Meu colega de quarto
16

Meu colega de quarto Capítulo 23

Você não estava errado - Cap 22

Publicado em 10/06/2021

Indicação de música: : Munn - can you hear me?

Já adicionei os novos personagens no cap "Conhecendo personagens"

Ainda estou revisando então qualquer erro...

Continua depois da publicidade

Cena 1

Imagem da cena

-------------------------------------BRYCE---------------------------------------

19 de Junho, sábado
23:13 PM

Solto um suspiro meio sussurrado e me encosto ainda mais na poltrona, olho para Jenna com um pequeno sorriso nos lábios.

- Humm, acho que não - digo apenas.

- Você não tem essa opção querida - ela rebate, venenosamente.

Brinco com a garrafa de cerveja em minhas mãos, as pessoas ao redor da mesa estavam caladas, resolvo olhar justamente para onde estava evitando olhar, Hunter.

Ignoro totalmente a loira sentada em seu colo quando meus olhos se cruzam com os dele, Hunter estava me encarando, aguardando minha resposta. Aquele olhar... algo em meu peito se apertou e só naquele momento percebi o que estava evitando desde que descobri como ele se sentia. Percebi como me sentia. Me dei conta de o por quê doía tanto vê-lo assim com outra. Isso me chateava, mas não é como se eu pudesse cobrar algo dele.

Desvio o olhar para que não percebesse as lágrimas que quiseram aparecer em meus olhos.

- Minha resposta ainda é não - digo para Jenna tentando manter um sorriso falso no rosto.

- Ah qual é, a rainha das festas vai mesmo acabar com nossa diversão? - ela diz em um tom irônico.

Solto um suspiro de irritação.

- Você não é mais uma adolescente Jenna, pare de ser tão patética como uma - meu tom saí extremamente rancoroso e só por que eu posso e não estou me importando com muita coisa no momento, solto - Não beijo outras pessoas quando estou em um relacionamento, você deveria tentar de vez em quando.

Todos me olhavam agora, evito olhar na direção de Hunter, Ben estava estranhamente quieto, Brandon ao meu lado apoia uma mão em meus ombros como em uma tentativa de conforto.

- Fim de jogo para mim - decido e me levanto - Preciso pegar uma bebida - minto, precisava sair dali antes que meus sentidos me traísse e eu acabace chorando na frente de todos. Eu odiava chorar.

Saio da sala e deixo meus amigos para trás, estou no meio do corredor quando uma lágrima escorre pela minha bochecha direita, limpo rapidamente e prendo o choro o mais forte que consigo, eu não iria chorar, não por isso. Estou quase no fim do corredor quando alguém segura meu braço e me puxa levemente para trás, me viro e vejo Brandon me encarando.

- Tá tudo bem? - ele diz levemente preocupado, quando olho para seu rosto outra lágrima me traí e desce por minha bochecha esquerda, suas sobrancelhas se franzem e ele coloca uma mão em meu rosto e passa o polegar por cima da lágrima, secando-a - Ei, o que houve?

Fecho meus olhos em uma tentativa de conter de vez o choro e consigo, respiro fundo.

- Desculpe por isso - ele balança a cabeça, continuo falando - E me desculpe por não ter te contado mais cedo mas não estou disponível, não quero que perca o seu tempo.

Ele parece pensar por um tempo e então retira a mão do meu rosto e a coloca no bolso da calça.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Imagem da cena

19 de Junho, sábado
23:21 PM

- Ok - murmura cautelosamente - Tudo bem que eu pedi para que Dylan nos apresentasse por quê fiquei interessado fisicamente em você, mas você é bem legal Bryce, não estou perdendo meu tempo - Ele dá de ombros - Uma pena que esteja comprometida, mas quero ser pelo menos seu amigo, posso?

Ele sorri para mim e retribuo com um verdadeiro dessa vez e aceno que sim. Brandon parecia ser realmente uma pessoa legal.

- Então se não for muito estranho, que tal me contar o que tá rolando? - ele diz com uma leve curiosidade - Não vá me dizer que você está chorando por causa desse cara, está?

- Não necessariamente - respondo com um sorriso no rosto, por sorte as lágrimas já não faziam menção de aparecer - É uma longa história - dou de ombros.

- Ah, nem o conheço e já o odeio - ele diz em um tom brincalhão.

- Não deveria - respondo e mordo o meu lábio inferior com um pouco de receio - Mais da metade da culpa por tudo isso é minha - confesso.

E era verdade, fui eu quem não contou a verdade para Hunter. Não menti quando disse que não estava rolando mais nada entre mim e Ben, mas também não contei que já tinha rolado por muito tempo, além do mais Hunter disse que não me esperaria a partir daquele momento e eu não podia culpa-lo por isso, não tínhamos um relacionamento sério, para falar a verdade nem sei se chegamos a ter qualquer coisa se não uma amizade com benefícios, mas para ele era diferente por quê ele gostava de mim. Mas mesmo não sendo direito meu, ver aquela garota em seu colo me deixou irritada, muito irritada.

Brandon na minha frente agora estava encarando meu rosto, analisando alguma coisa.

- Ah, venha cá - ele abre os braços me oferecendo um abraço, hesito. Talvez seja por quê o conheci a pouco tempo e ele me passou a sensação de anos de amizade ou por quê meus sentimentos estão um turbilhão de confusão no momento e eu precisava de qualquer tipo de conforto, mas acabo aceitando seu abraço e dou um passo para frente.

Passo os braços ao redor da sua cintura e apoio minha cabeça em seu peito musculoso, Brandon passa os seus próprios braços ao redor das minhas costas e me prende em uma abraço forte.

Era confortável abraça-lo apesar de ser praticamente um estranho, mas isso talvez tornasse a situação melhor já que ele não conhecia as pessoas envolvidas e não me julgaria.

- Ainda bem que me avisou que não estava interessada - ele diz em meus cabelos, seu tom é confortável e brincalhão - Já imaginou se eu começasse a gostar de você? - ergo minha cabeça e encaro o seu rosto, tinha uma expressão fingida de reprovação - Eu estaria me envolvendo em um triângulo amoroso - Brandon faz uma careta.

Seguro o sorriso. Talvez ele ser um estranho fizesse a situação ser mais confortável para mim também.

- Seria um quadrado amoroso - digo ainda com o olhar em seu rosto - Já existe o outro cara, você seria o quarto da relação.

Seus olhos se espantam em uma expressão de "Sério? Dois caras?". Devolvo uma careta que dizia "Por favor, não pergunte".

E Brandon não o faz, ele apenas me dá aquele sorriso perfeito com covinhas e volta a me abraçar, repouso minha cabeça outra vez em seu peito.

- Você fica cada vez mais interessante, Denver - solto um sorriso de deboche, duvidava muito disso. Eu estava cada vez mais patética.

Ficamos abraçados por mais um minuto e então me afasto, como Brandon estava na minha frente impedindo a minha visão do corredor e da sala na qual tínhamos saído, apenas quando ele se move é que meus olhos vão naquela direção, meu coração acelera na mesma hora quando percebo Hunter parado ali e não parecia que ele tinha acabado de chegar ali.

As lágrimas que eu estava segurando ameaçam me trair outra vez, meu olhar se cruza com o dele, merda.

Eu sentia falta dele, sentia muita. Mas seu olhar não releva nada. Não sei por quanto tempo ele esteve ali ou o quanto ele viu.

Minha consciência não estava com um pingo de culpa, eu não estava fazendo nada de errado, se compararmos com o que ele fez minutos antes. Até pensar nisso me irritava.

E eu também não queria saber o que ele iria me dizer depois de ver isso ou se veio aqui fora para me procurar. Eu não queria saber disso agora e não queria ter essa conversa também.

Desvio meu olhar para Brandon novamente.

- Quer sair por um tempo? - ofereço, não para fazer ciúmes em Hunter mas por quê não queria ficar sozinha no momento - Preciso de um pouco de ar - minto.

Brandon me encara e depois olha na direção na qual eu olhava momentos antes, ele era um bom observador e volta a me encarar.

- Vamos - ele diz apenas.

Me forço a me mexer e sair daquele corredor o mais rápido possível, olho uma ultima vez para Hunter que ainda me encarava, ele faz menção de dar um passo em minha direção, isso é como um combustível para meus sentidos por quê rapidamente lhe dou as costas e saio dali com Brandon atrás de mim.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Imagem da cena

20 de Junho, domingo
00:14 AM

Brandon e eu tínhamos saído da festa na casa e estávamos agora sentados em uma mesa no mesmo bar na qual bebi todas na outra noite.

- É uma situação bem louca - ele diz por fim.

Conversamos sobre muitas coisa e acabei contando algumas coisas resumidamente para ele, falei apenas do meu lance com Ben, depois com Hunter e toda a situação de como Hunter ficou sabendo de tudo.

- Ele beijou uma garota na sua frente - Brandon conclui.

- Eu dormia com o melhor amigo dele - rebato.

- Mas você e o Davenport não estavam juntos nessa época - ele diz.

- Mas não contei quando começamos a ficar e neguei quando ele me perguntou, antes de tentar alguma coisa comigo - falo.

Brandon parece analisar o que acabei de declarar.

Alguém chega na mesa no mesmo momento que termino de falar e olho para ver quem é, Dean. Ele tinha mandado uma mensagem perguntando onde eu estava então não me surpreendia ele aparecer aqui.

- Precisamos conversar - Dean fala.

- Sente-se - aceno com uma mão para a cadeira em frente a minha.

- É assunto sério Bryce - ele estava realmente sério - Vamos dar uma volta.

Brandon olha de mim para Dean com uma cara não muito agradável, lhe lanço um sorriso de "tá tudo bem". Levanto da mesa na qual estávamos sentados e me ponho ao lado de Dean. Brandon também levanta, com sua cerveja na mão.

- Te mando mensagem depois - sorrio.

- Eu sei que disse que seria apenas um bom amigo - Brandon pisca um olho para mim - Mas se por acaso enjoar de toda essa emoção de triângulo amoroso, me procure, posso ser uma ótima distração quando quero - de novo aquele sorriso com covinhas.

Solto uma gargalhada e lhe dou um beijo na bochecha, de despedida.

- Obrigado por isso, pensarei no seu caso - falo e pisco um olho.

Brandon sai primeiro, olho para Dean que estava me olhando com desdém.

- Eu nunca vou me acostumar com isso - Dean solta um suspiro - Por quê todos os caras que conheço tem que ter uma obsessão por você? - ele revira os olhos.

- Por que sou incrível? - brinco - Acho que é natural, você que é a exceção aqui.

- Ha ha, vamos logo - ele põe a mão em meu braço e me puxa para fora.

Entro no carro de Dean e saímos do estacionamento do bar. Andamos por um tempo até Dean parar o carro em uma esquina perto da casa onde estava acontecendo a festa da JH.

- O que foi aquilo que aconteceu mais cedo? - Dean pergunta por fim.

- O que? - olho confusa.

- Na festa, Bryce - seu tom é cauteloso.

Respiro fundo.

- Eu e Ben... - tento falar mas sou interrompida.

- Eu sei sobre você e Ben - Dean afirma - E sobre você e Hunter também.

O que? Meu queixo cai. Como?

Meus olhos se arregalam em espanto, Dean parece notar isso porque se apressa em explicar.

- Eu te conheço desde os 10 anos, B - ele sorri - Eu estou ofendido por você achar que eu não sei quando você tá mentindo, aliás eu também moro com os dois e conheço eles bem o suficiente para também notar certas coisas.

- Então você sabia esse tempo todo? - pergunto confusa e ele confirma com a cabeça - Por quê nunca falou a respeito?

- Você queria que fosse segredo - ele dá de ombros - Então fiquei na minha, eu não tinha o direito de me meter.

Talvez Dean fosse o maior idiota do mundo, tenho certeza que ele não tem noção de que o que ele acabou de me dizer só me faz o amar ainda mais. Lágrimas escorrem por minhas bochechas e dessa vez não as impeço.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

Imagem da cena

20 de Junho, domingo
00:36 AM


Eu já tinha contado tudo o que aconteceu entre mim, Ben e Hunter. Tudo o que Hunter tinha me dito e o que senti quando ele beijou aquela garota.

As lágrimas rolavam soltas por minhas bochechas.

- Então você gosta do Davenport? - Dean pergunta.

- Sim... quer dizer, eu acho que sim - tento explicar o que sinto.

- Você parecia feliz esses dias - ele diz cautelosamente, seu tom de voz é reconfortante.

- E eu estava, é tudo tão recente, mas foi tão intenso. Eu estava feliz - assumo.

Algumas mensagens estão chegando em meu celular, eu ignoro.

- E por quê não diz isso a ele? - Dean questiona - Qual o seu medo?

- Eu estava indo para a cama com o seu melhor amigo que também é um dos meus amigos, Ben é mais do que um cara qualquer, ele sempre me ajudou em momentos que eu não tinha você ou Olívia, sempre me apoiou. Mesmo quando terminei o lance que tínhamos, ele ficou do meu lado - as lágrimas estavam vindo com mais força e em um momento cheguei a soluçar - Meu medo... meu medo... é que Hunter não consiga ver a amizade que Ben e eu temos, que ele ache que tudo se resumia à um levar o outro para a cama.

Não era apenas isso também.

- Meu medo... - continuo - É que Hunter me peça para escolher entre os dois.

Dean solta um "aaaah" de surpresa, coloca uma das mãos em meu cabelo e acaricia de leve.

- Você está com medo por que se Hunter fizesse você escolher, escolheria Ben? - Ele me pergunta.

Balanço a cabeça negativamente e com as mãos enxugo as lágrimas do meu rosto.

- Essa não é a questão - digo e engulo em seco - Entre você e Ethan foi fácil escolher, mas entre Ben e Hunt, eu não posso Dean. Não consigo. Eu não escolheria nenhum.

- Mas não escolher já é uma escolha - Dean completa meu pensamento por mim - Você nunca me disse como se sentia em relação a Ben.

Engulo o choro e me forço a responder.

- Antes de tudo isso, dá viagem, eu achava que quando estivesse pronta para um relacionamento, seria com Ben - sorrio para mim mesma e as lágrimas vem com tudo outra vez - Sempre nos demos tão bem e sempre foi tão fácil estar com ele, ele me entendia e me respeitava. Eu acreditava que quando eu resolvesse dar o próximo passo era ele quem estaria ao meu lado. Mais cedo ele confessou que sentia algo por mim, eu neguei para mim mesma mas lá no fundo aquilo mexeu um pouco comigo.

- Você está confusa em relação aos dois - Dean conclui.

- Eu me odeio tanto, Dean - solto toda a verdade que eu prendia para mim mesma - Me odeio por coloca-los nessa situação, me odeio por mentir para Hunt e por não ter esclarecido tudo para Ben antes de tentar qualquer coisa com o seu melhor amigo. E acima de tudo eu me odeio por que sei que querendo ou não alguém vai sair machucado e que tudo isso é culpa minha.

Minhas lágrimas agora saem descontroladamente. Essa era a verdade de tudo isso, a verdade que eu tinha medo quando descobri o que Hunter sentia. E a verdade que disfarcei quando Ben confessou o que sentia por mim. Foi isso que me impediu de ir atrás de Hunter mais cedo e dizer que achava que estava apaixonada por ele.

Dean me abraça e passo os braços por suas costas com força, o abraço. Dean passa a mão por meus cabelos me consolando.

- Eu acho que você não está confusa, acho que você sabe que Ben jamais se colocaria entre você e Hunt, e sabe também que Hunter não pediria para você escolher. Você tá com medo de Hunter decidir que não quer mais te esperar de verdade. Você tá com medo de se magoar como no ultimo relacionamento - Dean se afasta e segura meu rosto com as mãos - Não faça como eu, B. Não tenha medo do que ainda não aconteceu, não minta para Hunter e nem para Ben e principalmente não minta para você mesma, você sabe de quem você gosta. Não o deixe escapar.

Não esperava ouvir isso, fico com esse pensamento em minha mente por um bom tempo, mesmo quando Dean e eu ficamos abraçados por longos minutos, até no momento que ele me leva para o chalé. Apenas nesse momento pego o meu celular e meu coração acelera quando vejo as mensagens que não li.

Em algum momento depois que saí da festa Hunter me enviou as seguintes mensagens:

HUNTER: "Podemos conversar?"

"Eu fui um idiota, me desculpe"

"Bryce... por favor me deixe explicar"

"Estou indo para o chalé, te esperarei em nosso quarto"

" Amor..."

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
manon

manon esse "amor" no final acelerou até o meu coração

10/06/21 49 ResponderMais
alinaa

alinaa Acho incrível a capacidade da B de ter química com todos os machos dessa fic

10/06/21 42 ResponderMais
thals

thals 100% team hunter AAAAAAAAA, eu achei o tal brandon um fofo, mas sla, ele mal conhece a B e já ta todo amigão??? sei não!! prefiro muito mais o Hunter KKKKKKKKKKK

10/06/21 23 ResponderMais
alinaa

alinaa TAMBÉM NÃO SEI QUEM ESCOLHER ENTRE BEN E HUNT....

10/06/21 22 ResponderMais
alinaa

alinaa Eu estava torcendo para ela tascar o beijão no Brandon e no Dean skksksksksksksksksskksks sou doente

10/06/21 22 ResponderMais
Cris.Hyerin

Cris.Hyerin Meu coração doeu com esse "amor..." no final. AAAAAAAA

10/06/21 18 ResponderMais
mah_

mah_ Por favor me diz que ela vai escolher o Hunter

10/06/21 17 ResponderMais
J.A.

J.A. Meu deuuuuuuus, in cri vel. Amei que ela não beijou, amei muuuuito, não precisou se rebaixar ao mesmo nível. Ela sabe que gosta do Hunter, ela sabe. Esse "amor" no final, simplesmente perfeito. Incrível como eu me apaixono por essa fic cada vez mais

10/06/21 10 ResponderMais
HANNAH ARAÚJO

HANNAH ARAÚJO Eu realmente entendo a Bryce, se fosse pra escolher entre Ben ou Hunter eu nn saberia qm escolher, e o Hunter seria um idiota se pedisse pra ela escolher! Gostei do Brandon, ele parece ser legal!! Amei! Tá mto pft! Vc escreve mto bem msm

10/06/21 10 ResponderMais
Kátiaana

Kátiaana VAMOS DE TRISAL

10/06/21 9 ResponderMais
Cancelar