nada e faço menção de andar mas bambeio um pouco.

- Impressionante - Ben fala meio sorrindo agora. Ele era bipolar? - Você é mesmo uma peça Bryce - ele passa um braço por minhas costas e outro por minhas pernas, em seguida me levanta em seus braços.

Solto um gritinho de surpresa mas não protesto, em vez disso passo as mãos por seu pescoço e deito minha cabeça em seu ombro.

- Eu só quero... dormir - digo.

Ben caminha para a direção do seu carro.

- Isso me lembra os velhos tempos - falo nostálgica.

- Nem tem tanto tempo assim - ele diz sorrindo de vez - Mas também me lembro.

Sorrio um pouco e fecho os olhos apenas por um instante, acabo dormindo.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

19 de Junho, sábado
07:35 AM

Acordo com o barulho dos alarmes, me mexo e me arrependo na mesma hora, minha cabeça estava doendo, muito. Me xingo mentalmente por ter bebido tanto ontem.

Aliás, como cheguei ao meu quarto? Não lembro de nada.

Estico a mão para me espreguiçar e acabo atingindo um corpo que estava dormindo ao meu lado.

Do nada algo surge em minha mente, a última coisa que me lembro era do estacionamento com... Ben.

Merda. Merda. Merda.

Era Ben quem estava aqui? Não podia ser.

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
alinaa

alinaa POR QUE EU GOSTO DO BEN???????????????????????????

1/06/21 31 ResponderMais
manon

manon Ben se no final vc se magoar eu te consolo

2/06/21 24 ResponderMais
Mari

Mari Q seja o Hunt do lado dela e não o ben por algum motivo eu não gosto do ben kk

2/06/21 22 ResponderMais
Pr1ncesa ❤️✨🌹

Pr1ncesa ❤️✨🌹 Eu sabia que a Olívia e o Dean tinha alguma coisa .

2/06/21 14 ResponderMais
Marillia Gabrielly

Marillia Gabrielly Eu te odeiooooooooooo! Vc sempre acaba nas melhores partes e eu fico louca pro próximo episódio

2/06/21 12 ResponderMais
Evellyn Rosa

Evellyn Rosa Não separa o meu casal por favor

2/06/21 10 ResponderMais
Sofhia Gomes

Sofhia Gomes Quando sai o próximo ??

2/06/21 9 ResponderMais
Escritora2.0

Escritora2.0 Tá, eu amei. Soque é muita coisa para a minha cabeça. Minha cabeça fez: POW!

Tipo isso...

2/06/21 9 ResponderMais
Ana Pereira

Ana Pereira Bomba atrás de bomba

2/06/21 9 ResponderMais
J.A.

J.A. Ma ra vi lho so, mas eu queria era ter batido na Jenna

2/06/21 6 ResponderMais
Cancelar