dannie

dannie

432
Meu vizinho estúpido!
16

Meu vizinho estúpido! Capítulo 22

Capítulo 20

Espero que gostem! Boa leitura! ❤ Depois de terminarem leiam a nota é importante!

Continua depois da publicidade

Cena 1

- Jéssica -

Que chato mano. Nem na minha própria casa consigo me livrar desse imbecil. Noah Cooper acabou sendo uma grande dor de cabeça. Senhor, o que é que eu fiz em outra vida para merecer isto? Este cara, ele vai me fazer ter um ataque ou pior, cometer suicídio.
O que diabos ele estava fazendo na minha casa? Não é suficiente para ele ser meu vizinho e me ver na escola todo dia? Tem que aparecer na minha casa agora também? Senhor, dai-me paciência, pois se ele continua assim, eu não respondo por mim, tou falando!
Fui até eu quarto e decidi ligar para Katherina. Estou tão animada, em dois dias ela chega, não podia esperar mais para ver minha melhor amiga.

Katherina: minha puta! - gritou do outro lado do celular
Jéssica: oi vaca - grito de volta

Sim, é assim que a gente mostra nosso amor

Katherina: como você está?
Jéssica: ótima e você?
Katherina: eu estou muito bem. Mal posso esperar para vê-la - meu Deus, a voz desta garota dava para ir na rua vender bolinhos!
Jéssica: tenho tanto para lhe contar
Katherina: eu também
Katherina: por cierto, assim que você chegar, no dia seguinte, teremos uma festa! - disse animada
Katherina: Festa? Onde? Quando? Vai haver garotos bonitos? - se ela não calar a boca eu vou enloquecer
Jéssica: calma - eu a interrompi - é uma festa no lago às 18 horas
Katherina: festaaaa!
Jéssica: - revirei os olhos - você realmente é uma garota de festa Katherina
Katherina: siiim - falou como uma garotinha
Alicia: Jéssica! - minha mãe me chamou da sala
Jéssica: bom Kathe, tenho que desligar em você. Minha mãe está me chamando
Katherina: ok - ela disse desanimada - tchau Jessi
Jéssica: tchau - eu desliguei a chamada

Desci as escadas e congelei na hora quando vi quem estaba sentado do lado da minha mãe. Meu pai, quer dizer, ex-pai, não o considero mais como tal.
Quando o vi, todas as lembranças ruins voltaram. Meus olhos se vidraram instantaneamente.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 2

Jéssica: o que você está fazendo aqui? - o olhand. Tenho que dizer que se o olhar matasse, meu pai estaria agora mesmo em um caixão.
Joshua: preciso de falar com você Jéssica
Jéssica: não tenho para falar com você - olhei para minha mãe e apontei para ela - e você? Já o perdoou?

Os olhos dela estavam cristalizados, algumas lágrimas ameaçavam sair. Eu não suportava ver minha mãe chorando muito menos por causa do idiota de meu pai.

Joshua: só me escuta Jessi - implorou
Jéssica: não me chame de Jessi! - disse com lágrima nos olhos - por que você está aqui? Para me lembrar de todo o sofrimento? Para dormir com a mãe de outra inimiga?
Joshua: por favor, eu só quero me despedir
Jéssica: despedir? - perguntei um pouco confusa
Joshua: estou partindo - respondeu - com minha nova família - senti como se um balde de água fria tivesse caído sobre mim
Jéssica: nova família?
Joshua: ele acenou - Laura está grávida e eu com ele e Jennifer para Londres - fiquei chocada ouvindo isso
Jéssica: quer dizer, você dormiu com ela e agora vai lhes dar uma vida melhor em Londres, à garota que me causou noites sem dormir junto com a sua queridinha mãe e esse serzinho que está prestes a nascer- gritei com as lágrimas correndo pelo meu rosto.

Minha paciência tinha se esgotado e meus nervos estavam ficando fora de controle.
Joshua: Jessi, eu...
Jéssica: eu odeio você! - eu o interrompi - eu o odeio com todas minhas forças! - gritei ainda mais alto. Minha mãe estava chorando e meu pai ficou chocado ao ouvir minhas palavras - você era meu herói! - ficamos en silêncio por um tempo. Obviamente, meu pai não sabia o que responder a isto.
Joshua: Jessi, você...
Jéssica: fica com a porrada sua nova família, todos zoam com a minha cara e eme abandonam. Se você fizer isso, não vai fazer diferença - sai da sala e fui para meu quarto

Eu senti os passos dele me seguindo. Bati com a porta na cara dele e me joguei atrás da porta chorando.

Joshua: Jéssica abre a porta!

Será que ninguém me entende? Será que ninguém consegue entender o que eu passei? De repente, todas as memórias voltaram.

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 3

Flashback

Jennifer: Aí vem a feia! - ela gritou, fazendo com que todos começassem a rir de mim

Tentei ignorar suas risadas, mas a verdade era que doía. Seus comentários doíam demais. Continuei andando até chegar em casa.

Alicia: Jéssica, vem aqui querida, estamos na cozinha

Fui para a cozinha tentando conter minhas lágrimas.

Joshua: você está bem? - tentei esconder minha tristeza, mas falhei miseravelmente - o que há de errado com você princesa? - perguntou com um olhar preocupado.
Jéssica: não é nada não, eu estou bem - disse olhando para baixo
Alicia: continuam te incomodando? - interrompeu minha mãe - Joshua você tem que ir falar com a mãe dessa tal de Jennifer.
Jéssica: não é nada, estou apenas cansada. Vou para meu quarto

Subi para meu quarto e recebi uma ligação e quando olhei a tela, sorri que nem boba.

Bruno: como está a namorada mais linda do mundo
Jéssica: bem - menti - e como você está?
Bruno: eu estou ótimo. Tenho uma surpresa para você
Jéssica: - sorri - ah sim? E o que é? - perguntei como se fosseuma garotinha
Bruno: é uma surpresa, não devo lhe dizer - sorrindo. Como eu amava esse sorriso
Jéssica: tabom - fazendo beicinho, embora soubesse que ele não estava vendo
Bruno: aposto que você está fazendo beicinho neste momento, não está? - eu adoro o quanto ele me conhecia
Jéssica: o que você come que adivinha?
Bruno: - riu - te pego às oito
Jéssica. tabom
Bruno: te amo
Jéssica: te amo mais Bru - disse ao desligar a chamada com um sorriso no rosto

Às oito ele me pegou. Estava tão emocionada! Se tudo coresse bem, hoje seria a minha primeira vez. Isso mesmo! Hoje eu ia perder o meu V grande como o menino que eu amo.
Chegamos em sua casa e ele me vendou os olhos

Bruno: cuidado - enquanto me guiava por sua casa para que eu não tropeçasse.

Ele tirou a vendo e eu abri os olhos, fiquei espantada quando vi. Nós estávamos em seu quarto. A cama estava cheia de pétalas de rosas e havia velas por todo o quarto. Era lindo.

Bruno: gostou? - perguntou com um sorriso

Eu acenei com a cabeça emocionada. Ele agarrou meu rostro com as duas mãos e começou a me beijar, foi um beijo suave e quente. Segui seu beijo e aos poucos ele se tornou mais intenso. Não sei como, mas depois de alguns minutos estava na cama com ele em cima de mim. Ainda nos beijando. Estava nervosa, muito nervosa.
E se eu fizesse errado? E se ele não gostar?
Ele começou a puxar minha camisa até tirar ela por completo, depois fez a mesma coisa com minhas calças. Ele afastou seus lábios dos meus para olhar meu corpo em minha roupa interior. Seu rosto estava concentrado, como se quisesse gravar meu corpo em sua memória. Sorriu e olhou nos meus olhos, seus lábios se encontraram com os meus novamente. Ele começou a desabotoar meu sutiã e beijar meu pescoço.
Isto é o paraíso!

Bruno: te amo! - sussurrou enquanto beijava meu pescoço

Beijou meus lábios novamente enquanto puxava minha calcinha.
...
Esta foi a melhor noite da minha vida, e não estou exagerando. Bruno me fez sentir única. Me fez sentir amada debaixo de seus braços. Agora mesmo, tinha minha cabeça apoiada em seu peito, ele estava dormindo. Seu celular começou a tocar, peguei-o em minhas mãos e vi que na tela dizio o nome de Carlos, seu melhor amigo. Eu atendi à chamada, para que o Bruno não acordasse. Eu ia falar, mas ele nem deu tempo!

Carlos: bruno - gritou - meu amigo, você conseguiu? Já comeu aquela garotinha? - fiquei em silêncio tentando assimilar toda a situação - me diga se ganhei ou não a aposta, já levou a Jéssica para a cama?

E ali mesmo, meu mundo desmoronou

Fim do Flashback

Continua depois da publicidade
  • Avançar

Cena 4

Joshua: muito bem, como queira - ouvi os passos do meu pai se afastando da porta

Me levantei do chão e sequei minhas lágrimas. Fui até minha mesa e peguei um apontador de lápis. Com muita paciência e ignorando os gritos da minha mãe na porta, tirei as pequenas lâminas do apontador.
Pode me chamar de covarde se quiser. Mas eu não aguento mais isto. Ninguém me ouve. Ninguém me entende. Todos me acham feia, todos me abandonam, todos me traem. Eu sou apenas um incômodo para as pessoas. E fui uma puta de aposta para o garoto que amava.
Fui motivo de chingamentos para todos na minha antiga escola.
Nunca serei feliz. Eu não nasci para ser feliz.
Me tranquei no banheiro e com a navalha fiz um corte profundo no meu pulso. Esse corte foi seguido por outro e outro. Quando terminei, me senti melhor, isto me ajuda de certa forma, era minha anestesia, mas admito que exagerei. Desta vez, os cortes foram mais profundos. Mas não fiquei assustada. Eu só queria que tudo isto acabasse de uma vez por todos e só queria ir embora deste mundo.
Depois de alguns minutos ouvi os gritos da minha mãe, mas eu estava demasiado fraca para responder. Depois ouvi alguém arrombando a porta. Eu naão me importava com mais nada. Eu não tinha forças, tinha perdido muito sangue. Olhei para cima e me encontrei com aqueles belos olhos, me encarando horrorizado, seguidos pelo grito de horror de minha mãe. Naquele exato momento fechei meus olhos. Não aguentava mais!

Continua depois da publicidade
Gostou do capítulo?

Continua no próximo capítulo

Escrevi este capítulo assim mais pesado mesmo, pelo facto de saber que muita gente passa por estas situações e para falar para vocês que não estão sozinhxs. Por isso mesmo, eu vou criar uma conta no instagram para se alguma de vcs quiser conversar poder me chamar lá, todas as conversas ficaram apenas entre nós e poderão estar descansadas e à vontade para falar de qualquer coisa, mas ninguém vai saber da conversa. A conta do instagram vai estar no próximo capítulo!

- dannie
Próximo Capítulo / Continue jogando

Adicione à sua biblioteca para ser notificado(a) de novas publicações!

O que você achou deste capítulo?
Melissa

Melissa MEODEOS DO CÉU JESSICAAAAAAAAAA MDSSS,NOAH VC FOI SALVAR ELA??KKKKKKKKK MDS TO RINDO DE NERVOSO

1/04/21 15 ResponderMais
Nosh (Na bad 😔)

Nosh (Na bad 😔) Mano eu tô chorando, juro.😭
Tadinha da Jéssica, e pensar q tem muita gente q sofre isso mesmo, é muito triste😔

Amei o epe 💖

1/04/21 12 ResponderMais
Melissa

Melissa EU VOU EXPLOOOOODIR DE CURIOSIDADE,QUE EP PERFEITO

1/04/21 7 ResponderMais
Melissa

Melissa eu to ARREPIADA

1/04/21 5 ResponderMais
✨Bianca✨

✨Bianca✨ Quando tem mais?

1/04/21 4 ResponderMais
Melissa

Melissa 45 segundo mdsKKKKKKKK

1/04/21 4 ResponderMais
~Baixinha Surtada~....off

~Baixinha Surtada~....off NAO JESSICA ,NAOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO
EU SEI TA DOENDO ,MAIS PQ ,PQ,EU SOU SENSIVEL COM ISSO AUTORA,VOU ALI TOMAR CLORO ......E CHORAR MAIS UM POUCO...

2/04/21 2 ResponderMais
Maria Carmen

Maria Carmen 😍😍😍😍

1/04/21 1 ResponderMais
Nicole💖

Nicole💖 Meuuuuuuu deussssss chocada😮😮.amei💕

1/04/21 1 ResponderMais
Vivi

Vivi Mano cada , acho que nunca chorei tanto em um ep😓😭😭😭
Tipo eu ameii de mais , sua escrita é perfeita , e querida autora , você pode pedir por Joshua escolher a cor do caixão dele ? Pq estou aqui na funerária e tem várias cores bonitas sabe , e como eu vou matar ele assim que conseguir achar um jeito de entrar no celular , achei legal, pelo menos ele escolher a cor de seu caixão
Vc não acha certo ? Kkkkkkkmmmm

1/04/21 1 ResponderMais

WebFic

Entre no WebFic para ler & interagir com suas webfics favoritas!

Cancelar
Cancelar